Pular para o conteúdo

Outono/Primavera 2024: minha nova temporada organizada por aqui

Eu estou chegando de volta no Brasil esta semana, bem quando é o outono no país. E no hemisfério norte, onde eu estava, é primavera. Ou seja, eu vivi e vivo os dois momentos, o que não deixa de ser divertido porém, para o corpo, é uma bagunça. Por isso focar em regular o sono, a alimentação, faz toda diferença nesse retorno.

Mas o post de hoje é sobre como eu me organizo para essa “nova temporada” no Brasil a partir de uma nova estação (outono). Como adaptar a minha rotina?

Independente do lugar onde você mora, eu recomendo que, a cada 3 meses, ou na mudança da estação, você se lembra de revisar sua rotina. É isso. É sobre a revisão a cada 3 meses e que a mudança da estação apenas te lembra de fazer. Em alguns lugares, as estações são mais bem marcadas, mas em outros não. O segredo aqui está em usar esse lembrete para revisar sua rotina de tempos em tempos.

O que eu costumo fazer então:

  • Ajustar o meu sono e os meus horários. Eu vejo no aplicativo de tempo do iPhone quando o sol se põe e quando ele nasce porque isso me orienta com relação à hora de acordar e à hora de parar de trabalhar. Eu também vejo mais ou menos o horário do auge do sol, o “meio-dia”, para saber qual a melhor hora para almoçar. Quando os dias estão mais curtos, eu procuro descansar mais, respeitar a natureza. Faz sentido pra mim.
  • Planejar uma alimentação mais alinhada aos ritmos da natureza. Alimentos de época, alimentos reconfortantes para o clima. Por exemplo, quando começa a esfriar, eu priorizo sopas, ensopados, guisados, comidas refogadas e quentinhas. No calor, alimentos crus, mais frescos e por aí vai. Essa adaptação é gentil com o meu organismo e está alinhada ao que eu estudo sobre Ayurveda, mas também me ajuda a economizar mais no mercado, por exemplo, porque os alimentos de época, além de frescos, costumam ser mais baratos.
  • Organizar meu armário-cápsula. De acordo com o clima, a estação, os eventos e compromissos que terei no período, eu reorganizo meu armário de acordo com as roupas que pretendo usar mais e guardar aquelas que provavelmente não usarei mais. Em meia estação isso é mais complicado mas alguns itens eu tenho certeza que não vou mais usar, como casacos de neve (como o que estou usando aqui no inverno na Europa). Aí já posso guardar. Aproveito para fazer doações também.
  • Implementar adequações e ajustes na casa. Sempre existem particularidades que talvez façam sentido, como colocar tapetes de volta nos ambientes para esquentar mais (quando o clima esfria) ou trocar as cortinas (mesmo raciocínio). Eu também desço os utensílios de cozinha que pretendo usar mais e guardo aqueles que talvez não use tanto. Mudo os aromas dos produtos de limpeza para dar uma variada, enfim, são várias as particularidades. Eu também gosto de pensar em “ajustes para a casa” durante esse período de três meses entre uma estação e outra, e aí vasculho na minha lista de projetos incubados aqueles que posso aproveitar para fazer agora.

Além disso, no trabalho, eu costumo revisar os meus objetivos de curto prazo (para ver se os projetos estão alinhados) e também revisar as entregas por trimestre. Também pode ser interessante reavaliar meu mínimo viável diário para os novos contextos do momento. Tudo isso me ajuda a pensar melhor nas prioridades de cada mês.

Eu estou em um ano com muitos deslocamentos, viagens e eventos e, por isso, eu preciso me organizar para ficar bem de saúde e todo o resto. Esse tipo de reorganização e planejamento faz muito sentido para mim.

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *