Categoria(s) do post: Áreas da Vida
Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

13 dicas que sintetizam bastante algumas ideias já postadas aqui no blog para você colocar a sua vida em ordem em 2013:

1. Usar a agenda da forma certa

É muito comum utilizar a agenda para anotar tarefas e ir passando de um dia para o outro, quando não as completa. Nenhum problema se você faz desse jeito e isso não te atrapalha. Porém, se você busca utilizar a agenda de uma forma mais eficiente ou se estiver em busca de um método, este post pode te ajudar.

2. Ter uma entrada organizada em casa

A entrada da sua casa filtra absolutamente tudo o que entra nela. E, se você filtrar corretamente, sua casa não terá tralha. Além disso, uma entrada organizada possibilidade a agilidade do seu dia a dia, especialmente pelas manhãs – você pode deixar tudo pronto para as chegadas e partidas, como a mochila do seu filho, para ir à escola. Veja dicas para organizar a entrada.

3. Organizar suas tarefas por contextos

É muito comum organizarmos listas do que precisamos fazer de acordo com temas: “to do list da cozinha”, “to do list no trabalho” etc. Eu utilizo um método de organização chamado GTD e, com ele, organizo as tarefas por contextos. Ou seja, em vez de ter mil listas, eu tenho listas de tarefas de acordo com o contexto onde eu me encontro: em casa, no trabalho, no computador, ao telefone, na rua etc. Essa é uma excelente maneira de organizar suas tarefas pois, quando você estiver em determinado contexto, basta pegar a lista correspondente e ir riscando o que for feito.

4. Planejar o menu semanal

Você já parou para pensar na quantidade de tempo que você desperdiça diariamente pensando o que vai preparar para comer na janta? E a quantidade de alimentos desperdiçados porque os deixou vencer na despensa ou comprou a mais? E em todas as vezes que quis preparar alguma coisa e descobriu que faltava um ingrediente bem no meio do preparo? Para solucionar todas essas questões, planeje o que você vai comer durante a semana inteira, faça compras corretamente e pare de perder tempo – e dinheiro.

5. Ter uma pasta para as contas a pagar

Nunca mais deixe de pagar uma conta porque não sabe onde a colocou! Tenha em casa uma única pastinha onde você guardará todas as contas a serem pagas. Você pode deixá-la na entrada de casa ou no carro, ou na bolsa. Quando pagar, arquive corretamente. Deixando suas contas a pagar em um único lugar, você economiza tempo e não perde prazos.

6. Ter um calendário para toda a família

Outro dia eu fiz um post sobre como utilizar calendários para se organizar em 2013. Dê uma olhada!

7. Escolher somente 3 tarefas importantes por dia

São as 3 coisas que você definitivamente precisa fazer naquele dia em questão. Não adicioeo “n” tarefas, correndo o risco de ter que riscá-las e passar para outro dia. Não que você só fará essas três. Se der, faça mais. A questão é: você precisa fazer pelo menos essas 3, não importa o que aconteça! Quando listamos o que precisamos fazer, tudo fica mais fácil. Quando temos poucas tarefas, é mais provável que consigamos terminá-las, porque não sofremos do “estresse da TO-DO list”.

8. Dizer mais vezes “não”

Você já parou para pensar em quantas coisas poderia ter evitado na vida se tivesse dito “não” mais vezes? Então faça isso. Você verá que é impossível agradar a todos, mas você precisa cuidar da sua sanidade. Só você pode fazer isso por você. Não se sobrecarregue. Se estiver demais, não tenha medo: diga não! E isso serve para nós mesmos também! Quando pensarmos em fazer alguma coisa, devemos avaliar o desperdício de tempo que teremos e se vale mesmo a pena fazer.

9. Encarar horário de descanso como um compromisso

Descansar precisa ser sagrado, pois senão não aguentamos o peso do dia a dia. Se você não consegue arranjar tempo para descansar, marque na agenda: sábado, das 14h às 15h, você não irá fazer absolutamente nada. E respeite esse tempo como se fosse um compromisso! Se alguém perguntar, diga que já tem algo programado. E descanse!

10. Destralhar a casa

Quem acompanha o blog há mais tempo já deve estar até cansada(o) de ler sobre isso, mas é a pura verdade: não é possível organizar tralha. Quer ter uma casa organizada? Destralhe-a antes. Doe, recicle, d~e de presente, venda, jogue fora tudo o que você não usa ou não ama. Tenha em casa somente aquilo que tem valor para você, e verá como ficará mais fácil colocar tudo no lugar.

11. Cuidar mais da saúde

Leve sua saúde mais a sério. Não sei se é porque estou ficando mais velha, mas vejo hoje como eu fazia besteiras quando era mais nova, principalmente com relação à alimentação. Aproveite que estamos no começo do ano e já planeje suas consultas e exames de rotina para este semestre. A medicina preventiva é o melhor presente que podemos dar à nossa saúde. Isso inclui fazer atividades físicas prazerosas também. Encontre a sua! Fazer exercícios não é sinônimo de frequentar academia!

12. Ter rotinas para manter a casa sempre limpa

Ter rotinas para manter a casa sempre limpa facilita demais o seu trabalho no dia a dia e garante que nada seja deixado de lado. Você esquematiza o dia e a semana para organizar a rotina de limpeza em casa. Isso é muito mais eficiente que fazer a faxina inteira em um só dia ou limpar o que der na telha, pois sempre esquecemos de um canto ou de outro (lembrar de limpar a pia é fácil, mas e dentro do microondas?). Portanto, um cronograma somente tem a agregar. Eu sugiro então que você comece montando um cronograma diário e um semanal. Veja como.

13. Fazer mais coisas que você gosta

Fazer coisas que gostamos ajuda na organização porque, quando estamos felizes, temos mais pique para todos os projetos da nossa vida. Simples assim. <3 Cuide dos seus hobbies em 2013 e não os deixe de lado, pois a tendência é sempre essa. Eles são importantes para ficarmos felizes e distrair um pouco a cabeça.

E você, o que pretende organizar em 2013?

Categoria(s) do post: Finanças, Lazer
Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Aqui em casa nós tentamos ser uma família debt-free: sem dívidas, nenhum crediário, nenhuma dívida com cartão de crédito, nada comprado parcelado ou a prazo. Não é algo fácil nem do dia pra noite, mas seguimos o método do Dave Ramsey (http://www.daveramsey.com/home/) e aos poucos vamos chegando à “paz financeira” que ele ensina. Não ter nenhuma dívida (tirando o financiamento da casa própria) é um dos primeiros passos. Mas isso é outro assunto!

Aproveitando que o Natal 2012 já passou, começamos a fazer o planejamento para o Natal de 2013. Sim, 2013! Se queremos passar pelo Natal de 2013 sem dívidas, temos que nos organizar. Antes do Natal 2012 eu preparei uma planilha Excel listando todas as pessoas que compramos presentes e a medida que comprava colocava na frente o que demos, onde compramos e quanto custou. Também listei todas as pessoas que enviamos cartões e coloquei quantos rolos de papel de presente, etiquetas, etc compramos e usamos.

A lista ajuda para o ano que vem de várias maneiras:

1) a lista de quem será presenteado/receberá cartão ano que vem não deve mudar quase nada, então já está pronto para 2013!
2) temos um controle do que demos para cada pessoa esse ano, evitando a gafe de dar algo igual ano que vem.
3) sei exatamente quantos rolos de papel de presente, fita, etiquetas, etc que usamos para presentear esse número de pessoas. Assim sei quanto comprar ano que vem sem faltar (e ter que correr pra comprar mais na última hora) ou sobrar (odeio gastar mais do que preciso e odeio mais ainda tralha em casa).

Mas a principal vantagem é o planejamento financeiro. Sabendo exatamente quanto gastamos com presentes e embrulhos em 2012, dividimos esse valor por 12 e vamos colocando na poupança todo mês de janeiro até dezembro. Exemplo: se o total gasto deu $600 (moeda e valor fictícios), vamos colocar $50 na poupança todo mês. Pelo menos pra gente ter uma despesa extra dessa em um mês desequilibra todo o orçamento, mas os $50 por mês não pesam. Fora a sensação de tranquilidade em saber que vamos passar por mais um Natal sem ter que recorrer a nenhuma forma de dívida.

Fica aí a dica: tente somar (mesmo que aproximado) quanto foi gasto no Natal, divida por 12 e guarde um pouco ao longo do ano todo pra poder comprar todos os presentes à vista ano que vem.