Pular para o conteúdo

Sobre liderança, erros, derrotas e aprendizados pelo caminho

Thais Godinho

Thais Godinho

Autora do Método Vida Organizada, criou este blog em 2006.

Todo líder constantemente enfrenta desafios que testam seus próprios limites e que, muitas vezes, levam a resultados diferentes do que se esperava. É natural que, ao perseguir nossos objetivos, encontremos forças que nos sobrepujam em determinados momentos. No entanto, é crucial entender que não há vergonha em fracassar. Na verdade, as pequenas derrotas são parte integrante do processo de aprendizado.

O verdadeiro problema surge quando nos recusamos a aprender com nossos erros ou quando nos colocamos na posição de vítimas. Adotar a postura de “coitadinho” não nos leva a lugar algum. Ao invés disso, precisamos abraçar as lições que cada falha nos oferece e evitar a repetição dos mesmos erros. Isso não é um “lugar comum”. É simplesmente a realidade. Em nenhum momento da minha vida ver as coisas de maneira pessimista me ajudou de alguma maneira.

Suspender ou adiar planos é desanimador na maioria das vezes, mas é importante lembrar que a renúncia e a resiliência são virtudes essenciais para qualquer líder. Não podemos vencer sempre, e isso é uma lição valiosa que precisamos assimilar. Devemos reconhecer que as derrotas fazem parte do percurso e seguir em frente, sem nos deixarmos prender por frustrações e ressentimentos. Eu sei que é difícil. Mas é a realidade.

Outro ponto que quero comentar é sobre os relacionamentos que fazemos pelo caminho. Se em algum momento sentimos falta de apoio em nossas ideias, é fundamental não culpar os outros. Às vezes, as coisas acontecem por razões que não são imediatamente claras. O grande desafio é deixar o passado para trás, aprender com os erros e avançar. Evitar ressentimentos. Aprender com os erros, mas lembrar que o que passou, passou.

Lembre-se, os fracassos são temporários. Assim como o inverno naturalmente cede lugar à primavera, os obstáculos que enfrentamos hoje também passarão. Com paciência, veremos que o que foi temporariamente interrompido será retomado de maneira natural e fluida. Sei que pode parecer quase impossível quando estamos no meio de um problema, mas tudo sempre passa.

Em vez de lamentar as frustrações, devemos reconhecê-las como oportunidades de crescimento. No momento certo, entenderemos que a suspensão temporária de nossos projetos pode ter sido a melhor coisa que poderia ter acontecido, porque sem esse acontecimento você não estaria onde você está hoje. Pode ter sido difícil, mas você aprendeu muitas coisas pelo caminho, especialmente sobre como você lida com tais situações. E esse aprendizado, apesar de sofrido, vai te levar a melhores escolhas e atitudes daqui em diante.

A resiliência funciona melhor com uma atitude mental positiva. Eu acredito de verdade nisso.

Desejo a todos um dia muito produtivo. Um abraço.

5 comentários em “Sobre liderança, erros, derrotas e aprendizados pelo caminho”

  1. Que texto interessante e sábio, parece que adivinhou, eu precisava ler esse texto justamente hoje, dando uns passos para trás para depois avançar.

    Dica: o “publicar comentário” está na cor branca, com o fundo também branco, o que torna invisível, percebi pois sou desenvolvedora web e achei ele, talvez outras pessoas tentaram comentar e não conseguiram pois não acharam o link.

  2. Oi Thaís.
    Uma vez me falaram que tenho uma característica admirável: a resiliência. Só assim passei a me ver como uma pessoa resiliente. Antes eu era resiliente mas não sabia. Na verdade, nunca coloco desistir como opção para algo que desejo muito. Bjs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *