Categoria(s) do post: Diário da Thais, GTD™, Planejamentos

Observação: Os conceitos e práticas citados neste post foram inspirados no GTD (um método de produtividade que uso há mais de 12 anos, criado por um norte-americano chamado David Allen). A base do método GTD é um livro publicado no Brasil com o título “A arte de fazer acontecer” (David Allen). Você também pode conferir a agenda de cursos, se quiser. O conceito de “horizontes de foco” funciona como se dividíssimos a nossa vida em “camadas”, de modo que possamos gerenciar cada uma delas de maneira diferente (especialmente no que diz respeito ao foco).


Este mapa deve ser revisado sempre que eu preciso tomar grandes decisões. Ou, no mínimo, uma vez por ano. Sinceramente, eu reviso sempre que sinto necessidade de me reconectar comigo mesma e, é claro, em processo de tomadas de decisão.

Revisar este horizonte significa ter muita clareza do seu papel no mundo. Não é algo que se constrói de uma só ve. Na verdade, à medida que você vai vivendo e se conhecendo vai descobrindo novas informações sobre você, e a ideia é ter onde armazenar e revisar essas informações.

Por exemplo, o exercício da missão pessoal foi algo que fiz no meu curso de coaching, em 2016. Descobrindo-a, inseri nesse horizonte. O mesmo vale para valores, princípios, o “quem é a Thais”, quem me inspira e todos os outros tópicos.

Esse mapa é útil inclusive para decidir o que realmente deve estar em pauta na minha vida, no sentido de projetos e áreas em andamento. Ele pode parecer mais abstrato, mas não é. Sua utilização é essencialmente prática e inspiradora.

Se você quiser saber mais sobre GTD, consulte nossa agenda de cursos. Obrigada.

Deixe seu comentário

7 comentários

  1. Marcia comentou:

    Thais, esse horizonte vc faz em forma de texto cada topico, ou lista?
    Obrigada!

  2. Michelle comentou:

    Sensacional esse post!
    Eu aplico o GTD há alguns anos já, inspirada por você, e essa definição de propósitos e princípios era um pouco nebulosa pra mim. Essa publicação foi muito esclarecedora! Obrigada!

  3. ANA LIDIA PAIXAO E SILVA comentou:

    Thaís, ganhei do meu filho dois livros do Tony Busan, são muito bons. Ele sugere fazer os mapas mentais prá fazer o resumo de um livro. Vc já fez isso? Tô pensando em fazer desta forma o ” A arte de fazer acontecer”. O q Vc acha?
    Muitas boas vibrações prá vc.

    1. Adoro os livros dele e achei ótima a sua ideia, vá em frente! 😉

  4. Maria Allyne Veras comentou:

    Olá, Taís!

    Sou adepta do método GTD de métodos afins de organização holística. Considero este Horizonte um highlight do Getting Things Done, afinal “sua utilização é essencialmente prática e inspiradora.”
    Paz e Bem!