Categoria(s) do post: Saúde

Ultimamente, vários alunos e leitores têm me pedido para falar sobre o teste do cronotipo, então achei que valia a pena escrever um post sobre as minhas percepções a respeito. Eu acho super legal como vocês me sugerem temas, pois nunca deixo de ter ideias para o blog. XD

O teste do cronotipo é um teste para você entender melhor o seu relógio biológico.

O resultado se baseia em alguns animais: lobo, urso, leão e golfinho.

Pelo que eu pesquisei, esse teste foi criado por um médico americano chamado Michael Breus, conhecido como “Doutor Sono”. Você pode fazer o teste aqui (em português).

Para mim, o teste é um pouco inconclusivo porque, dependendo da fase da minha vida (e até da estação do ano), eu oscilo entre dois resultados: lobo e urso. De modo geral, ambos os animais refletem uma rotina que não começa de madrugada, que tem um melhor aproveitamento do meio da manhã até o meio da tarde etc.

Fazer esse teste foi legal para comparar com os ritmos circadianos e eu me conhecer melhor.

Estou em uma fase bem difícil com relação ao sono, pois desde a minha viagem para fora em junho o meu relógio biológico está bagunçado e eu não consigo arrumar de jeito nenhum. Isso tem impactado a minha alimentação, a minha atividade física e todo o resto.

Por outro lado, essa bagunça no relógio deixou a minha saúde melhor! O que me levou a refletir: será que eu não estava me impondo um ritmo que não era natural? Enfim, estou curtindo o momento, aproveitando para me conhecer melhor.

A conclusão que sempre tiro quando leio sobre testes e pesquisas relacionando o nosso corpo à natureza é como o horário das 8h às 18h é uma arbitrariedade que um dia foi definida como padrão, e que impacta positiva e negativamente muitas pessoas. Vai chegar um momento (espero) em que todos nós conseguiremos trabalhar e fazer as nossas atividades nos melhores horários para cada um de nós, e não de acordo com o que regras arbitrárias nos obrigam.

Conta aqui embaixo nos comentários o resultado do seu teste e o que você achou dele. 🙂 Vou adorar saber.