Categoria(s) do post: GTD™

Esta é uma dúvida comum que surge sempre que eu publico um post contando que migrei de ferramenta, então achei que valeria a pena publicar um post para que ficasse como referência.

Vale começar dizendo que eu não migro tudo, e sim as listas, que são:

  • Próximas ações
  • Projetos
  • Algum dia, talvez
  • No máximo checklists

A maior parte dos arquivos, que são informações de referência e de suporte a projetos, ficam em suas ferramentas diversas. Tenho arquivos no Evernote (maioria, prefiro, como padrão), Google Drive (coisas da Call Daniel), Dropbox (fotos, vídeos e arquivos maiores) e Mind Meister (mapas mentais). Não tem motivo para migrar esses. Então, quando falo em migração, estou me referindo às listas de “afazeres”.

Eu faço a migração completa em uma única revisão semanal um pouco mais demorada, mas de uma só vez. Algum dia talvez pode demorar um pouco mais, e tá tudo bem (porque não são coisas do dia a dia, mais urgentes), e checklists eu migro conforme vou precisando delas. É bem rápido e sem traumas.

Migrar as listas é maravilhoso porque me permite fazer uma revisão bem completa e uma “limpa” geral, enviando para a nova ferramenta apenas aquilo que ainda quero manter, da maneira mais atualizada possível.

Espero que este post tenha deixado claro meu processo, mas caso tenha alguma dúvida sobre algo que não comentei aqui, deixe um comentário. Obrigada.