Categoria(s) do post: Armazenamento, Roupas

Ah, o que a quarentena faz com as nossas pobres mentes! XD

Eu gosto de usar a técnica do armário-cápsula para organizar o meu guarda-roupa. A adaptação que faço é criar uma cápsula de peças para um período de tempo em que ela faça sentido para mim – não necessariamente por estação, mas uso as estações como direcionamento.

No início de setembro, eu reorganizei o meu armário para esse período entre estações. Setembro é um mês esquisito em São Paulo, porque temos dias muito quentes, assim como dias frios, e chove muito ou o tempo fica super seco durante uma semana. Então foi um armário de transição mesmo.

No entanto, com a entrada de outubro, o “friozão” se tornou menos frequente e eu percebi que poderia guardar as blusas mais grossas de lã, lavando, mandando cobertor mais grosso para a lavanderia e dando adeus definitivamente para o inverno. Isso me deu vontade de reorganizar o guarda-roupa novamente, e decidi dar a ele o tema de “1 mês em Paris”. rs

Não, é óbvio que eu não vou viajar. Mas eu quis cortar a minha franja de novo e, inspirada pela série na Netflix (“Emily em Paris”), tudo estava me deixando com vontade de pensar em um armário-cápsula de transição para o verão com essa temática. Então lá fui eu no último domingo reorganizar as coisas e manter as peças que fossem coesas nessa temática. É uma maneira de exercitar a criatividade. Eu me divirto.

Escolhi duas cores neutras escuras (preto e marinho) e duas cores neutras claras (branco e bege). Como cores de destaque, escolhi o azul “bic” e o amarelo. Tudo o que não se encaixasse nesses tons eu guardei em outra parte do guarda-roupa, com uma ou duas exceções (por exemplo, uma camiseta listrada marrom que dá para ver na gaveta acima).

Sobre as peças:

  • Calças essencialmente jeans, tirando uma de alfaiataria preta e uma pantacourt bege. Uma minissaia de couro (fake) preta, porque é a única minissaia que tenho. Dois vestidos de malha pretos e um vestido florido longo que adoro. Uma bermuda jeans com laço e uma bermuda de linho bege. Essas foram as partes de baixo.
  • Mantive suéteres pretos, bege, marinho e branco. E um listrado preto e branco.
  • Camisas, apenas duas: uma branca e uma jeans.
  • De casacos: um trench bege, uma jaqueta jeans e um blazer preto.
  • Algumas blusinhas estão penduradas – blusas que não considero camisetas, pois são de algum tecido mais molinho ou são regatas.
  • Na gaveta, estão, da esquerda para a direita: os suéteres, camisetas listradas (em seu esplendor nesse tema de armário!), camisetas lisas, camisetas estampadas e camisetas de manga longa. Acabam sendo o que eu mais uso no dia a dia.

Nas outras duas gavetas do armário, uma é para lingeries e outra para pijamas e roupas de ginástica.

As calças jeans, tenho tipos diferentes: uma pantalona, uma skinny, uma pantacourt e uma reta, mais clara. Também tem uma de sarja branca e outra preta.

Chamei esse armário de “1 mês na França” porque é o que eu levaria se fosse passar um mês lá. Só podemos sonhar no momento, então que a França venha até mim. <3

Eu acredito que esse armário se mantenha por mais ou menos um mês mesmo, antes da chegada do verão e de um calor mais intenso.