Categoria(s) do post: Casa, Limpeza

Um dos métodos de organização utilizados por mim e discutido aqui no blog é o sistema FLY Lady. Nessa semana, estamos na zona 5, a sala de estar, e por isso segue a lista de limpeza detalhada que você deve fazer para ter sua sala limpa. Lembre-se de primeiro destralhar o ambiente.

  • Tire as teias de aranha
  • Limpe as janelas
  • Tire o pó e organize as estantes
  • Tire o pó dos outros móveis
  • Limpe as impressões digitais das paredes
  • Passe o lustra-móveis
  • Verifique a pilha de revistas e jornais para saber se pode jogar algo fora
  • Limpe o telefone
  • Bata as almofadas e deixe-as tomando sol
  • Limpe a lareira (se tiver)
  • Limpe atrás e embaixo dos móveis
  • Lave o tapete

A sala de estar também contempla a varanda e a sala de jogos, se você tiver uma.

Acompanhe ao longo da semana dicas diárias no Twitter para manter sua sala organizada.

Lembre-se: uma coisa de cada vez.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Paul e papai estão brincando juntos, sem problemas. Mamãe chega para almoçar e vê os dois se divertindo. Ao anunciar a chegada, o bebê começa a choramingar, esticando os bracinhos e pedindo colo. Manha.

Mas o que fazer? Não pegar? Claro que eu pego. Antes, tento fazê-lo parar de chorar com alguma coisa ao redor, distraindo-o. Quando ele para, eu o pego, encho de beijos e devolvo ao chão para brincar.
É só comigo.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Você não precisa gastar horrores para ser uma pessoa organizada. O ideal é aproveitar o que você já tem, encontrando soluções práticas. De qualquer forma, existem algumas ferramentas que podem te ajudar no dia-a-dia sem que você gaste muito, e são elas:[list]

  1. Caderninho para anotações. Para anotar desde coisas para fazer até ideias que não gostaria de perder. A Tilibra tem modelos ótimos abaixo de $10.
  2. Divisores de gaveta. São vendidos em lojas de $1,99 e nas revistinhas da Avon, mas você também pode fazer os seus com papelão e tesoura ou usando caixinhas de chá. As possibilidades são infinitas e você ainda recicla seu material.
  3. Agenda para toda a família. Você não consegue ser organizado(a) se não tiver uma agenda. Se tiver mais de um membro na sua casa (sua esposa ou esposo, seus filhos), você certamente irá se perder se não tiver os compromissos de todo mundo anotados. Com menos de $20, você compra uma agenda ok. Se não quiser gastar nada, pode usar a agenda do Google, que ainda separa por categorias e envia lembretes para o celular.
  4. Etiquetas. Coisas rotuladas ficam muito mais bonitas e organizadas. Você pode saber hoje o que colocou naquela pasta que vai em cima do armário, mas lembrará com tanta facilidade daqui a alguns meses? Você não precisa ter uma rotuladora para isso (apesar de facilitar bastante), nem comprar etiquetas auto-adesivas (apesar de serem baratas) – basta imprimir ou escrever à mão e colar. Isso inclusive vai fazer com que você aproveite restos de papel.
  5. Saquinhos. Não importa se de plástico ou de pano, eles sempre são úteis. Você pode guardar coisas separadas por categorias dentro da sua bolsa, por exemplo, ou organizar material de escritório.
  6. Caixas organizadoras. Sempre precisamos armazenar coisas, por menos que a gente as tenha, e não inventaram nada melhor que as caixas para fazermos isso. Use caixas de embalagens (eu uso muito as caixas de fraldas atualmente) encapando-as com um papel de presente bacana. Não precisa comprar.
  7. Ganchos de parede. Eu sou uma pessoa que não imagina o mundo sem esses ganchos em cada cômodo. Para toalhas no banheiro, casacos na sala e pijamas no quarto, considero uma das principais ferramentas de organização. Podem ser encontrados em lojas de $1,99 também e em muitas outras, sempre baratos.
  8. Arames. Sabe aquele infame araminho que vem no saco do pão? Saiba que você pode usá-lo para organizar fios, por exemplo.
  9. Prateleiras. Não importa se de madeira ou de aramado, as prateleiras vão dentro e fora dos armários, aumentando os espaços e proporcionando uma organização muito maior.
  10. Pastas. Por mais que você diminua a quantidade de papel, eles estão sempre indo e vindo e não conseguimos evitar. Apenas mantenha tudo organizado com pastas, que são baratas e podem ser encontradas por cerca de $3 cada.

[/list]E você, tem alguma ferramenta de organização que tenha sido super barata ou mesmo sem custo? Compartilhe nos comentários.

Cadastre seu e-mail para receber as atualizações do blog
(não se preocupe – eu NUNCA enviarei spam):

Por FeedBurner

Categoria(s) do post: Lazer
{Imagem: Getty Images}

Particularmente, prefiro gastar com essas coisas a gastar com a conta de luz maior. Veja se você também prefere:

  1. Acenda uma lareira ou faça uma fogueira em casa, se você tiver a possibilidade de fazer qualquer uma das duas coisas.
  2. Acenda velas. Tomando as precauções necessárias de segurança, elas aquecem e dão um toque a mais na decoração.
  3. Deixe mantas espalhadas pela casa: na poltrona, no sofá, na cama. Sempre que você sentir um friozinho, poderá se aquecer.
  4. Cubra sua casa com camadas, o que inclui tapetes e muitas cobertas na cama. O importante é não pisar no chão frio com os pés descalços.
  5. Invista em um bom edredom, se você ainda não tem um. A ideia é usar um cobertor (mesmo que leve) e um edredom por cima, para reter o calor.
  6. Abuse dos líquidos quentes: chás, cafés, sopas, vinhos (não abuse tanto desse último!).
  7. Asse alguns cookies! São rápidos e fáceis de fazer, mas fazem toda a diferença no dia-a-dia.
  8. Faça exercícios diariamente. Mesmo que seja somente uma caminhada, vai te ajudar a se manter aquecido(a).

O inverno é a minha estação preferida. É uma pena que dure tão pouco, mas é muito bom aproveitar a época de friozinho.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Tenha uma boa semana!

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa

Essa semana vi essa ideia no site da (diva) Martha Stewart e fiquei pensando nela a semana toda. Isso sim é uma dica de organização decente! Trata-se de uma simples caixa que você deixa no carro para possíveis emergências, como por exemplo algo no carro pifar e você ter que ficar parado(a) um tempão na rua (ou pior, na estrada) esperando resgate. De qualquer forma, não custa nada e vale a pena manter um kit desses no porta-malas. Com algumas contribuições minhas, veja:

  • toalhas de papel
  • kit de primeiros socorros
  • extintor automático
  • fita adesiva forte
  • kit de ferramentas básicas
  • cabos elásticos
  • cordinhas
  • sinalizadores
  • água mineral
  • barras de granola
  • papinhas industrializadas (se você tiver bebês)
  • fraldas (se você tiver bebês)
  • cobertor
  • agasalhos
  • chip de celular com crédito extra

E você, se fosse pego(a) desprevinido(a) na estrada no meio da noite, o que gostaria de ter no carro para te ajudar a não ficar tão apavorado?

Categoria(s) do post: Lazer
{Imagem: Getty Images}

Agora que o inverno chegou, está na hora de tomar algumas providências. Pode ser que você já tenha feito alguma delas, mas de qualquer forma segue uma lista para usar como referência nesse início de estação:

  1. Guarde as roupas de calor, mas não sem antes verificar se há reparos a serem feitos e selecionar o que realmente você deseja guardar. É bom deixar uma ou outra peça de fora, pois o tempo pode variar. Onde guardar? Você pode ter um grande cesto de plástico na parte de cima do armário, guardar em uma mochila de viagem ou simplesmente dentro de uma caixa.
  2. Arrume seu guarda-roupa com as roupas de inverno, tais como jeans, meia-calças, blusas de lã e de manga comprida. Você vai perceber que precisa de alguns itens. Faça uma lista enxuta e planeje a aquisição para os próximos meses.
  3. Tome providências no lado externo da casa. Por exemplo, se você mora em um lugar que, no frio, há uma incidência maior de ratos, pode ser que você queira reforçar as arestas pela casa para que nenhum deles entre.
  4. Faça uma boa limpeza, abrindo as janelas, talvez até pintando a casa. Você ficará feliz por ter feito isso pois dá uma sensação instantânea de renovação.
  5. Tome providência dentro de casa, como trocar cortinas leves por cortinas mais grossas, selar entradas de ar pelas janelas e portas e outras providências do tipo. Cada residência tem as suas peculiaridades.
  6. Verifique a possibilidade de instalar um aquecedor. Eu não gosto e não tenho em casa, mas para algumas pessoas é uma necessidade. Veja também outros equipamentos que podem ser úteis, como um aparelho de inalação no caso de crianças pequenas.
  7. Pesquisar receitas e planejar menus da semana com cara de inverno, acrescentando sopas, guisados, carnes de forno, pães, queijos e comidas bem quentinhas sempre.
  8. Planejar atividades para você e sua família para quando tiver que ficar em casa. Sempre existirão os dias de preguiça eterna ou aqueles em que estará tão frio que a última coisa que você desejará fazer é colocar seus pés na rua.
  9. Planeje o segundo semestre, os próximos feriados e os objetivos que deseja alcançar.

E você, acrescentaria mais algum item a essa lista? Qual?

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Casa

Sempre fui fã de paredes coloridas, mas ultimamente tenho gostado do branco total e cores nos acessórios. Essa foto aí de cima é de uma casa na Suécia que eu achei linda e quis compartilhar com vocês. Daqui.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Diário da Thais

Ontem participei do 3º Seminário Crescer – Famílias Contemporâneas, cujos temas foram as novas tecnologias influenciando as famílias e a quantidade abissal de coisas que precisamos fazer em 24h. Gostaria de agradecer a revista pelo convite, pois foi muito bacana.

{Imagem: Crescer}

Uma coisa que ficou muito clara para mim foi a questão das gerações. A geração X está cansada. Trabalha muito, não tem tempo para nada. A geração Y (me incluo aqui) foi nessa onda, mas já tem a consciência de que algo está errado e precisa mudar. Mas e aí, o que fazer? Home-office? Mudar para o interior? Fazer ponto-cruz?

Algumas pessoas (geralmente antes de ter filhos) costumam reforçar certos respiros no seu dia-a-dia como “no domingo eu durmo até tarde” ou “minha hora do almoço é sagrada”. Agora, a geração seguinte, conhecida como geração Z, tem outro pensamento. O ócio se torna luxo básico. E essa galerinha está crescendo, vai amadurecer essa ideia ainda. Quando os nossos filhos crescerem, tudo será diferente, mas eles pegarão a fase pós-revolução – talvez bem parecida com a essência dos anos 60. Só podemos esperar coisas boas dessa geração que já nasceu sem distinção entre o real e o virtual.

Aliás, tem como distinguir? O modelo Paulo Zulu, convidado do Seminário, usou bastante os dois termos durante a primeira parte da discussão, sobre famílias geek. E, no final, alguém da platéia perguntou se ele real ou virtual, deixando-o em uma saia-justa resolvida pela apresentadora Rosana Jatobá: “quem quiser conferir se ele é real, vem dar um abraço mais tarde”, arrancando gargalhadas da platéia, composta em sua maioria por mães.

O que a geração X não entende é que nunca poderá entender a geração Z. Assim como a geração Z não entenderá suas sucessoras. Isso é antigo. O choque é inevitável. Então como alguém de 45 anos pode falar “o que acha certo ou errado” em ambiente virtual (e real) para os filhos de 14? Eles não entendem. Então voltamos ao básico, que é entrar na vida dos filhos, conversar, e simplesmente fazer o melhor possível para criá-los para o mundo, pois o suposto controle sobre eles nunca existiu.

Falar que 24h por dia é pouco já se tornou tema de lamentação. É o que eu vivo dizendo por aqui: ninguém tem tempo. A triste constatação é que os nossos filhos também não. Para suprir a nossa ausência e mantê-los ocupados, estamos lotando-os de tarefas e responsabilidades que eles não precisariam ter. Mas também, com quem eles vão ficar enquanto a mamãe trabalha, se não for na aula de francês..?

O que eu tenho aprendido nos últimos anos é que:

  1. Se eu não priorizar as coisas na minha vida (e isso significa dizer “não” mais vezes), ninguém fará por mim;
  2. O ótimo é inimigo do bom e 8 não é 10, mas é ok;
  3. Existe um nível de caos tolerável para cada um de nós.

Não adianta reclamar do que não dá para mudar. O ideal é mudar e viver nossa vida da forma que queremos, mas nem sempre isso é possível. Não dá para pedir demissão em uma multinacional se o seu sonho é pintar quadros sem planejamento, e isso demanda tempo. E o meio-tempo é o hoje – é a vida que acontece enquanto você precisa arrumar mochilas e lavar a roupa.

Precisa ter calma, se organizar da melhor forma possível, antecipando o que puder e priorizando sempre. Porque não só as mães são equilibristas – os pais também! Família é trabalho em equipe, senão realmente não tem condições e todo mundo acaba surtando. A mãe precisa deixar o pai participar, criticar menos, e o pai precisa ter boa-vontade sempre.

Cada dia é uma oportunidade de fazer diferente, de correr, mas manter o afeto. Por isso eu acho fundamental abraçar o seu caos tolerável, e não xingá-lo. Apaixonar-se novamente pela vida – lembrar do motivo pelo qual você existe e acorda de manhã. Perceber como você pode lidar com as tarefas do dia-a-dia se estiver sendo fiel a si mesmo(a), não importa a qual geração você pertença.

Ninguém é perfeito. Ninguém consegue fazer tudo. Ninguém é 100% organizado. Veja sua geração como ela é e aceite as mudanças, porque essa é a única verdade imutável. E espere coisas boas dessa galerinha que está vindo, pois eles chocarão mais ainda.

Esqueça um pouco o controle. Foque no afeto. Priorize. Não busque a perfeição. Abrace o caos. Isso foi o que eu tirei de lição do Seminário da Crescer. E achei muito bom.

Categoria(s) do post: Casa

Posto todas as segundas-feiras o menu planejado para a nossa casa. O menu dessa semana está bem sem-vergonha, pois teremos um feriado cheio de eventos e almoçaremos fora em grande parte dele. De qualquer forma, segue como nos organizamos:

Segunda-feira

Almoço: (restaurante self-service)

Jantar: hot-dog

Terça-feira

Almoço: alcatra, batatas assadas, arroz e salada

Jantar: sanduíche de peito de peru, queijo branco e salada

Quarta-feira

Almoço: estrogonofe

Jantar: pizza

Quinta-feira

Almoço: feijoada

Jantar: (festinha de aniversário de uma amiga)

Sexta-feira

Almoço: (lanche na estrada)

Jantar: (restaurante)

Sábado

Almoço: (restaurante)

Jantar: (restaurante)

Domingo

Almoço: baião de dois

Jantar: sanduíche

E o menu de vocês, está mais saudável que o nosso? (espero que sim)

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Se você não consegue se organizar, talvez esteja dando algumas das desculpas listadas aqui. Veja as soluções para dar um basta na desculpite e conseguir atingir seus objetivos.

{Imagem: Getty Images}

1. “Não tenho tempo para me organizar!”

Essa é clássica. Encare a realidade: ninguém tem tempo. Qual a diferença entre você e uma pessoa igualmente ocupada que alcança seus objetivos? Organização. E organizar-se é saber definir prioridades. Quando você diz que não tem tempo, na verdade está dizendo que determinado assunto não é prioridade na sua vida. Não tem problema seu trabalho ser a sua principal prioridade, se você está feliz assim. Mas a maioria dos seres humanos possui sempre mais de uma prioridade na vida, nem que seja somente ter uma boa saúde, por exemplo. Comece a se organizar para definir suas prioridades.

2. “Eu sei me organizar, mas depois de um tempo tudo volta ao normal”

Então talvez você não saiba se organizar, mas arrumar o que está bagunçado durante algum tempo. Se você tivesse se organizado, teria encontrado uma solução verdadeira que não resultaria em bagunça depois. Veja porque arrumação é diferente de organização e busque soluções efetivas para a sua vida.

3. “Eu sou organizado(a), mas meu cônjuge não”

Ninguém vive em uma ilha. Se você mora sozinho(a), pode manter a organização do seu jeito em sua casa, mas e no trabalho, por exemplo? Então precisamos aprender a lidar com a desorganização dos outros se pretendemos não nos estressar no dia-a-dia. Observe os problemas de organização na sua casa e seja criativo(a). Se seu cônjuge sempre deixa a roupa suja no chão do banheiro, melhor colocar um cesto de roupa suja ali que brigar todos os dias por algo que não vai mudar. Se sua casa é desorganizada “por causa de outra pessoa”, significa que você também não é, pois está permitindo que isso aconteça. Não é para brigar, mas para pensar e encontrar saídas.

4. “Não aguento organizar e meus filhos bagunçarem tudo na sequência”

Taí uma realidade que mães e pais precisam encarar durante alguns anos: os filhos bagunçam a casa. O que você precisa fazer é encontrar uma maneira de minimizar seu estresse a respeito. Que tal um cômodo só para brincadeiras, se você tiver espaço? Você pode definir um canto da sala para este fim, por exemplo. Centralize os brinquedos em um único lugar e arrume somente no final do dia. Nada de ficar o dia inteiro recolhendo brinquedos e bufando aos quatro ventos. Isso não é bom para você nem para as pessoas ao seu redor – incluindo seus filhos. Acabe primeiro com a desordem visível. O que não pode é desistir de tudo só porque as crianças estão sendo… crianças. Você não é.

5. “Não tenho espaço em casa!”

Sua casa é pequena ou você que tem coisas demais? Não dá para organizar tralha – livre-se da tralha, tenha em casa somente aquilo que ama ou usa, e o espaço aparecerá. Pare de comprar coisas durante algum tempo e use mais o que você tem.

6. “Não tenho dinheiro para comprar os itens necessários para organização”

Postei na última linkagem de domingo um exemplo de família que mora em um único cômodo e consegue encontrar maneiras de se organizar. Em primeiro lugar, não busque a perfeição. Em segundo, faça o melhor que puder com o que você tem. Use latinhas de extrato de tomate para colocar canetas, por exemplo. Ou caixas de produtos para organizar papéis. Ou potes velhos para guardar miudezas. O que não pode é achar que nunca conseguirá ter uma casa organizada simplesmente porque não tem uma rotuladora.

7. “Preciso fazer hora extra todos os dias”

Você sabia que o profissional que trabalha até mais tarde é considerado desorganizado pela maioria dos gestores em empresas? Isso porque, se ele não consegue dar conta de suas tarefas no horário do expediente, pode ser que ele não seja tão eficiente assim. Se o caso for um acúmulo de funções, talvez seja hora de você procurar um emprego melhor para você. O que não pode é continuar como está, prejudicando todos os outros setores da sua vida.

8. “Quando chego em casa, não paro um minuto!”

É bastante provável que você não tenha um rumo a seguir, fazendo o que aparecer na sua frente primeiro. Você só tem a ganhar se organizando: pode planejar o que vai fazer para o jantar, o que vai limpar em cada dia, o que vai usar na manhã seguinte etc. A primeira coisa que você pode fazer é criar uma rotina diária com o que considera essencial – aquilo que, se não fizer, sua casa “cai”. Lavar a louça, arrumar a cama, limpar a pia do banheiro – os básicos. Com base nessa lista, vá riscando ao longo do tempo. Não precisa fazer tudo de uma vez. Você pode limpar a pia do banheiro depois que escovar os dentes, por exemplo. Veja 10 coisas que você pode fazer para manter a sua casa limpa todos os dias. O objetivo é ter foco e não se estressar por coisas que deveriam ser feitas no piloto automático, pois assim você terá tempo para descansar e fazer qualquer outra atividade que queira há tempos.

9. “Já tenho muita coisa para fazer e não quero me preocupar com mais uma”

Todo mundo tem muita coisa para fazer. Você precisa se organizar para não ter um infarto em breve. Talvez você tenha que diminuir a quantidade de coisas que faz. Conheça a minha filosofia sobre tempo e tarefas a concluir. Todo mundo passa por um momento na vida em que dá vontade de fazer tudo ao mesmo tempo. Você pode fazer tudo, mas não ao mesmo tempo, senão vai surtar. Organize-se para fazer uma coisa de cada vez (ou mais, mas não todas).

10. “Acho besteira ser organizado(a)! Eu me encontro na minha bagunça”

Então por que você está aqui? Talvez porque você queira fazer algo em sua vida e não consegue encontrar tempo? Tornar-se uma pessoa organizada não vai te deixar com TOC – basta pegar leve e focar no essencial. Ninguém precisa ser um ás da organização, mas um mínimo necessário faz parte se você não quiser “deixar a vida te levar”. Ter objetivos e trabalhar para cumprí-los pode ser algo que você deseja no momento e, se for, a organização pode te ajudar. Se você não se importa, pode continuar desorganizado. Afinal, a vida é sua. Conheça o valor do tempo e um motivo para se organizar.

Para começar a semana em grande estilo, uma chacoalhada de leve com as principais desculpas dadas por aqueles que não querem ou dizem que não conseguem se organizar. Será que você não vive dando uma delas?

Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Ontem precisamos ir com o Paul ao pronto-socorro porque ele passou a noite de sexta para sábado chorando, chorando… dor de garganta. Por sorte, só isso. Nada de pneumonia da mamãe, mas todo cuidado é pouco. Ele tomou uma injeção e já está bem melhor, apesar de ter acordado a noite inteira de ontem para hoje. Mas pelo menos não parece estar com tanta dor, tadinho.

Pra complementar, os dentes de cima estão nascendo beeem devagar, rasgando a gengiva, e às vezes só de a comida encostar ele já chora. Então imaginem tudo junto. Ontem à noite ele só acalmou com música. Anderson destilou todo o repertório do iPod (que é composto basicamente 90% por Paul McCartney) e ele dormiu. Achei bonitinho.

Depois da noite em claro, Ande ficou com o Paul desde às 6h para eu conseguir dormir um pouco mais (até às 8h), e agora eles estão dormindo. Se estiver sol, vou levá-lo à quermesse depois do almoço. Sei que ainda não fiz o post dos 14 meses, mas já comecei a escrever e em breve eu posto. =)

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.