Categoria(s) do post: Saúde, Ayurveda, Veganismo

Muitos leitores me perguntam o que eu costumo comer no café-da-manhã sendo vegana.

Depende muito do dia e da época do ano. Não costumo me alimentar logo que acordo, pois uma das coisas mais importantes no Ayurveda (que eu sigo) é respeitar seu corpo e comer apenas quando sente fome. Então geralmente acordo, faço várias coisinhas (já comentei aqui sobre a minha rotina), o que inclui yoga, por exemplo, que é um exercício físico que acaba estimulando a minha fome. Aí me sinto pronta para comer. 🙂

Toda semana eu preparo algum tipo de “pastinha” que eu uso em várias refeições. Geralmente é hommus de grão de bico, mas às vezes faço com feijão também. Costumo fazer em uma quantidade legal que dure a semana inteira, aí geralmente passo uma quantidade generosa no pão e como. Esse é um café-da-manhã bastante proteico e substancioso para mim. O pão que costumo comprar é o integral de 12 grãos da Pullman.

Em dias mais frios, eu costumo fazer alguma refeição quente (que sempre prefiro). Adoro cozinhar frutas com alguma especiaria, como banana com canela ou maçã com ghee (vegetal, obviamente). Pêssegos e peras também são ótimos. Eu costumo consumir as frutas da estação.

Outro tipo de comida que eu gosto quando está frio são mingaus, sopas e “canjinhas”. Pode ser um mingau de cereais (aveia, painço etc). A sopa é basicamente como se fosse um chá, mas salgado. 🙂 Coloco gengibre, cúrcuma, um pouco de arroz ou macarrão de lamen, tofu, algum vegetal (acelga, repolho, couve). O kanji é uma canja sem o frango, apenas com arroz (geralmente uso o basmati, pelo aroma), cúrcuma e gengibre. Às vezes coloco uma cenoura também.

Outra receita é o tofu mexido, mas em tempos de quarentena eu economizo o tofu para fazer meu lamen rsrs

Quando não estou com taaanta fome ou não estou a fim de cozinhar, eu como uma fruta simplesmente, tipo uma banana. É o suficiente.

Costumo fazer sucos, o que também depende da minha vontade no dia. Tem dias que bato no liquidificador e faço laranja com beterraba ou suco verde com couve, mas tem dias que faço um simples suco de laranja ou limão. Ou apenas bebo um chá.

É claro que tenho dias mais preguiçosos e nostálgicos em que eu como um pão na chapa com azeite (e um pouco de salsinha), mas de modo geral eu prefiro comer algo que tenha mais nutrientes para aproveitar bem cada refeição.

Apesar de existirem substitutos para leite, manteiga, queijo etc, depois que eu me tornei vegana eu raramente comi essas coisas na versão vegetariana. De modo geral, aproveitei a oportunidade para ser mais criativa nas minhas refeições e me alimentar melhor e de forma mais saudável. O Ayurveda também ajudou nessa parte.