Categoria(s) do post: Lazer

>Veja o nosso planejamento de final de ano.

Alguns sites estão oferecendo matérias especiais de Natal. Aqui você confere boas dicas de navegação.

Sobre o Papai Noel
Curiosidades sobre o Natal
Etiqueta e tradições

Como organizar um bazar de Natal em casa
Aprenda a fazer cartões de Natal
Idéias para decorar a casa para o Natal

Biscoitos incríveis para você dar de presente de Natal

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Finanças

>(ou: como economizar muito dinheiro no supermercado)

Você costuma pesquisar preços antes de ir ao supermercado? Você costuma comprar tudo no mesmo supermercado, só para não se dar ao trabalho? Pois saiba que pode estar pagando caro pela preguiça. Pessoas que vivem com até um salário mínimo no Brasil conseguem se sustentar graças a um planejamento minucioso do que comprarão, e tal planejamento se baseia na pesquisa de preços de produtos em diversos pontos de venda.

Para ajudá-la(o) nessa jornada, sugerimos que você monte uma “pasta oficial” de supermercado, onde você guardará listas e folhetos de promoção. No começo pode parecer complicado, mas com a prática se tornará um hábito e você não saberá viver de outro jeito, com o passar do tempo.


Baixe aqui o arquivo com uma tabela simples que você poderá usar (imagem acima). (não está mais disponível) Coloque-a dentro de um arquivo do Word em formato paisagem e diminua-a até que caibam duas tabelas por página. No arquivo zipado, você encontrará a versão colorida e a versão preto e branca. Depois imprima quantas cópias achar necessárias ou tire xerox. Vale lembrar que elas valem somente para uso pessoal. Não as reproduza sem a nossa autorização.

Como usar a tabela?

Você usará uma tabela por item, o que já lhe dá uma idéia do trabalhinho que você tem pela frente. 🙂 Mas não se assuste, você se acostuma.

Anote, no canto superior direito, o item cujos preços irá comparar. Embaixo, você anotará a data de quando viu o preço, o local (Extra, Carrefour, supermercado do bairro, tendinha etc), a marca (Sadia, Perdigão), junto com o tamanho (1kg, por exemplo), o preço enfim e a quantidade (um pacote de bolachas com 24 unidades, por exemplo).

Pela quantidade de linhas, dá para perceber que a tabelinha durará por bastante tempo, pois você anotará em datas diferentes, o que lhe servirá como base de comparação mais tarde (tal item aumentou, outro abaixou).

A pergunta é: como fazer isso? Bom, você vai ter que vasculhar. Pegue folhetos de supermercados, na Internet, na rua, enfim, por onde você passa sempre que vai às compras. A diferença é que você não comprará nesse dia, mas depois. Nesse dia você vai somente comparar. Esse trabalho vale a pena, pois você economizará muito fazendo isso.

Vale lembrar que a tecnologia ajuda a dar uma “frescurada” nas coisas, mas ao invés de imprimir nossa tabela, você também pode pegar um caderno espiral, riscar linhas com uma régua e fazer o mesmo procedimento. Você também pode criar sua própria planilha no Excel com o mesmo fim. Mais uma vez: faça o que parecer melhor para você, pois é você quem vai usar.

Com o passar do tempo, você estará apta(o) a identificar os melhores preços, reconhecer ofertas que valham a pena e marcar o produto com um círculo ou uma caneta marca-texto.

Em breve disponibilizaremos uma nova tabela para que você possa escrever a sua lista de compras, mas você já pode fazer isso, se quiser. Basta pegar uma página para cada supermercado (ou ponto de venda) e anotar, abaixo, os itens que irá comprar (e o preço).

Dicas gerais

  • Utilize códigos para cada supermercado. Por exemplo, ao invés de Carrefour, coloque “Carf.”, por exemplo. “Wall Mart” pode virar “W.M.”. Você encontrará o que funciona melhor para você.
  • Sempre leve os folhetos de supermercados onde os produtos estão mais baratos. Hoje em dia, a grande maioria dos supermercados abate o preço menor no caixa. Se você conseguir isso, terá menos trabalho ainda, pois precisará ir em poucos lugares.
  • Tenha sempre uma calculadora junto com você, especialmente se quiser calcular o preço unitário dos produtos, a fim de comparar com outras marcas.
  • Esteja preparada(o) para surpresas. Pode ser que você encontre uma oferta imperdível no dia em que for comprar outras coisas. Neste caso, como você estará devidamente equipada(o) com a sua pastinha (risos), bastará uma rápida consulta para saber se vale a pena levar o produto ou não. Mas mesmo assim, tenha bom-senso. Não compre 70 latas de óleo só porque estavam em promoção. Leve o que dê para consumir.
  • Alguns supermercados não gostam de ver pessoas entrando com pastas, cadernos, calculadoras etc. Se alguém te abordar, explique delicadamente do que se trata e não terá maiores problemas. Se puder elogiar alguma oferta da loja, faça isso. 😉
  • Fique atenta(o) aos produtos sazonais e, se possível, compre-os antes da época “fatídica”, quando os supermercados estão cheios e os preços disparam, tipo ovos de Páscoa.
  • Nem sempre uma oferta é a melhor opção. Muitas vezes o preço baixo de um ponto de venda ainda é superior ao preço normal de outros lugares. Para isso você tem as suas listinhas.
  • Acima de tudo, suas tabelas de preços lhe darão a informação que precisará quando quiser barganhar algum produto.

Encare como uma grande diversão! No fundo, trata-se até de uma atividade terapêutica. Economize dinheiro e organize-se com esta estratégia. Você consegue!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa, Áreas da Vida

O título é auto-explicativo, mas apesar de ser óbvio, a grande maioria das pessoas continua acumulando jornais e revistas em casa para uma possível leitura um dia, quem sabe. Fora os jornais acumulados por semanas e semanas, esperando a sua boa vontade de levá-los para algum centro de reciclagem…

Basta djá! Livre-se de tanta inutilidade junta!

Pegue sua pilha de revistas (ok, se tiver muitas, mas muitas mesmo, faça um pouco de cada vez) e folheie uma por uma com uma tesoura na mão. Recorte os artigos:

  • úteis
  • interessantes
  • que você ainda quer ler

Jogue o resto fora (aposto como ficará impressionado/a com a quantidade absurda de papel inútil que estava em sua vida). Se quiser separar para reciclagem, ótimo, mas anote em sua agenda imediatamente quando fará isso. Deixe as revistas dentro de uma caixa ou sacola grande, junto com o resto do lixo, para dar um fim nelas o mais rápido possível.

Agora você precisará dar um jeito nos artigos separados por você. Veja a nossa sugestão para os artigos que você ainda quer ler. Para os outros, você precisará de uma pasta ou fichário para guardá-los. O ideal é ter um fichário, furar as folhas e colocá-las dentro, separadas por categoria de assuntos, mas uma pasta com plásticos também serve. Vale lembrar que essa pasta/fichário deve ser revisada ano a ano (ou de seis em seis meses, dependendo do volume de informações guardadas), quando você deve tirar o que não presta mais.

E quanto aos jornais? Jogue tudo fora, sem dó. As notícias de ontem já não valem mais nada hoje. E habitue-se a ler os jornais na Internet, para evitar um novo acúmulo de papel em sua casa.

Boa sorte. 🙂

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Lazer

Essa é para as mulheres. 🙂

  1. Bem, o Natal está chegando. Vocês já marcaram hora no cabeleleiro, pedicure, manicure, depilação? Já marque logo, porque todo mundo resolve fazer essas coisas de última hora e os salões ficam lotados. Se for fazer em casa, já se programe.
  2. Já escolheu o seu próprio presente de Natal? Algo especial para dar de presente a si mesma? Veja algo que queira há muito tempo e que caiba no seu orçamento. Não se culpe, você merece.
  3. Defina a roupa que irá usar nos eventos de final de ano: ceia, almoço de Natal, revéillon, amigo-secreto da empresa no barzinho. Procure usar roupas repetidas para ocasiões com pessoas diferentes. Veja se tem tudo o que precisa (acessórios, calçados, lingerie) e, se for o caso, providencie o quanto antes. Procure não deixar para depois do dia 20 as suas compras. Coisas para o Ano Novo podem ser compradas na semana entre o Natal e o dia 30, porque muita gente vai viajar e as lojas ficam um pouco menos cheias que nas semanas anteriores.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa, Saúde

Cole na parede onde fica o telefone um papel com as seguintes informações:

INFORMAÇÕES DE EMERGÊNCIA

Números de Emergência
Todas as emergências: 190
Polícia:
Hospital:
Vizinhos:

Números de familiares

Utilidades
Companhia de gás:
Companhia elétrica:
Companhia de telefone:
Companhia de água:
Servidor da Internet:

Animais
Tipo:
Veterinário:

Contatos de emergência

Crianças
Pediatra:
Escola:
Amigos:

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Lazer

Os documentos necessários para dar entrada no casamento civil são:

Para quem nunca foi casado:
Certidão de Nascimento – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Para quem é divorciado:
Certidão do Divorcio – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Para quem é viúvo:
Certidão de Óbito do cônjuge falecido – Certidão de Nascimento – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Segundo o Código Civil Brasileiro (págs. 48 e 49), estão impedidos de casar:

  • Os ascendentes com os descendentes, ou seja o parentesco legítimo ou ilegítimo, natural ou civil.
  • Os afins em linha reta, seja vínculo legítimo ou ilegítimo.
  • O adotante com o cônjuge do adotado e o adotado com o cônjuge adotante.
  • Os irmãos e os primos até terceiro grau; este último com ressalvas e a apresentação de exames de sangue.
  • O filho adotado com o filho legítimo do pai ou mãe adotiva.
  • O cônjuge sobrevivente com o condenado por homicídio, ou tentativa de homicídio, contra o seu consorte.
  • As pessoas por qualquer motivo coatas e as incapazes de consentir.,ou manifestar,de modo inequívoco, o consentimento.
  • O raptor com a raptada, enquanto esta se ache fora do seu poder em lugar seguro.
  • Os sujeitos ao pátrio poder, tutela, ou curatela, enquanto não obtiverem, ou não lhes for suprido o consentimento do pai , tutor, ou curador.
  • As mulheres menores de 16 anos e os homens menores de 18 anos.
  • O viúvo ou a viúva que tiver filho do cônjuge falecido, enquanto não fizer inventário dos bens do casal e der partilha aos herdeiros.
  • A viúva ou a mulher, cujo casamento se desfez por ser nulo ou ter sido anulado, até dez meses depois do começo da viuvez, ou da dissolução da sociedade conjugal, salvo se antes de findo esse prazo der à luz algum filho.
  • O tutor ou curador e os seus descendentes, ascendentes, irmãos, cunhados, ou sobrinhos, com a pessoa tutelada ou curatelada, enquanto não cessar a tutela ou curatela, e não estiverem saldadas as respectivas contas, salvo permissão paterna ou materna, manifestada em escrito autêntico ou testamento.
  • O juiz, ou escrivao e seus descendentes, ascendentes, irmãos, cunhados ou sobrinhos, com órfão ou viúva da circunscrição territorial, onde um ou outro tiver exercício; salvo licença especial da autoridade judiciária superior.
  • Até a celebração do matrimônio podem os pais, tutores e curadores retratar seu consentimento quando os nubentes forem menor de 21 anos .

 

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Rotinas

É realmente tão difícil assim organizar um casamento? Difícil não é, pois de um jeito ou de outro todos que se propõe a isso, acabam conseguindo, noivas de todos os estilos, com diferentes personalidades, orçamento e tempo disponível.

Atualmente, as noivas já têm todo o seu dia ocupado, são profissionais modernas, que procuram conciliar trabalho com a organização e o planejamento de um dia especial no caminho de ida e volta do trabalho, agendando compromissos para a noite e finais de semana e fazendo compras em seus horários de almoço. Ou seja, esta correria toda, durante aproximadamente seis meses, só favorece a você ficar complemente estressada. O que fazer?

A necessidade de tempo dedicado ao próprio casamento nos seis meses que antecedem a data é a maior dificuldade que hoje em dia as noivas encontram, por isso, na maioria das vezes esta experiência inédita em sua vida pode ser tornar angustiante.

Aqui estão algumas estratégias para você ficar mais calma e relaxada e por que não, curti esta fase, tornando-a a mais agradável possível, com deve ser.

1. Informe seu chefe e colegas de trabalho

É um ato de sabedoria deixar que todos que passam grande parte do seu dia com você, saibam que está às voltas do planejamento do seu casamento. Você se sentirá bem melhor expondo suas ansiedades do que desejando ardentemente que ninguém perceba que você está falando com o florista, e não com o fornecedor ou cliente da empresa em que trabalha. Uma explicação aberta e franca de suas necessidades e expectativas trará uma cumplicidade de todos.

2. Adote os “Três Ps” – Planejamento, Prioridade, Participação

Para reduzir o stress nos preparativos do cerimonial de seu casamento, reorganize seu tempo da forma mais eficaz possível. A chave para isto é a aplicação dos 3 ps: Planejamento, Prioridade, Participação

Comece sua lista relacionando todos os itens a serem vistos: igreja, decoração, vestidos, convites, fotos, lua-de-mel, buffet, enxoval e tantos outros. Conheça os profissionais, faça seu orçamento, e defina o quanto antes, assim o seu planejamento estará quase pronto.

Uma vez escolhidos os profissionais que irá trabalhar, enumere-os por Prioridades em relação ao tempo que falta, definindo e resolvendo detalhes com cada um individualmente. Faça suas Prioridades, de acordo com o tempo desempenho de sua atividade, determinando assim um calendário realista e com bastante folga para que cada item fique bem resolvido.
Use e abuse das Participação, principalmente do noivo e agregue amigos e família se possível, que estejam disposto a ajudar em selecionar profissionais, fazer orçamentos, pegar endereços, etc. Lembre-se que, eles irão ajudar e não tomar decisões por você. Faça sempre sua vontade prevalecer e a sua palavra ser a final.

3. Use suas férias

É muito sedutora a idéia de usar todas as férias para a lua-de-mel, entretanto, conciliar as tarefas dos preparativos com sua rotina normal e ininterrupta de trabalho, pode se tornar difícil.
Reserve poucos dias de suas férias, aproveitando o máximo para resolver assuntos ligados ao casamento. Isso diminuirá muito o nível de stress, pois assim, você preservou alguns finais de semana e não, tendo também que sair todas as noites.

4. Simplifique sempre que possível

Verifique cuidadosamente todos os itens de seu cerimonial e determine quais podem ser simplificados, reduzindo assim consideravelmente problemas e frustrações. Questione a real necessidade de serviços fora de sua cidade, evite escolher flores para decoração que estejam fora da estação, não marque vôo para a viagem de lua-de-mel para o dia seguinte bem cedo, faça a mala com antecedência, não faça regimes milagrosos nos últimos três meses, contrate um serviço de entrega de convites, ou deixe alguém de confiança com esta tarefa, e aqueles que são necessários serem entregues por vocês, planejem com antecedência as visitas e façam um roteiro. Antecipe seu vestido de noiva para que esteja pronto, em casa, pendurado, pelo menos uma semana antes do casamento, reconfirme horários já marcados como cabeleireiro, maquiador, etc…

5. Espere algum stress

Parece mentira mas, infelizmente é a mais pura das verdades afinal, vocês estão organizando um dos eventos mais marcantes de uma vida a dois. Nesse momento anterior ao casamento, você que viver cada momento como uma antecipação gratificante, quando na verdade surgem tensões e ansiedades, trazendo dificuldades inesperadas. O que fazer então?

Respire e tente relaxar e coloque em sua mente que este é um momento para curtir e que voc6e está fazendo tudo da forma correta e portanto, vai dar tudo certo. Confie em seu planejamento e na sua organização.

6. Dê um tempo à você mesma

Separe um momento tranqüilo todos os dias para você. Faça qualquer coisa que seja realmente relaxante para você, ou que faça esquecer todo o resto. Uma caminhada, uma leitura, escutar aquele CD que nunca dá tempo, um filme, ginástica, o que quiser.

7. Descanse e alimente-se adequadamente

Dois pontos chaves que contribuem muito para o stress, é uma alimentação inadequada e poucas horas de sono. Não cometa o erro de fazer suas refeições correndo, em horários alternados, abusando de sanduíches e lanches rápidos. Evite também perder horas de sono, procure manter seu ritmo normal.

8. Visualize positivamente

Dê toda a tenção possível a cada detalhe, porém lembre-se que estes fazem parte de um todo. Este conjunto final, que é o que todos desfrutarão, deve sempre formar uma imagem agradável e positiva. Não deixe que cada detalhe, que não saiu como você queria, destrua tudo que deu tão certo. Quanto mais estiver perto da data do casamento, focalize cada vez claramente de profunda alegria que todo o cuidado, carinho e trabalho do preparativo irão proporcionar.

9. No dia do casamento: Proteja-se!

· Não deixe nada planejado ou sob sua responsabilidade para ser resolvido na véspera ou no dia. Tarefas corridas no final só trarão pânico e histeria.
· Dê a você mesma tempo extra, mais do que suficiente para maquiagem, cabelo, arranjos, manicure e vestuário.
· Relaxe e respire fundo! Você e tomou todas as precauções e tudo será maravilhoso.

 

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Finanças

 

  • Evite lavar o carro durante a estiagem – se necessário, use um balde e pano, nunca a mangueira;
  • Não use a mangueira para limpar a calçada, use uma vassoura;
  • Prefira o uso de regador ao da mangueira para regar as plantas;
  • Escove os dentes com a torneira fechada;
  • Feche o chuveiro quando for se ensaboar;
  • Ensaboe toda a louça com a torneira fechada;
  • Tente não passar dos dez minutos no banho;
  • Feche bem as torneiras após o uso;

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Finanças, Áreas da Vida

 

  • Não compre nada por impulso. Se achar uma boa oferta, pergunte-se se precisa realmente daquilo e se tem condições para pagar. O ideal seria ir para casa e, caso o produto realmente seja importante, voltar quando puder e adquirí-lo. É importante pesquisar antes de comprar também, mesmo que seja uma excelente promoção, pois podem haver lojas com o preço menor para o mesmo produto;
  • Não tenha vergonha de pedir desconto no mercado informal;
  • Guarde sempre a nota fiscal do que comprar;
  • Quando receber seu salário, já pague as contas, mesmo que elas vençam daqui a muitos dias (você pode não ter o dinheiro quando chegar a data de vencimento);

Como economizar no supermercado

  • Planeje os pratos que fará durante uma semana em sua casa;
  • Verifique sua despensa para saber o que tem e o que falta;
  • Faça uma lista de compras antes de sair;
  • Evite comprar produtos que não estão na lista;
  • Compare o preço de outras marcas do produto que você está acostumada(o);
  • Coma em casa antes de ir ao supermercado;
  • Veja os produtos debaixo e os de cima, pois os lojistas colocam os mais caros e supérfluos na altura dos olhos;
  • Não tenha vergonha de esperar pelo troco, ele é seu;

Compras maiores

  • Nunca compre nada sem ler ou entender bem o contrato;
  • Fique atenta(o) às datas de pagamento;
  • Fique atenta(o) aos juros;
  • Verifique no site do Procon se a empresa possui queixas antes de comprar algo nela;

Compras a prazo

  • O ideal é juntar dinheiro e comprar à vista. O produto não fugirá da loja e promoções acontecem sempre;
  • Preste atenção nos juros;
  • Em todos os “parcelamentos sem acréscimo” estão embutidos os juros;

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa, Lazer

É muito comum comprarmos revistas ou separarmos artigos de jornais para lermos depois e isso nunca acontecer. Assinaturas de revista então, nem pensar. Faça assim: compre um caderno de 100 folhas e cole os artigos nele. Jogue o resto da revista ou do jornal fora, guardando somente o que lhe interessa e que deseja ler.

Depois, leve esse caderno para cima e para baixo com você. Você sempre arranjará algum tempo para ele: no ônibus, esperando uma consulta médica, esperando o almoço vir, no trânsito, no banheiro etc. Quando o caderno estiver cheio e você já tiver lido tudo, jogue-o fora ou leve para algum centro de reciclagem.

Se não quiser usar caderno, uma boa alternativa são as pastas de plástico, pois pelo menos você só troca os artigos. Veja o que for mais cômodo para você. Imagine-se sentada no ônibus com um caderno dobrado ao meio ou uma pasta aberta. O que for melhor para você sempre é a melhor escolha.

Uma alternativa ainda melhor é utilizar cadernos já cheios, que você jogaria fora porque não possuem mais utilidade. Essa é uma excelente forma de reutilizar o material e colaborar com o meio-ambiente.

Não há necessidade de guardar jornais e revistas antigos! Livre-se da tralha!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa, Carreira, Estudos

Se você é um ser humano normal, possivelmente tem toneladas de papel em casa. Sejam eles contas, documentos, cadernos, provas, enfim, eles existem. O que fazer com eles, afinal?

1. Passe pelos cômodos da casa e recolha todos os papéis que estão fora do lugar.

2. Sente-se e separe todos esses papéis em categorias. Podem ser: contas, cartas, recados, propaganda, trabalho, estudos. Veja o que funciona para você e separe em suas próprias categorias.

3. Separe o que é lixo. Se você recebeu alguma propaganda interessante, resolva imediatamente o que fará com ela, e jogue fora.

4. Você já possui um lugar onde guarda as suas contas, por exemplo? Guarde-as agora então. E para os outros papéis, como provas da escola de seus filhos? Seus desenhos? Anotações importantes? Se você não tem, é interessante providenciar.

Aliados importantes

Bloco de anotações: Ele deve andar com você de cima para baixo. Esse importante instrumento servirá para anotar idéias, coisas importantes, enfim, tudo o que vier à sua cabeça ao longo do dia. Coisas como “ligar para Leila” devem ser depois passadas para a sua agenda.

Agenda diária: Imprescindível. Nela você deve anotar tudo o que deve fazer. Parece óbvio, mas a maioria das pessoas não faz ou não segue o que está escrito. Nunca se separe da sua agenda. Já pensou se você marca um compromisso no mesmo horário em que tinha uma consulta no dentista, por exemplo?

Lista de compras: Uma extensão do bloco de anotações para a sua cozinha e tudo o mais de sua casa. Você pode anotar em seu bloco de anotações o que está faltando e depois passar para ela. Não vá ao mercado sem tal lista. nela você também deverá colocar todas as promoções que recebeu pelo correio, por exemplo.

Pastas: Serão suas maiores aliadas. Você pode organizar praticamente todo tipo de papéis em pastas. Etiquete-as e coloque tudo o que for relacionado dentro, para não perder e não bagunçar.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Rotinas, Lazer

Não use a falta de dinheiro como desculpa para não levá-las para fazer alguma programa especial. Ficam aqui algumas sugestões para fazer um dia feliz sem gastar muito.

1. Se você fizer a dobradinha cinema + lanchonete, gastará muito dinheiro. Que tal variar e levar as crianças para um piquenique? Escolha um local bonito e bem freqüentado, prepare uma bela cesta com tudo o que os pequenos gostam de comer e beber e lembre-se dos pratos, copos, talheres, guardanapos.

2. Que tal cultivar uma pequena horta em casa? Independentemente do fato de morar em uma casa com um grande quintal ou em um pequeno apartamento, utilize o espaço que puder. Em espaços pequenos, plante vasinhos com os principais temperos que você usa na cozinha: manjericão, coentro, salsa, sálvia, hortelã. Em espaços grandes, plante flores, que depois enfeitarão sua casa e seu jardim. Você arranjará um hobbie e poderá ensinar às crianças diversos conceitos importantes sobre a Natureza.

3. Dê um passeio turístico na sua cidade, como se estivesse de férias nela. Visite os principais pontos e aproveite para ensinar um pouco de História para as crianças. Será um incentivo a você mesma(o) para aprender mais sobre o local onde vive.

4. Verifique os jornais na semana do feriado, porque existem sempre lugares com a programação (muitas vezes gratuita) especialmente voltada para as crianças.

5. Se estiver chovendo, monte a sua própria programação em casa! Pense na possibilidade de ensinar algum tipo de artesanato, pintura, levar as crianças para a cozinha para preparar um bolo simples (no qual elas podem ajudar), leia um livro interessante ou mesmo alugue um filme. Seja criativa(o)!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.