Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Eu sei que tem sido momentânea essa coisa de ir até a casa da minha mãe vários dias seguidos para fazer alguns trabalhos, mas está sendo cansativo demais. Preciso me organizar melhor para fazer um trabalho de cada vez, ficando lá menos tempo e me cansando menos. Hoje fiquei o dia todo de pé e agora à noite cheguei com o Paul faminto/com sono em casa – o que não é legal. Além de ser ruim para ele, é muito estressante para mim. Ele chora demais, tenho que fazer tudo às pressas. Como eu falei no post anterior, é ruim ficar fora de casa. Quando trabalho aqui, faço mil coisas ao mesmo tempo, enquanto em outro lugar eu só posso fazer uma coisa determinada. Quando eu terminar essas peças, farei as próximas uma de cada vez. Ocupa menos espaço lá no atelier da minha mãe também, apesar de saber que ela entende que é temporário. Fora que cuidar de um bebê não é moleza e a única pessoa responsável é a mãe, não tem jeito. Nem acho justo deixar nas costas de outra pessoa que não é paga para isso, mesmo sendo a avó dele.

E não será diferente nos próximos dias, pois além desses trabalhos, tenho mil coisas para resolver até o final de semana que vem! Amanhã preciso trabalhar na diagramação da revistinha do meu site, mas conseguirei imprimir só na terça, provavelmente, então o prazo final é segunda. Vou aproveitar para imprimir o meu livro também (a primeira versão, para revisar durante a viagem). Sábado minha avó está aqui e fica um pouco com ele enquanto eu limpo os quartos, passo as roupas etc. No final da tarde, provavelmente a minha mãe vem para eu fazer umas modificações no site dela, mas o bom é que ela me ajuda com a rotina noturna do Paul, já que o Ande irá ensaiar. Domingo é dia de eleição e vou tentar descansar um pouco, fazer to-do lists finais para a viagem do dia 8 e programar a semana. Segunda minha avó está de folga então vou finalizar a diagramação, e também temos consulta com a pediatra. Terça vou até o centro da cidade imprimir tudo e, na volta, terminar os trabalhos no atelier. Espero não fazer nada de importante a partir de quarta, pois sexta viajaremos. Nesses dias corridos, não tenho comentado muito em blogs, mas leio todas as atualizações pelo Google Reader!

Essa viagem será TUDO DE BOM (desculpem pelo termo pitbullístico de novo, mas foi necessário). Preciso muito ir viajar depois de todo esse tempo de gravidez, estresse, pós-parto, e viajar com a banda sempre é divertido. Vou tentar postar todos os dias para vocês saberem com detalhes como é viajar com uma banda, haha. Não sei se alguém se interessa, mas tenho blog para isso. Já comprei tudo o que precisaremos na viagem e pretendo fazer uma simulação da bagagem no domingo, porque tenho certeza que é muita coisa e vou tentar reduzir ao máximo.

Minha preocupação para a viagem era com relação aos dentinhos do Paul, mas ele ficou bem hoje e ontem – aparentemente sem dor. A rotina alimentar dele também está melhor estabelecida e ele voltou a dormir bem durante o dia. Acho que, quando ele começar a jantar, vai ficar quase perfeita. Segunda-feira vou perguntar para a pediatra e tenho certeza que ela falará sobre as papinhas salgadas, já que o Paul completa 6 meses no dia 15. Ele realmente passou a dormir melhor depois que começou a comer, pois fiz uma transição devagar e observando seus sinais sempre. Nem lembro quando foi a última vez que ele acordou de madrugada. Toda vez que percebo algo errado, vejo o que deve ser mudado durante o dia e tem dado certo sempre. Ele está comendo super bem agora e acho que pegou o gosto pela coisa mais que pelo leite! Fica todo empolgado enquanto está comendo, dando risada e abrindo a boquinha com os braços para a frente. Espero que com as papinhas salgadas ele tenha a mesma disposição. Essa semana vou testar a mamadeira com bico de 6 meses já, pois ele parece irritado com o bico de fluxo lento da mamadeira atual (serviu durante um tempo, mas agora ele parece querer beber mais rápido).

Ele está super bem, crescendo demais, curioso, querendo mexer em tudo, saudável (nunca ficou doente) e feliz, o que é o mais importante. Ele adora ficar ao ar livre e, quando o seguramos em pé no chão, ele apoia os dois pés super firminhos e fica marchando, rsrsrs, como se quisesse andar já. Ele já tenta engatinhar e não sei quando conseguirá, mas já sabe tatear o chão e levantar o bumbum – daqui a pouco vai. As sonecas durante o dia variam, mas nunca passam de três. Nos últimos dias ele tem tirado uma por volta da hora do almoço e outra no meio da tarde. Ele tem ficado bem, mas dá pra ver nitidamente que estamos em um momento de transição.

Minhas costas dóem dóem dóem. Não vejo a hora de, quando voltar da viagem, tocar bateria. É o melhor exercício físico que existe! Vou uma vez por semana até o estúdio aqui perto ficar ensaiando com o meu ipod, apenas para tirar a ferrugem. Depois, provavelmente voltarei a tocar em alguma banda. Já conversei com alguns velhos amigos e voltaremos a tocar em breve – a banda cover de Wings, claro, mas tocarei baixo nessa (apesar de o baterista também tocar baixo, então provavelmente trocaremos em algumas músicas, o que será cool). E SIM!, Paul McCartney vem ao Brasil em novembro – morri 17 vezes e voltei, já. Só vou sossegar quando estiver com os ingressos em mãos.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Armazenamento, Criatividade

>

(Foto: Apartment Theraphy)

Não precisam!

Não sei. Vejo os livros todos em uma só estante e enxergo apenas um aglomerado de lombadas. Funciona em alguns casos, mas acho tão mais bonito – e organizado – distribuir os livros pela casa. Mesmo porque há livros que praticamente pedem para ficar no quarto, enquanto outros fazem bonito na sala. Por que acumular no mesmo lugar? Livros são a alma da casa e podem sim ir além da utilidade e tornar-se parte da decoração. Use sua criatividade!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Hoje estou muito cansada.
Fiz muita coisa de manhã, porque minha mãe nos buscaria às 11h – sabe quando você faz tanta coisa que nem lembra direito o que fez? Tipo quando bebe e acorda de ressaca? Assim. Fui para a casa da minha mãe e foi ótimo porque ela ficou com o Paul à tarde enquanto eu trabalhava um pouco nas coisas dela. Não é para se fazer todos os dias porque é cansativo para todo mundo. Ficar fora de casa significa que não faço nada por aqui (as tarefas de casa mesmo, varrer, lavar louça etc.), além de deixar o Paul com as sonecas diurnas irregulares. Hoje à noite ele berrou demais antes de dormir e isso significa somente uma coisa = superestimulação. Mas ela quer ficar com ele somente lá, então fazemos um esforço.

Só umas palavrinhas a respeito do sono dele. Foi maravilhoso tê-lo acostumado a dormir de noite, pois agora, mesmo que ele tenha tirado uma soneca das 16h às 17h, por exemplo, às 18h ele toma banho, toma o leite e já tem sono. Dorme direto até às 23h (não está mais acordando na mamada dos sonhos) e vai até de manhã. Um fato curioso é que ele acorda todos os dias às 7h, mas não estava mais tomando a mamadeira inteira. Estranhei porque ele tomava só metade, sem fazer cocô, e logo depois ficava com sono. Hoje ele acordou de novo nesse horário e resolvi fazer um teste – não levantei para fazer a mamadeira e fiquei abraçada com ele para ele pegar no sono novamente. E deu certo! Ele não chorou nem nada – pegou no sono e foi até às 08h20, quando eu o acordei chamando o Anderson para acordar, porque ele já estava atrasado! Então o Paul acordou sorrindo, se espreguiçando, fiz a mamadeira e ele tomou inteira, sem se desesperar. O resumo da ópera é que talvez ele estivesse acordando às 7h só por hábito! Vou fazer o teste nos próximos dias e ver se confirmo essa teoria. Juro: 8h é o horário ideal para mim. É o horário em que o Anderson levanta para ir trabalhar e eu sei que dormi bem (ontem fui dormir tarde porque fiquei assistindo “A Fazenda”, haha, mas geralmente vou para a cama às 23h e à meia-noite já estou dormindo).

As sonecas, então, estão esquisitas. Por acordar mais tarde, ele não fica com sono depois de 2h acordado. Quando começa a apresentar sinais de sono, tento colocá-lo para dormir e às vezes é tranquilo, mas outras vezes ele não quer de jeito nenhum! Estou encarando como fase – a Encantadora diz que existe mesmo uma fase em que os bebês ficam terríveis, quando descobrem o mundo todo que os cerca, querem pegar, se mexer. Tomara que seja só isso mesmo. Afinal, ele está com 5 meses e meio e se aproximando do grande salto de desenvolvimento dos 6 meses. E bom, a soneca da tarde acontece na exaustão. Geralmente as sonecas são: do meio-dia às 13h e das 16h às 17h. Hoje ele dormiu no limite da exaustão nas duas vezes, porque estava fora de casa. Tudo é questão de adaptação, também, porque ele precisa se acostumar a ficar na casa da vovó para eu trabalhar no atelier um pouco.

Temos também os dentes. Minha mãe falou que as gengivas dele estão duras, e eu já tinha reparado nisso ontem também. Nada de dentes apontando ainda. Segunda temos pediatra e eu vou perguntar da camomilina-c.

Outro assunto importante: papinhas. Hoje a minha mãe fez papinha de mamão-formosa e ele comeu dois pratos. Não vejo a hora de ele poder comer outras coisas, porque aí é mais fácil de fazer coisas gostosas.

Chegamos enfim ao assunto do título: colo. Sei que bebês não fazem manha, mas ele está muito a fim de um colinho o tempo todo. Acho engraçado porque, desde pequeno, eu o acostumei a ficar na cadeirinha e a brincar sozinho, mas à medida que ele foi crescendo, todo mundo foi pegando-o no colo e ele se acostumou. Paciência, uma hora passa, mas é difícil algumas vezes. Uma coisa que tem ajudado MUITO é o cercadinho. Tive uma sorte tremenda e tanto a minha prima quanto a madrinha do Paul emprestaram seus cercadinhos, então deixei um aqui e o outro na casa da minha mãe. Dá um alívio enorme poder deixá-lo ali, sabendo que ele não vai bater a cabeça se rolar. Enquanto ele está brincando, desço, coloco as roupas para lavar, lavo a louça etc. Faz diferença! Se alguém por acaso está na dúvida sobre comprar ou não, eu recomendo.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Tecnologia

Em muitos lugares, lemos que as rotuladoras são úteis na tarefa de organizar tudo o que temos, mas não vemos uma aplciação prática delas. Criei este post com algumas ideias para demonstrar como elas podem ser realmente úteis.

  • A função mais básica: rotule suas pastas de papel, plástico, suspensas, sanfonadas.
  • Rotule também as caixas, arquivo morto e estoque de artigos para escritório.
  • Crie etiquetas para os seus cadernos, para ficar mais fácil identificar o que há em cada um deles.
  • Na cozinha, rotule vidros, potes e latas de mantimentos.
  • Se você trabalha com muitas pessoas, pode rotular seus objetos de trabalho, como tesouras, grampeadores etc.
  • Crie etiquetas para identificar os fios.
  • Deixe pequenos avisos por aí, como “apague a luz” no quarto das crianças e outros do tipo, de acordo com a necessidade.

Como você usa a sua rotuladora para se manter organizado?

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Já falei tanto dos livros da Tracy Hogg aqui que resolvi fazer um sorteio para presentear um(a) de vocês com o livro azul, o introdutório, novinho em folha. Vejam só que bacaninha. Super super.

Para participar, é fácil:
1 – É necessário ser seguidor(a) do blog. Veja no rodapé da página a caixa com os seguidores e siga também.
2 – Em seguida, deixe um comentário neste post com seu nome, e-mail e cidade. Somente comentários neste post serão válidos. E sim, somente comentários com nome, e-mail e cidade também. Caso contrário, será sorteado um novo número.
3 – Só poderão participar pessoas que morem no Brasil. Se a pessoa sorteada morar em outro país (e, portanto, não leu estas regras), um novo sorteio será realizado.
4 – Só vale um comentário por pessoa.

Importante:
– Será sorteado somente UM exemplar.
– O concurso começa hoje (28/09/10) e vai até 15/10/10. Ou seja, são mais de duas semanas para participar. Só serão aceitos comentários até o dia 14/10/10 às 23h59. Comentários feitos depois serão descartados.
– O resultado será divulgado alguns dias depois, dependendo da agilidade para processar todos os comentários.

No momento, o blog tem 182 seguidores.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Carreira

>Segunda-feira começando e diversos projetos em andamento:

  • todos os meus sites (atualizações diárias e subprojetos)
  • meu livro (em processo de revisão)
  • planejamento da viagem no feriado (08/10)
  • planejamento do batizado do meu filho (31/10)
  • arrumação da casa (obra/reformas)
  • planejamento do natal

E os seus?

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida
A notícia do ano/vida.

Quem mais tem pesadelos achando que não vai conseguir comprar ingressos? Eu já estou vendendo uma guitarra aqui para garantir os ingressos para os dois dias na pista VIP. Claro, porque no primeiro show eu vou ficar praticamente só chorando, e no segundo espero conseguir assimilar alguma coisa. Paul McCartney vem no Brasil. Morri e voltei 17 vezes. Espero essa notícia há mais de 15 anos. Acho que vou escrever para o Fantástico e dizer que o nome do meu filho é Paul, conheci meu marido montando banda cover de Beatles e espero que eles me levem para o camarim em uma reportagem especial, haha. Pensem: se alguém tem esse direito, essa sou eu! E é uma história melhor do que qualquer uma da pauta do Fantástico hoje em dia.

Falemos sobre o meu (cof) Paul.

Ele já está deixando de sentir fome às 23h. Nos últimos três dias, ele tem tomado cerca de 50ml da mamadeira e chorado querendo voltar a dormir. Acho que, quando ele estiver jantando e os sólidos estiverem a todo vapor, ele já poderá estar pronto para tirarmos essa mamada. Ele está comendo cerca de 120g de papinha por dia. Apesar de já ter atribuído essa falta de fome aos dentes (dizem que eles mamam menos), no decorrer do dia ele toma o leitinho normal. Ontem mesmo, quando saímos à tarde, ele tomou a mamadeira inteira e ainda queria mais! Só chupeta para salvar, porque estávamos longe de casa!

Ele é muito, muito agitado! Os padrinhos dele fizeram uma visita sábado e ele ficou maluco com o Lennon (priminho dele de 1 ano e 8 meses). Sim, existe um Lennon, haha (don’t ask). Ele só queria saber de ficar de pé (sendo segurado, claro) no chão querendo pegar o primo! Impossível fazê-lo sentar – ficava com as pernas esticadas, duras, e rindo absurdamente da situação. Vamos a algumas previsões (eu grifei para vocês não ficarem tão entediados – sei como são esses textos):

A criança de Áries tem uma energia inacreditável. Uma energia de fogo que ninguém consegue conter. Vários adultos se esgotam tentando sucessivamente acompanhar esse fogo da criança ariana.

Independentes, voluntariosos, são desde pequenininhos avessos à autoridade, ordem e imposição. Entre a vontade de alguém e a própria vontade, escolherão sempre a deles.

Rápidos, são um pouco prematuros em tudo. E acelerados também. Comem rápido, movem-se rapidamente e aprendem a fazer tudo de primeira. Impacientes e apressados, podem ser um pouco estabanados durante a infância.

É comum ver uma criança ariana cheia de dodóis. É porque não tem medo de nada.
São impulsivas e se atiram em brincadeiras que podem causar ferimentos, fraturas e cortes. Pensam que eles ficam com medo? No dia seguinte, estão montados na mesma bicicleta que os derrubou na véspera ou, no mesmo balanço que os machucou no dia anterior.

Perto de uma criança de Áries, é sempre bom ter à mão band-aid, gaze, mertiolate, pomada cicatrizantes e antinflamatórios. Ela gosta de viver perigosamente.

Não prometa nada para uma criança de Áries, se você não puder realizá-la imediatamente. São ansiosas e para elas, amanhã, é tarde demais. A realização de um desejo ou de uma necessidade para uma criança ariana tem que ser na hora.

Com uma saúde invejável, dificilmente se gripam ou tem essas doencinhas das crianças em geral. No entanto, podem ser sujeitos a febres altas, se vierem a ter qualquer probleminha de saúde. Aliás, esta criança tem uma temperatura elevada. A temperatura do fogo. Sente muito calor e é indispensável deixá-la com poucas roupas, em ambientes abertos e arejados. Parte do dia deve ser vivido ao ar livre – a céu descoberto.

Esta não é uma criança que se possa prender muitas horas num apartamento, numa escola, num quarto, numa creche. Ela precisa de espaço para se movimentar e gastar toda a energia que possui. Em excesso.

É aconselhável que ela possa praticar exercícios, atividades físicas e até esportes desde cedo. Caso contrário, vai se tornar agressiva, inquieta, e briguenta. Ela precisa poder extravasar seus impulsos de raiva e hostilidade. Não queiram presenciar um ataque de fúria ariana. É violento. A vantagem, é que é passageira. É como uma descarga de energia concentrada.

Um líder nato, mesmo na infância, os arianos costumam decidir para os coleguinhas, para os irmãos qual a brincadeira ou, qual o jogo, ou quem vai participar, ou qual as regras.
Ficarão uma fúria se não forem obedecidos. Competitivos natos detestam perder, e não têm o chamado espírito esportivo. Precisam vencer.

É muito difícil tirar o espaço ariano.

Eles brigarão para sentar no banco da frente, para garantir o seu lugar à mesa, o melhor quarto da casa, o programa de televisão que querem assistir, etc… Em compensação, como são muito independentes, não precisam de paparicos, cuidados e mimos. Pelo contrário, precisam mostrar, desde cedo, que podem fazer as coisas sozinhos tomar banho, comer, se vestir, atravessar a rua etc…

É recomendável deixar o pequeno ariano fazer o maior número de atividades por dia por conta própria. Com isso, se sentirão dono do seu nariz e, portanto, mais calmos. Em compensação precisamos vigiar minimamente o que estão fazendo. Por pura excitação e envolvimento com as brincadeiras e com suas atividades se esquecerão de ir ao banheiro, de beber água, de comer e de que tudo isso existe. Nunca demonstram cansaço e, por eles mesmos, não vão querer dormir. Acabam caindo no sono por exaustão. Mas combaterão ao máximo, a chegada desta hora.

Adoram o sol, a praia, os dias claros. É uma maldade deixar uma criança dessa trancada em casa nesses belos dias.

A personalidade deles é forte, e, se deixarmos, assumirão a autoridade da casa e, darão ordens para a empregada, os avós, o pai e a mãe e principalmente os irmãozinhos.

A relação dos pequenos arianos com os adultos, principalmente com os que exercem autoridades (professoras, pais e etc) serão sempre tensa, pois eles não são obedientes. Além do mais, eles não ficam nem parados para ouvir as suas ordem ou seus conselhos.

O grande desafio de se educar um pequeno ariano – e põe desafio nisso! – é fazê-lo ter um pouco mais de paciência para conseguir as coisas e, um pouco mais de consideração pelos demais.

O pai será a pessoa indicada para lhe impor algum respeito. Mas para isto, ele próprio deve ter uma personalidade forte e, não ser, ele mesmo submetido a ninguém. Deve ter também um forte lado aventureiro, esportivo ou atlético. Assim, será respeitado por esta criança, louca por um modelo de herói. Geralmente, Tarzan ou os campeões esportivos.

A escola, os estudos, os horários e tudo o que envolver disciplina e contrariedade a sua vontade, é um pouco difícil para essas crianças cumprirem. De alguma maneira, essas atividades têm que ser estimulantes e interessantes para o seu enérgico e inquieto espírito. Áries, é um signo de fogo e, como tal, dá à personalidade um tom ativo, forte e de poucas frescuras.

Os meninos vão gostar de todos os jogos e brincadeiras tipicamente masculinas: carrinhos, bicicleta, kart, brinquedos com motor, espada, metralhadoras, luvas de box, bola, etc…

As meninas possivelmente gostarão mais de brincar com os meninos e podem achar as outras garotas um pouco chatas. Bonecas e panelinhas não serão os brinquedos favoritos dessas crianças.

Vão gostar de andar de patins, pular corda, nadar, jogar bola e inventar brincadeiras criativas, que dependam muito mais do físico do que de brinquedos caros e sofisticados.

Finalmente, esta é uma criança franca e expontânea. Diz o que pensa e o que sente, na frente de quem quer que seja. Em compensação, é uma criança com quem se pode também falar claro e direto, sem o uso de mentirinhas e subterfúgios.

Fonte: Márcia Mattos

É isso aí. Realmente, ter um filho ariano é um desafio, mas eu acho incrível! Esse é um dos motivos que me estimulam a emagrecer: ter pique para acompanhá-lo. Quero muito ir acampar com ele, colocá-lo no kung fu quando for maior, levá-lo para jogar futebol no parque com os amiguinhos. Ele simplesmente nasceu para isso. Além de ariano, é tigre no chinês. Ascendente em capricórnio e lua em touro, então… ele vai ser cabeçudo, teimoso, bater de frente com tudo e todos mesmo. Ensinar paciência? Aimeldels.

Sábado os padrinhos dele também trouxeram o chiqueirinho. Desnecessário dizer que ele já se interessou pelas argolas laterais (que servem para ele se apoiar daqui a um tempo e ficar de pé). Até parece que ele vai ficar quieto nesse chiqueirinho por muito tempo! De qualquer forma, vai me deixar tranquila para fazer outras coisas pela casa, quando eu precisar. Testei ontem e hoje e ele fica mais tempo que no tapetinho – talvez porque seja menos frenético. Às vezes ele para, fica pensando na vida, depois volta a rolar para lá e para cá com os brinquedos. No tapetinho ele não fazia iso, e acredito que seja porque tem muuuitos estímulos visuais. Um brinquedo que ele realmente precisa e vai curtir demais é o jumper, porque só quer ficar de pé e eu não quero comprar um andador

Sábado também fomos na Galeria do Rock porque eu queria comprar algumas camisetinhas de banda para ele. Finalmente comprei uma dos Beatles e outra do Pearl Jam (por causa da banda do pai). Tinha bastante gente, mas foi tranquilo. Ele gosta. No entanto, claaaro que essa agitação toda se reflete no sono noturno. Não se tornando rotina, tudo bem, mas vez ou outra não tem como fugir. Ontem, por exemplo, teve um bolinho aqui em casa e vieram as minhas amigas (foi aniversário da minha tia e da minha prima também). O Ande trabalhou, mas ficamos aqui até às 23h (!!!). Não tinha como deixar o Paul no quarto (impossível escutar alguma coisa da sala, porque o quarto fica em cima e longe), então ele ficou comigo. Tentei, na medida do possível, respeitar o ritmo dele. Quando ficava com sono, eu ia para um cantinho menos agitado, diminuía a luz e o fazia dormir no meu colo. Ele tirou várias sonecas assim e acordava novinho em folha! Foi tomar banho somente às 23h30, quando o pai dele chegou, então mamou e dormiu. Pensei: “vamos ver se ele vai acordar mais tarde”. Que nada! Ficou se contorcendo agitando desde às 3h da manhã e acordou às 7h. Por isso eu sempre digo: ok, foi exceção, festinha de aniversário, mas é muito melhor para todos quando ele dorme mais cedo, no horário dele (às 18h30). Ele dorme melhor, se agita menos e nós temos o horário da noite para fazermos qualquer coisa.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Curtindo a casa

 

  1. Flores. A mais óbvia de todas porque simplesmente dá certo. Tenha um vaso de flores de verdade em sua casa (ou vários vasos) e sinta a diferença.
  2. Abra as janelas. Manter as janelas abertas significa deixar o ar circular, e isso é típico da primavera.
  3. Guarde o que for tipicamente de inverno, da decoração às suas roupas.
  4. Opte pelo colorido e, se tiver, florido. Toalhas, cortinas, jogos americanos, faqueiro, copos.
  5. Livre-se de objetos pesados = sem uso. Aliás, isso é bom fazer sempre, independentemente da estação.

Ontem eu recebi visitas e percebi que preciso de um faqueiro novo, uma bela toalha de primavera e taças novas de vinho, por isso pensei em fazer essa lista.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Hoje é o meu aniversário. Completo 29 anos de vida. Meldels, quanta coisa já aconteceu e quanta coisa ainda vai acontecer! Agora sou mãe, responsável pela vida de outra pessoa que ainda nem completou seu primeiro aniversário! Sim, muitas exclamações – estou empolgada.

2010 está sendo um ano incrível. Quando paro para pensar em tudo o que já fiz nesses nove meses, fico até um pouco surpresa. Ande e eu finalmente nos casamos oficialmente (em fevereiro), apesar de já morarmos juntos. Paul nasceu em abril (OMG, eu tive um filho! rs). Escrevi meu livro (ok, primeira versão e ainda falta revisar e fazer muuuita coisa, mas o primeiro passo é sempre o mais difícil e já foi dado). Meu site está bombando (desculpem pelo termo pitbullístico) com muitas atualizações diárias – entram cerca de 4 a 5 textos por dia. É muito texto, gentem. Além disso, estou preparando altas novidades para ele e para outros projetitos que vocês saberão em breve. Enfim, está sendo muito bom para mim este ano do tigre. Eu já esperava, de certa forma. Meu filho nasceu este ano – could I be more happy? /bing time

Pensei em falar sobre a minha infância, minha adolescência, mas o post ficaria chato e previsível. Meu passado teve erros e muitos acertos, muitos momentos bons, mas ficar relembrando o tempo todo é chato. Estou numa fase querendo olhar apenas para o futuro, com mil projetos em mente e me considero uma nova pessoa depois que passou o pós-parto absurdo e me recuperei. O retorno de saturno pegou forte por aqui e eu realmente sinto como se tivesse renascido com toda a bagagem dos últimos 29 anos nas costas, porém bem guardada na mochila. Entendem? Ok, foi bom, aprendi muito, mas agora é tudo diferente, a estrada é nova, os desafios também, e eu estou louca para conhecer cada dia que virá em seguida, porque a vida é uma coisa incrível.

Tenho muito o que aprender até o retorno aos 58. Será que já terei netinhos até lá? OMG!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Preciso tirar uma foto do Paul fazendo boquinha de sapo! Como os dentes estão querendo nascer, ele fica roçando uma gengiva na outra, porque deve coçar, e então ele faz uma cara muito engraçada! Pena que é rápido, mas vou tentar registrar.

Por esse motivo (dentição), ele está super apegado comigo. Assim, num nível difícil. Coloco na cadeirinha para fazer as minhas tarefas de casa e ele fica chorando. Os minutos em que fica bem são quando ele acorda e fica brincando no tapetinho ou… está no colo, comigo de pé, andando, porque sentada ele chora. Porém, todo o resto do tempo é um chororô danado. No dia-a-dia, é o Anderson que dá banho nele, mas eu que coloco para dormir (enquanto ele faz a janta) etc. É tudo contadinho, organizadinho, e quando eu vou ver já são 21h, vejo a novela enquanto leio algum livro ou arrumo o quarto e, tcharam! já é hora da mamada dos sonhos e, depois, cama.

Decidi que preciso sair um pouco e deixá-lo com o Ande, minha avó ou minha mãe, pelo nosso próprio bem. Quando a minha avó chegou, ele parou de chorar. É bom para ele e para mim. Precisamos desse tempo. Fico aflita mas preciso ver como necessário, e não ficar me culpando porque estou deixando-o com outra pessoa. Ele também precisa ficar com outras pessoas, é muito ativo e agitado, e então aproveito para ter um tempo só meu. É difícil, fico me sentindo uma mãe ruim, mas sei que não é o caso. Questão de aceitar o pensamento correto, só isso.

Uma coisa que eu gostaria de escrever aqui, apenas para não perder o registro, é sobre a alimentação do Paul. Para mim, os sólidos começam para valer mesmo depois que ele completar seis meses. Antes, é só treino, teste, introdução, ver como reage, adaptar. Não dou todos os dias. Quando ele acorda e mama às 7h, por exemplo, dorme às 8h e acorda às 9h, agitado, eu dou uma frutinha ou papinha. Porém, se ele acorda e mama às 7h, dorme às 9h e acorda às 10h30, não dou, porque às 11h ele já mama de novo. A regra é: parece faminto pouco tempo depois de mamar, eu dou. Se está satisfeito ou dormindo, não dou. Tem caminhado bem assim e ele já está comendo bem – abre a boquinha e quase não deixa cair nada para fora. O bom é que ele já está quase sentando sozinho e, no meu colo, fica bem firminho, a cabeça sem balançar. Quando chegar a cadeirinha (presente dos padrinhos <3), tenho certeza que ele vai adorar e se dar bem. Quando ele fica no meu colo, de frente para a mesa, fica batendo as duas mãozinhas, hihihi. Acho tão fofo. Não vejo a hora de vê-lo na cadeirinha.

Sobre sentar, a cada dia que passa ele já fica mais tempo. Acho que daqui a umas duas semanas ele já fica sentado sozinho brincando. Incrível como os bebês evoluem rápido!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Somos tarólogas. Somos donas de casa. E se toda casa é um castelo, nós somos as Rainhas do Lar. Mas as rainhas pela História foram tantas de tantos jeitos que resolvemos fazer uma reflexão coletiva: Qual Rainha é você? Olhe o seu tarot, veja suas cortes; se você tem o Housewives Tarot melhor ainda! Conte para a gente seus segredinhos de corte doméstica e nos diga: qual Rainha do Lar é você?

Desde quando fiquei sabendo dessa Blogagem Coletiva, já vi a mim mesma segurando o cetro da Rainha de Paus! Vivacidade é a palavra-chave: eu sou aquela pessoa que nunca está sem fazer nada ou sem projetos novos! Faço muitas coisas ao mesmo tempo e sempre tenho novas ideias. O corpo não acompanha a velocidade do cérebro, basicamente. É um tal de equilibra aqui, equilibra ali, ir riscando item por item dos 57 itens da TO-DO list matinal. Sou a Rainha do meu lar, protejo minha família como uma leoa e equilibro os pratos como toda libriana! Estafa? Sempre, mas tiramos de letra! Qual o outro modo de viver?

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.