Pular para o conteúdo

Como organizar o lazer?

Thais Godinho

Thais Godinho

Autora do Método Vida Organizada, criou este blog em 2006.

Muitas pessoas acham engraçado ou curioso organizar seus momentos de lazer, como se isso fosse engessar demais a vida, perder a espontaneidade etc.

Acho que vale a pena compreender que lazer é atividade. É diferente de ócio, que é ficar sem fazer nada. E mesmo esses momentos podem ser reservados, de modo que você não fique ocupado/a a maior parte do tempo. Planejar algo não significa engessar a vida, mas ter um mapa, um caminho, que você pode escolher tomar ou não.

Quando falamos de organização, é comum associarmos isso a disciplina rígida, falta de espontaneidade e criatividade. Mas, na verdade, a organização nos dá liberdade para escolher como usar nosso tempo e criar espaço para a espontaneidade.

Como posso ser criativa para escrever sem ter papel e caneta ou um computador à disposição? Uma estrutura mínima é essencial para que minha criatividade possa fluir.

É difícil dormir bem, relaxar, tocar violão ou ler um livro quando estamos preocupados com tarefas que poderíamos ter organizado, como pagar contas, lavar roupas ou preparar reuniões.

A organização existe para ajudar, para simplificar. Organizamos o que pode ser organizado, permitindo que o que não precisa – ou não pode – ser organizado aconteça de forma espontânea.

Não coloco na minha agenda a hora de tocar violão, tomar banho ou fazer sexo, porque são atividades que prefiro deixar para a espontaneidade. Organizo o que precisa ser organizado para permitir que esses momentos aconteçam naturalmente.

Pergunte a si mesmo: “O que preciso fazer para dormir tranquilo hoje?” Muitas vezes, basta fazer uma lista de tarefas para resolver no dia seguinte, evitando que nossa mente fique cheia antes de dormir (e ajudando a relaxar e pegar no sono). Ao fazer essa pergunta, você encontrará as respostas.

O que preciso fazer para, tranquilamente e sem preocupações:

  • Dormir?
  • Relaxar?
  • Assistir a uma série?
  • Tirar uma soneca no sofá?
  • Tocar teclado?
  • Fazer sexo?
  • Rir de uma piada?
  • Conversar com meu parceiro?
  • Desenhar?

Certamente, nenhuma dessas respostas será “colocar na agenda”. Mas, se for, pelo menos você fez isso com uma intenção clara, e não apenas para “controlar”.

Controle o que precisa ser controlado, para deixar livre e espontâneo o que deve ser assim para acontecer naturalmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *