Estudos, Universidade Pessoal

Como fazer o planejamento do seu ciclos de estudos

Eu costumo usar o modelo de ciclos de estudos para organizar os meus estudos autodidatas – ou seja, os assuntos que estudo independente de cursos que eu esteja fazendo (que normalmente já direcionam os estudos que preciso fazer).

Chamo esses estudos autodidatas de universidade pessoal e você pode ler mais sobre esse conceito em outros posts aqui no blog, como este.

Ciclo de estudos é um método de organização de disciplinas a serem estudadas que foi criado pelo Alexandre Meirelles com foco no estudo para concursos. Tem um post aqui no blog onde eu explico sobre os ciclos em questão e outro mais recente onde mostro meu ciclo de estudos para o segundo semestre deste ano.

Vale dizer que o ciclo está em andamento e indo bem. Tenho conseguido focar nas disciplinas listadas.

O post de hoje atende um pedido de vocês, que sempre me pedem dicas para organizar o próprio ciclo de estudos. Os materiais linkados acima podem ajudar, mas aqui vai um passo a passo prático:

  1. Liste os assuntos que precisa ou que gostaria de estudar. Se você estiver fazendo algum curso, é provável que essas disciplinas já sejam estudadas para o curso em si. Se sentir necessidade de um estudo adicional, você pode inserir no ciclo de estudos. O ciclo de estudos seria justamente para as disciplinas que você não está estudando formalmente. Por exemplo, você pode estar fazendo faculdade mas sentindo a necessidade de estudar inglês também, então inglês entraria no ciclo. Você pode listar quantas disciplinas ou assuntos quiser, mas acerte seu foco. Escolha as que prefere ou precisa focar no momento.
  2. Determine quanto tempo cada bloco de estudo para cada assunto seria suficiente para você. Por exemplo, quando eu estudo inglês, como apenas treino fluência, meia hora por vez é suficiente. Quando estudo os livros clássicos do Ayurveda, preciso fazer pelo menos 1h30, senão não rende tanto. Você deve fazer essa estimativa refletindo sobre as suas próprias necessidades.
  3. Defina o ciclo. O ciclo é uma sequência de assuntos a serem estudados. O ideal é alternar tipos de assuntos para o estudo ficar variado e seu cérebro alternar os tipos de raciocínio. Ex: se estudar uma matéria de exatas, na sequência estude uma de humanas. O ciclo é então a sequência de matérias a serem estudadas. Você pode repetir as matérias mais vezes se precisar estudá-las mais. Veja meu exemplo na imagem mais acima neste post. Eu repito alguns assuntos porque preciso estudá-los mais do que outros.

Estudo é um contexto da sua vida, e o ciclo te orienta sobre o que você vai estudar cada vez que estiver nesse contexto. Não diz respeito a horários na agenda. Significa que, quando você for estudar, você verá qual a próxima matéria na sequência do ciclo e fará o tempo dela, se puder. Mas, se tiver que parar no meio, não tem problema – quando voltar a estudar, retome de onde parou.

Não é para ser complicado, nem precisa acertar da primeira vez. Faça uma primeira versão do seu ciclo e coloque para rodar. Faça testes! E então você vai ajustando.

7 Comments

  1. Thais, eu poderia definir o TCC da pos como sendo uma disciplina no meu ciclo. Estou enrolando ha meses pra começar o bentido tcc.

    1. Se você precisa estudar para ele, sim.

  2. Débora Marco says:

    Bom dia Thais 😀
    sou uma nova seguidora e tenho uma pergunta sobre o “planejamento de ciclos de estudos”: o ciclo é ao longo do dia ou pode ser planeado para ao longo da semana?
    Obrigada ** tem um bom dia,
    Débora Marco

    1. Não tem relação com o tempo, mas com a sequência. 😉

  3. Thais, como você define quais materiais estudar quando o assunto tem várias fontes? Por exemplo, se eu quero estudar o livro X sobre um assunto, o estudo dele é finito em si mesmo. Mas, e se for me basear em materiais da internet? Tenho textos de um blog, ebooks, canais de youtube e cursos online… Um exemplo mais concreto: estudar finanças. Eu imagino que assuntos como matemática financeira, conceitos básicos de economia e modalidades de investimentos estejam englobados em “finanças” mas não consigo definir uma ordem ou um material específico dentro das referências que eu tenho. Meu receio é acabar focando em assuntos avançados antes dos básicos… ou perder muito tempo nos básicos sem necessidade. Pode me dar um luz? =)

    1. Depende do propósito do aprendizado. De acordo com o propósito, me conhecendo, eu busco o formato que vai atender melhor aquele propósito no momento.

  4. Muito boa a dica, muito obrigada. Farei hoje mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados