Carta da editora – Finanças em ordem

26
13673

Existem alguns assuntos que são de grande importância em determinadas épocas do ano, mas nenhum tão importante quanto falar sobre organização das finanças neste ano que estamos vivendo. Em um país com 12,7 milhões de pessoas desempregadas e muitos trabalhos informais, mais do que nunca ter as finanças organizadas é um tema importante a ser destacado.

Por isso, nosso tema para o mês de dezembro será organização das finanças. Sim, falaremos sobre Natal, verão, férias, planejamento do ano que vem, mas traremos diversos conteúdos com o objetivo de ajudar você a ter suas finanças mais organizadas para começar o ano bem.

Existe muito a ser falado sobre esse tema. Aqui no blog vamos trazer desde os assuntos mais básicos até recomendações um pouco mais avançadas para quem quiser se aprimorar a respeito das finanças pessoais e da empresa.

Uma coisa é fato: a organização sempre torna tudo mais fácil, e isso não poderia ser diferente com as finanças. Portanto, pegue seu caderno de anotações, tenha boa vontade vinda do fundo do seu coração, e prepare-se para organizar as suas finanças este mês e tirar aprendizados que poderá levar não apenas para o ano seguinte, mas para toda a vida.

Caso você tenha algum assunto específico que gostaria de saber sobre organização financeira, por favor, deixe um comentário neste post.

Bom mês de dezembro para você. Último mês do ano, vamos lá!

26 comentários

  1. Poderia compartilha conosco como vc faz o link dos seus projetos de vida (conceito de projetos do GTD) com o seu planejamento financeiro?

  2. Oi Thaís! Minha sugestão de abordagem é sobre a organização financeira de um casal. Em especial quando um não possui uma renda fixa. Um abraço!

  3. Olá Thais! Não sei isso se enquadra bem no tema proposto, mas gostaria de ler algo sobre como organizar uma viagem econômica (como encontrar passagens baratas, por exemplo). No mais, parabéns pelo blog. É a primeira vez que comento, mas sempre estou por aqui.

  4. Oi Thais! Adoro esse tema.

    Seria bacana falar sobre a construção da reserva de emergência. Essencial, necessário e tão incomum nesse país – eu mesma só fui saber que isso precisava existir estudando finanças para sair do buraco em que entrei por não ter reserva de emergência haha

    Coisa que faz a gente gastar além da conta acontece, a gente só não sabe o quando. Mas que acontece, ah acontece. E ainda assim, mesmo sendo previsto, a gente não aprende a guardar pra isso. Esse seria o conselho de finanças que eu daria para meu eu de 18 anos 🙂

    Um beijo e obrigada por trazer sempre coisas legais e bacanas pra gente!

  5. Boa noite, Thaís!

    Gostaria que você falasse um pouco, pela sua prática como personal organiser, como as nossas crenças pessoais influenciam diretamente na nossa (des)organização financeira.

    Um beijão

  6. Oi gostaria de saber um pouco em como organizar as finanças de uma empresa quanto guardar do lucro? Quanto usufruir?

  7. Eu amo esse assunto! Sou bancária e tenho planos de trabalhar com consultoria financeira, cheguei a essa conclusão depois de perceber quantas pessoas precisam de ajuda para sair do vermelho e outras tantas que poderiam melhorar a rentabilidade dos seus investimentos se tivessem mais informações. Vou acompanhar de perto todos os posts!!!

  8. Oi Thais,

    Eu queria ver dicas de organização financeira para autônomos, para quem é MEI, PJ e não sabe quanto exatamente vai receber por mês, e como equilibrar entre pagar as contas, investir na profissão/empresa e guardar para o futuro (não só previdência e emergência, mas também 13º, férias etc)

  9. Também adoro o tema finanças. Como sou profissional autônoma, minha maior dificuldade está em pensar em um plano para aposentadoria. Sempre que começo a juntar aí vem um imprevisto e eu acabo gastando o que economizei.

  10. Gostaria de saber mais sobre opções de investimentos bacanas (quais as opções que existem) para fazer o dinheiro trabalhar e render bem, pra quem não vai poder contar com uma aposentadoria no final da vida, rs, por exemplo.

    Mil beijos.

  11. Oi Thaís, seguem alguns tópicos que poderiam ser interessantes:
    – Como preparar um orçamento
    – Como acompanhar o orçamento que foi feito
    – Como planejar suas finanças a longo prazo (como saber que o cumprimento do seu orçamento 2018, por exemplo, realmente tr ajudará daqui a 10 anos).

    Um abraço,
    Rodrigo.

  12. Oi Thais eu gostaria de saber como organizar finanças pessoais, presentes de aniversário, viagens. E também falar um pouco sobre investimentos. Obrigada.

  13. Oi, Thais. A palavra Dezembro está escrito com “S” na última frase, com certeza pelas teclas serem próximas você apertou sem querer. Seus textos são ótimos, parabéns!

  14. Oi Thais, estou muito animada com este tema. Gostaria de saber; depois de ter as finanças pessoais OK, como se programar e se preparar financeiramente para empreender. Obrigada!

  15. Mais que Natal! Melhor tema do ano… pois como você falou, um país em crise com um número imenso de desempregados, com a inflação indo e vindo… difícil mesmo falar de Natal, gastos, férias, festas… e não falar de finanças!

  16. Olá, Thaís. Estou há apenas três meses no meu primeiro emprego formal. Quero muito aprender a fazer um planejamento financeiro eficiente, visto que sou jovem e não tenho experiência alguma sobre finanças. Pesquiso muito sobre finanças, mas ainda tenho um “nó” na cabeça e no fim das contas não sei por onde começar. Quero usar bem meu dinheirinho para fazê-lo render e poder conquistar meus objetivos, e creio que a organização é o que vai me ajudar. Poderia dar um help? Grata!

  17. Eu nunca me preocupei diretamente com poupar, mas sempre tive um bom capital guardado, que me permitiu inclusive comprar um apartamento.
    Isso porque eu sempre evitei comprar qualquer coisa, mas pelo sentimento de “não produzir mais lixo para o planeta”, e ter o mínimo de objetos em casa (de todos os tipos, desde itens de escritório ou cozinha, passando por livros, até roupas e bijuterias). O “poupar dinheiro” sempre foi uma consequência desse meu estilo de vida (em constante evolução), pois gastando pouco, sempre acabava sobrando dinheiro no fim do mês.
    Já li no seu blog algumas coisas sobre minimalismo (acho que você escrevia mais sobre esse tema há u s 3 ou 4 anos atrás, né?) e gostaria de ler algo que fizesse o link entre uma vida organizada financeiramente e a busca por nos libertamos do padrão de consumo estimulado pelas mídias.

  18. Thais, o nobel de economia desse ano estuda economia comportamental. Seria interessante ver um post sobre nossos comportamentos em relação ao dinheiro.

  19. Thais,
    Te acompanho tem um tempo e é primeira vez que comento, masss sempre estou aqui, no YouTube e no insta. Amooo quando você faz instastories e estou amando também quando que todo dia você posta algo no insta. Adoro te ver mais vezes no meu feed.

    Sim, o meu grande problema é a área das finanças.
    Tudo que trazer será bem vindo. Se você atender os primeiro comentários assim de cara já irá nos trazer muito conteúdo pra colocar em prática.
    Enorme beijo e parabéns por esse ano cheio de conhecimento que dividi conosco.

    Dani

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui