Diário da Thais, Trabalho, Contribuição com o mundo, Vida Organizada, Propósito

Estado da arte (2020)

Em 2018, eu inaugurei no blog a ideia deste post anual, onde eu conto um pouco sobre o status atual do nosso trabalho. Eu achei que isso seria bacana 1) como uma forma de eu mesma resumir e revisar depois de um tempo, vendo as nossas conquistas e 2) prestar uma espécie de contas para vocês, não porque isso seja uma obrigação, mas porque vocês podem ter curiosidade de saber como andam as coisas por aqui (sempre me perguntam nas redes).

Como foi 2020 para o Vida Organizada?

Um grande acerto de 2020:
focar no Método Vida Organizada

Trago aqui um trecho do que escrevi no post do ano passado, apenas para contextualizar:

“A produção de conteúdo autoral do Vida Organizada é feita exclusivamente por mim. Desde o momento em que me tornei autora, formalizou-se a construção de um método que vem sendo desenvolvido por mim. Isso é um trabalho de DÉCADAS. O GTD™, por exemplo, que todos nós amamos, nasceu na década de 1970, praticamente. O livro do método foi publicado apenas em 2001, e apenas em 2014 veio a padronização do programa educacional. O David está agora colhendo os frutos merecidíssimos desse trabalho, mas vejam todo o tempo que levou. Ele passou muitos anos ministrando cursos até entender que, se ele continuasse fazendo isso, não tinha mais ninguém para continuar o desenvolvimento do método, pois ele era o responsável por essa produção! Em um determinado momento, ele inclusive contratou um CEO para a empresa, quando ela estava em processo de expansão, pois ele não teria como fazer isso e ainda produzir conteúdo intelectual sobre o método. Isso foi um entendimento de incrível humildade, tanto com relação às competências como gestor quanto com relação ao método, que ele considerava sempre passível de melhorias.”

Nos últimos anos, me dediquei ao GTD™ como se me dedicasse à minha vida, pelo amor que tenho ao legado do David. Foram certificados por mim, aqui no Brasil, 10 instrutores, que, junto com o Daniel e a equipe da Call Daniel, podem levar esse legado adiante com muito mais competência do que eu, até por serem mais pessoas. Eu ainda me envolvo com o GTD™, mas deixar o Método Vida Organizada de lado nos últimos anos fez com que ele não se desenvolvesse tanto, justamente porque, nele, ao contrário do GTD™, por exemplo, só eu poderia me dedicar à criação e desenvolvimento, e isso não estava acontecendo da maneira como poderia.

Photo by Arif (India)

“Isso me encorajou a olhar com mais carinho o meu próprio trabalho e a minha jornada. Tenho três livros publicados. Um método consolidado em desenvolvimento. Uma pesquisa importante de mestrado em finalização. Muita experiência e conhecimento no mercado como um todo. Não quero ficar me exaltando, mesmo porque nunca fui disso, mas eu aprendi a valorizar todo esse trabalho. E, por mais que eu tenha pessoas que me auxiliem mais nas partes técnicas, o conteúdo autoral só eu posso fazer. E toda vez que eu deixo ele de lado para fazer algo que outras pessoas poderiam fazer, isso não é um aproveitamento esperto do meu tempo. Eu preciso me concentrar mais naquelas coisas que só eu posso fazer pois, se eu não as fizer, não haverá ninguém que as faça e elas ficarão abandonadas!”

Continuo amando o GTD™ como sempre. E amor não é “tomar para si”, mas querer o bem real do que se ama. E isso se dará para sempre no meu trabalho, seja através do nosso fantástico grupo no Facebook, GTD em Português, seja através do Clube do Livro que estamos fazendo no YouTube, além da revisão técnica dos livros em português, conteúdos gratuitos e apoio à Call Daniel quando necessário e possível. Que bom que tantas outras pessoas no Brasil sejam capacitadas e amem esse trabalho da mesma maneira a ponto de cuidarem desse legado pela importância e pelo impacto que ele tem no mundo hoje e no futuro.

O segundo acerto: focar no online

Eu entrei em 2020 com a fé inabalável de confiar no meu trabalho e de ficar com o formato online, especialmente com o curso do Método Vida Organizada e a criação de conteúdo gratuito para os diversos canais do Vida Organizada. Eu já tinha me planejado para isso porque achava simplesmente uma tendência mundial baseada em bom-senso – em uma sala de aula presencial, posso ter 20, 30 alunos, enquanto que uma live no YouTube costuma chegar a ter mais de 3.000 alunos ao mesmo tempo. Tratava-se de usar melhor o meu tempo de trabalho. Fora que sempre amei me atualizar sobre as boas práticas de educação, andragogia e EAD. Colocar tudo isso em prática com este trabalho era algo maravilhoso para mim.

Mas, quando veio a pandemia, foi isso que me fez ficar de certa maneira mais tranquila com o meu trabalho, porque era o formato certo para aquele momento. Inclusive eu criei conteúdos e pude ajudar outras pessoas que não sabiam como fazer essa transição.

O terceiro acerto: ajuste de foco quando começou a pandemia

Quando a OMS declarou que estávamos em meio a uma pandemia, no mesmo dia aqui em casa nós entramos em quarentena.

No início da quarentena, tudo era novidade, tudo era caótico, desesperador e incerto para a maioria das pessoas. Vendo tudo isso, eu simplesmente parei no meio de tantas demandas por lives e entrevistas sobre “como trabalhar em home-office” e pensei: “Thais, bora lá, como você e o seu trabalho podem colaborar com o mundo de alguma maneira nesse momento?”. E coloquei no papel todas as ideias, que se transformaram em projetos e eu fui executando, um depois do outro.

Eu tinha outros planos. Tinha outros projetos que gostaria de colocar em prática. Mas, dessa reflexão, eu estabeleci prioridades. Acho que só eu e a minha família aqui em casa sabemos como foi esse ano para mim. Meu marido e nosso filho viram o quanto me desdobrei. O quanto, em um dia com enxaqueca, eu falei “não posso cancelar, tenho uma live com o pessoal, é importante, tem gente sozinha na quarentena que precisa dessas lives”. Porque sempre foi um trabalho com propósito.

Esse trabalho foi recompensado, pois a empresa passou bem por esse momento, até prosperando, e podendo gerar a oportunidade de trazer outras pessoas para trabalharem comigo, pelo que sou muito grata. Mas, acima de tudo, me mostrou como “estamos fazendo algo certo”. Diariamente recebo depoimentos, agradecimentos, e isso me deixa feliz em um nível que nem consigo explicar.

Esse foco ajustado para a pandemia, sempre em ajudar as pessoas, me deixou centrada, resiliente, focada, me cuidando, querendo estar bem para continuar esse trabalho. Fiz isso pensando em ajudar os outros, mas vocês não têm ideia do quanto foi isso que ME ajudou a passar pela pandemia com um propósito claro e vontade de sair da cama todos os dias. Muito obrigada.

Espaço

No início do ano, entregamos a nossa sala de cursos presenciais (que eu estava usando como escritório) e alugamos outra sala perto da escola do Paul, pois meu marido e eu abriríamos um negócio em paralelo, como sócios. Deu tempo de fazer a mudança, em fevereiro, antes do Carnaval. Na primeira semana de março, defendi a dissertação. E, na segunda, veio a pandemia e a quarentena. Por isso, a ideia que tínhamos para essa nova sala e o novo negócio foi adiada e, durante a quarentena, conversamos e decidimos mudar os rumos. Meu marido quis focar no trabalho comigo, na parte de edição de vídeos, e entendemos que o modelo de negócios do que estávamos planejando não era exatamente o que queríamos depois da pandemia (tudo ia mudar!).

Após meses em casa, e depois de conversarmos muito sobre isso, concluímos que era importante para mim ter um escritório fora, para quando eu precisasse gravar aulas e trabalhar concentrada, focando neste trabalho que temos hoje – o Método e o conteúdo. Pelo bem da minha saúde mental e também pelo bem da empresa, pela responsabilidade de ter um espaço externo para bancar, além de a gente não ter que trazer equipamentos e ainda mais trabalho para dentro da nossa casa, que não é grande. Mas a sala que tínhamos mudado em fevereiro era muito longe (não dava para ir sem carro), e por isso inviável. Teria que ser perto de casa, a ponto de eu poder ir a pé, porque com pandemia não ia pegar transporte público ou Uber.

Muito rapidamente (o que é o foco na vida, né minha gente), apareceu uma sala de um senhor muito simpático que estava se aposentando e apenas não queria ter a despesa do condomínio. Estava alugando a sala praticamente a preço de custo. O prédio é uma graça, cerca de 1km da minha casa, e dava para ir a pé, se eu quisesse. Alugamos. Confesso que no primeiro dia que fui para lá, depois de meses em casa durante a quarentena, fiquei até emocionada. Sempre trabalhei em casa e sempre defendi isso, mas o fato de não poder sair durante a quarentena fez muita diferença. E, agora, o fato de ter um espaço meu, isolado, que eu poderia ir trabalhar quando quisesse, foi maravilhoso. Só tenho a agradecer.

A sala é menor que as outras que já tivemos, mas suficiente para eu realizar este trabalho no momento. Ela é absolutamente perfeita para o modelo de negócios que nós temos.

Equipe

Meu marido está trabalhando comigo com a parte de edição de vídeos maiores e aulas, que é a edição que toma mais tempo na rotina mesmo.

A Andreia é uma profissional liberal que atua fazendo atendimentos a profissionais autônomos diversos, como assistente virtual, e ela trabalha comigo também fazendo toda a parte de atendimento do Vida Organizada, por e-mail e pelo Instagram. Pode ser que você já tenha conversado com ela por e-mail ou What’sApp. 🙂

Até dezembro, a Malu estava trabalhando comigo como navegadora no curso do MVO. Ela saiu este mês porque conseguiu um estágio incrível na área dela, e isso foi ótimo, porque ela está entrando no último ano da faculdade e tinha esse estágio como objetivo.

Em outubro, duas das pessoas mais queridas da vida começaram a trabalhar comigo também, na parte de suporte, como tutoras dos alunos do MVO: a Carol e a Dalva. A Carol já trabalhou comigo antes. A Dalva é uma querida que muitos conhecem pelo trabalho nas redes sociais também.

Temos serviços contratados que nos apoiam neste trabalho em diversos outros setores, como a empresa de contabilidade, a Nivia, que faz a limpeza do escritório, a Brunch!, que é a agência que cuida do nosso relacionamentos com as marcas, a Monise, que me apoia com os projetos comerciais de conteúdo, além de outros profissionais para a parte comercial, de design, de tráfego e programação. Eu sou muito grata pela possibilidade de trabalhar com pessoas tão competentes, interessadas e íntegras.

Planos futuros e sonhos

2021 será o ano de crescer com responsabilidade. Esse é meu lema. <3

Vamos continuar focando no Método Vida Organizada, melhorando o curso principal, regravando aulas, melhorando o suporte e o atendimento aos alunos.

A programação do conteúdo gratuito diário está cada vez mais legal, com muito conteúdo de base, significativo, lives com convidados, aulas, enfim… tudo o que eu sempre sonhei. Quero melhorar equipamentos, pré-produção, gravação etc.

Quero melhorar também todas as condições de trabalho de quem trabalha comigo e proporcionar oportunidades de crescimento.

Quero fazer mais trabalhos sociais, não apenas com vagas para os cursos, mas ajudando projetos e instituições que lutam por causas que eu também acredito.

Pretendo que meu novo livro, sobre organização dos estudos, seja publicado. Quero terminar o manuscrito até fevereiro. Foi um projeto que precisei adiar com a escrita da dissertação do mestrado e, depois, com a pandemia e a priorização de outros projetos.

Quero aproveitar demais meus estudos do Doutorado para trazer mais embasamento para absolutamente tudo o que faço, além do desenvolvimento da tese de produtividade compassiva, que traz um impacto de longo prazo neste legado do Vida Organizada.

O podcast que eu planejava para 2020 também teve que ser adiado em decorrência dos projetos priorizados durante a pandemia, mas eu quero retomá-lo sim para 2021! Além dele, outros projetos de áudio e vídeo devem sair do papel.

Pela primeira vez na vida, eu passei um ano inteiro vivendo apenas deste trabalho com o Vida Organizada. Eu tinha colocado isso como objetivo definido em um post-it lá atrás quando li “A Lei do Triunfo” do Napoleon Hill pela primeira vez. Este ano estou relendo e me deparei com ele, e até chorei. Que maravilhoso. <3

Só tenho a agradecer a todo mundo que está aqui, acompanhando este trabalho e fazendo parte dele. Me sinto privilegiada por fazê-lo, e muito feliz também. Obrigada, obrigada e obrigada!

23 Comments

  1. Parabéns pelo conteúdo de qualidade de sempre!

  2. Thaís, você é maravilhosa! Estou deixando esse comentário aqui só para dizer o quanto seu conteúdo me ajudou esse ano. Continue sempre, que tenha um 2021 incrível e com ainda mais prosperidade nos seus objetivos ^^

  3. sandra macedo says:

    Thais, o meu presente especial deste ano foi descobrir você e seu trabalho maravilhoso, valioso e muito útil. Obrigada por compartilhar tanto conteúdo gratuito. Desejo muito sucesso em 2021. 👏👏👏🌹❤️

  4. Merecido demais! Orgulho de fazer parte! No que depender de mim, o céu é o limite para o MVO 🙂 Obrigada por tudo, mais uma vez!!!!

  5. Rose Guedes says:

    A sua jornada inspira demais a minha jornada…obrigada

  6. Cristiane Palma says:

    Sou aluna da turma de dezembro do MVO, acompanho seu trabalho, tenho dois dos seus livros e sou sua admiradora! Sua postura me inspira a me desenvolver na área da organização e planejamento, sem considerar que já tenho 55 anos. Te desejo felicidades e sucesso em sua missão!!! Beijo

  7. ANA PAULA DE MORAES says:

    Parabéns Thais.. Muito feliz por todas as suas conquistas. São uma inspiração. Muito obrigada!

    1. Regina Domingos says:

      Parabéns, Thaís! Te acompanho há anos e tudo que você está realizando esse é merecido !! E ainda tem muitas coisas boas pra virem. Sucesso e saúde, sempre ! Que em 2021 você continua realizando seus sonhos !

  8. Parabéns Thais! Você me inspira muito a ser uma pessoa mais organizada!

  9. Ana Cybele says:

    Parabéns, Thaís, é tudo muito mais que merecido, seu trabalho vai além da organização. Ele nos ajuda com autoconhecimento e controle da nossa vida! Estou maratonando tudo ultimamente nos seus conteúdos, anotando e estudando muito. Keep going, obrigada por tudo!

  10. Obrigada por tudo! Conteúdo maravilhoso!

  11. Que texto mais lindo!!! A gente se emociona junto, dá um quentinho no coração ver uma realização de trabalho baseada em tanto conhecimento, criatividade e ajuda!
    Isso tudo parece mais um presente pra gente que te acompanha.
    Obrigada e Parabéns

  12. Priscila Louzada says:

    Parabéns por tudo que você tem buscado a colocar em prática em prol do Vida Organizado. Você é um exemplo de dedicação quando se tem propósito na vida. Que seu trabalho em 2021 continue a lhe render muitos frutos. Muita saúde para você e sua família.

  13. Milena Dias says:

    Senti um quentinho no coração lendo esse post, muito feliz por você! Gratidão por esse trabalho maravilhoso que vc realiza!

  14. Maria Gorete Teixeira Avelar says:

    Você e todos que compõem o Vida Organizada, merecem. Parabéns pelo foco, visão e concretização de metas e objetivos. Merecidissimo! Namastê!

  15. THALITA GAMA says:

    Te acompanho a muitos anos e amo o fato de você narrar a sua vida sem entrar na sua intimidade. É uma inspiração de postura como produtora de conteúdo. Parabéns por todas as conquistas, você merece! E desejo mais e mais sucesso nos seus sonhos e planos. Obrigada por tanto <3

  16. Juliana Correa says:

    Parabéns, Thaís, seus textos são inspiradores o/ Em muitas manhãs deste ano eu tomei café ouvindo seus áudios no telegram, obrigada pela companhia : )

  17. Parabéns e obrigada, você é uma mulher inspiradora.

  18. Valeria Canedo says:

    Thais, If I could pay for all you’ve done for me so far, since the very beginning, I wonder if there would be any amount of money considered enough. I suffer from many mental health issues and through Vida Organizada, I could help myself in so many ways! Thank you. You are an amazing woman.

  19. Thais, seu post me emocionou.
    Acompanho seu trabalho desde 2015, tenho todos os seus livros e uma meta até final de 2021 é ser sua aluna do método Vida Organizada.
    Gratidão imensa por você existir.

  20. Que post emocionante Thaís!

    Apesar de você ensinar muito sobre organização e produtividade (e como sou grata! Já acompanho vc a mais de 10 anos e fiz o curso MVO neste 2020), confesso que meu propósito em acompanhar seu trabalho mudou. Hoje me considero uma pessoa organizada e produtiva, não preciso mais dos seus posts como eu precisava antes, pois o essencial eu aprendi (ah… vou me repetir! Gratidão!) Hoje, venho aqui no seu blog me inspirar com isso:

    “A produção de conteúdo autoral do Vida Organizada é feita exclusivamente por mim. Desde o momento em que me tornei autora, formalizou-se a construção de um método que vem sendo desenvolvido por mim. Isso é um trabalho de DÉCADAS. (…). Isso me encorajou a olhar com mais carinho o meu próprio trabalho e a minha jornada. Tenho três livros publicados. Um método consolidado em desenvolvimento. Uma pesquisa importante de mestrado em finalização. Muita experiência e conhecimento no mercado como um todo. (…) Eu ainda me envolvo com o GTD™, mas deixar o Método Vida Organizada de lado nos últimos anos fez com que ele não se desenvolvesse tanto, justamente porque, nele, ao contrário do GTD™, por exemplo, só eu poderia me dedicar à criação e desenvolvimento, e isso não estava acontecendo da maneira como poderia. (…) Não quero ficar me exaltando, mesmo porque nunca fui disso, mas eu aprendi a valorizar todo esse trabalho. E, por mais que eu tenha pessoas que me auxiliem mais nas partes técnicas, o conteúdo autoral só eu posso fazer. E toda vez que eu deixo ele de lado para fazer algo que outras pessoas poderiam fazer, isso não é um aproveitamento esperto do meu tempo. Eu preciso me concentrar mais naquelas coisas que só eu posso fazer pois, se eu não as fizer, não haverá ninguém que as faça e elas ficarão abandonadas! (…)Eu entrei em 2020 com a fé inabalável de confiar no meu trabalho e de ficar com o formato online, especialmente com o curso do Método Vida Organizada e a criação de conteúdo gratuito para os diversos canais do Vida Organizada. Eu já tinha me planejado para isso porque achava simplesmente uma tendência mundial baseada em bom-senso.”

    Eu quero isso para mim. Quando uso a palavra “inspiração”, não é a toa. Uma vez aprendi que essa palavra tem suas origens antigas no significado “que vem do espírito”, ou seja, venho aqui para ouvir minha própria voz. É como seu eu não conseguisse traduzir em palavras o impulso que eu sinto quando estou em oração ou meditação. Mas você conseguiu ouvir o seu e a sua história de acreditar nos temas que ama e principalmente SE POSICIONAR destemidamente e compassivamente, isso me empurra pra 2021 e ao mesmo tempo me acolhe num abraço quentinho.

    Não preciso pedir “Inspire-me Thaís! Inspire-me!”, pois você já faz isso a anos. Não preciso pedir “Confie em si mesma Thaís, para eu confiar em mim”, pois é visível a sua evolução e isso transparece nos seus textos e cursos, eu absorvo o processo com tanto prazer! Então, te peço: mostre-me Thais, mostre-me mais o que é fé inabalável e como isso foi desafiador! E se não foi tão desafiador, mostre-me os elementos para manifestar esse milagre… e o mais importante, filosofe mais sobre valorizar seu próprio trabalho! Me ajude a iluminar meu próprio caminho me mostrando um pouco mais sobre como você despertou sua própria luz para iluminar o seu. Despertou de forma tão potente que hoje vai muito mais distante, ao ponto de iluminar um pouco meu próprio caminho.

    Já avancei muito nesse 2020, mas me sinto sozinha a maior parte do tempo. Tem sentimentos que quero organizar, mas preciso de mentores competentes para dizer “eu fui lá, vivi isso e senti várias coisas. Minha experiencia foi assim… pensei assim antes, mas aprendi algo novo. Hoje penso diferente”. Acho que estou pedindo, em resumo, que você me ensine a arrumar um (in)cômodo no meu coração.

    Obrigada pela companhia maravilhosa nesse 2020 e desejo, sinceramente, que seu 2021 lhe potencialize ainda mais! Talvez essa mensagem passe… atravesse e dissolva no mar de informações que é essa internet, mas o mais importante é que sei que meu pedido será atendido. Pode ser que seja intencional… pode ser que não. Mas a certeza é que haverá conteúdo de qualidade e valor. E pensando bem… essa certeza já seja luz suficiente nesse trecho da minha própria estrada. Obrigada pelo post de hoje.

    Parabéns pelo seu 2020.

    1. Um presente seu comentário. <3 Muito obrigada.

  21. Iza Guimarães says:

    sempre uma inspiração e um incentivo seu trabalho, competência e dedicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados