Categoria(s) do post: GTD™, Áreas da Vida

010415-editorial

[cap]S[/cap]e tem algo que eu venho fazendo de uns tempos para cá, é focar mais no que é importante para mim. Percebi que eu consigo fazer tudo aquilo que eu quiser se diminuir as expectativas, me pressionar menos e ser menos perfeccionista. Muitas vezes me vi cobrando coisas que eram humanamente impossíveis de se conseguir – cobrando de mim mesma. Estou bastante interessada, no momento, em viver uma vida tranquila, estabilizar as minhas conquistas, aperfeiçoar o que estou fazendo no momento. Tenho uma família para cuidar – o que, por si só, já é um mundo inteiro de atividades. Filhote na escola, o acompanhamento que faço diariamente, tempo de qualidade, recreação, diversão, saúde, alimentação. Meu marido, apesar de adulto, precisa da companheira ao lado dele, apoiando, dando risadas, assistindo um filme, dando conselhos.

Minha casa, como você bem deve saber, tem sempre muita coisa para fazer. Louça, roupa, faxina, organização, arrumação, decoração, reparos. Nos mudamos há pouco tempo e eu sinto que as coisas estão se encaixando, mas os problemas não param de surgir. Sempre tem uma coisinha aqui ou ali para mexer. O importante é buscar soluções rapidamente, sem neuras. Minha vida pessoal, que envolve saúde, espiritualidade, hobbies e outros assuntos, também é uma infinidade de possibilidades legais.

Se eu começar a falar sobre o meu trabalho, vou longe aqui! Mas eu tenho todo o meu trabalho com a editora, que envolve a divulgação do livro aqui no Brasil e em Portugal, a produção de novos conteúdos, o segundo livro para o ano que vem. Tenho os workshops, com um tema diferente por mês – o que envolve pesquisa de um tema diferente, produção de material de tema diferente, planejamento da dinâmica do curso para cada mês um tema diferente. Isso está me tomando um tempão, e preciso dedicar esse tempo, porque é uma iniciativa importante. Tenho todo o meu trabalho envolvendo o GTD – livro novo do David Allen sendo estudado, treinamentos, capacitação dos instrutores, melhorias nas apostilas dos cursos, entre outros projetos. Nem falei do blog ainda. É bastante coisa.

Frequentemente me perguntam como eu consigo fazer tudo. Posso dizer que estou aprendendo a delegar mais e estou dizendo não a bastante coisa. Muitas delas, até com dor no coração. Já disse não para muita iniciativa legal que eu simplesmente não conseguiria abraçar porque estou cuidando de outras coisas bem legais também. Hoje, estou buscando cada vez mais automatizar o meu trabalho, e isso está altamente relacionado ao ato de delegar tarefas. Será que, para tudo o que eu faço, eu sou a melhor pessoa para fazer? Quando eu me pego perdendo muito tempo com algo menos importante que algo realmente importante, eu me pergunto como posso automatizar aquilo. Tomar essa decisão é fundamental porque, senão, o que eu realmente gosto de fazer – e onde eu sou melhor – vai ficar de lado ou sendo mal feito. Ou pior: vou ter que trabalhar mais horas, tirando tempo que é da minha família, ou meu pessoal. Não acho isso certo.

Os temas de todos os meses foram definidos no ano passado, mas o tema de abril não poderia ser mais certeiro. Se tem algo que eu vou fazer agora em abril, é focar no que é mais importante. Espero que os novos posts do blog ajudem você a conseguirem focar também.

vo-abr-2015