Carta da Editora: Saúde Organizada

33
8202

O conceito de saúde pode variar de pessoa para pessoa. Buscando no Google, a definição encontrada foi:

1. estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital.
2. estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar.

Apesar de serem definições meio formais, eu concordo com elas de maneira geral. Gosto do uso das palavras “equilíbrio”, “ambiente”, “organismo”, ‘ciclo vital”, “boa disposição” e “bem-estar”. Eu não acho que saúde se refira apenas ao corpo, mas sim à mente e ao espírito também.

Em julho, o foco do Vida Organizada será em saúde, e eu me sinto bastante satisfeita em abordar textos sobre esse assunto, pois acredito que eu esteja no melhor momento da minha vida (até então) para compartilhar aprendizados a respeito.

Pretendo falar sobre rotina de atividades físicas, alimentação, sono, descanso e outros temas relacionados. Já tenho algumas ideias, mas sinta-se completamente à vontade para sugerir temas nos comentários deste post. Eu sempre leio as sugestões e comentários com carinho, e anoto aquelas ideias que acredito serem bacanas para abordar por aqui. Já tem bastante coisa publicada também nesses 12 anos de blog, então pode ser que você queira dar uma olhada.

Obrigada por estar aqui. 🙂

33 comentários

  1. Prezada Thais,

    Gosto muito da maneira como você aborda os temas de organização. Tive contato com seu livro Vida Organizada a pouco tempo e estou amando. Gostaria de sugerir que nessa temática de saúde deste mês você pudesse trabalhar dicas de ergonomia e postura para estudar, trabalhar, ler e produzir, enfim, como você lida com essas questões no dia a dia.

    Abraços do seu fã aqui de Brasília,

    João Ramos.

    • pegando um gancho na dica da Karoline, a minha sugestão é abrir a ideia de alimentação para vc dizer como lida com a ideia de cozinhar em casa, para ter melhor saúde, e como conciliar de ter lanchinhos sempre à mão para que não se perca a produtividade daquele momento em que estamos com a energia a mil para produzir, e não ter que parar para fazer comida, ou beliscar algo… não sei se pude ser clara com a minha ideia. acho que tem tudo a ver com planejamento, mas e vc, como faz??

      • Valéria, confesso que não curto muito cozinha, então conseguir me planejar para ter que ir menos para a cozinha (rs) e fazer receitas práticas me ajudaria muito na rotina do dia a dia.

  2. Thais ,

    Passando para reforçar o quão importante é seu trabalho para todos nós . Todo o seu sucesso é pouco . Gostaria de saber uma maneira prática de organizar os exames online , ou seja fazer o nosso prontuário de forma que quando formos ao médico , principalmente aqueles dias em que sao muitos exames, como conseguimos nos organizar . Parabéns pelo trabalho sempre.
    A minha sugestão é de como gerenciar a energia do dia a dia .

  3. Oi, Thais!

    Eu adoro e acompanho muito teu trabalho, por isso resolvi comentar: eu fico muito empolgada e ao mesmo tempo preocupada com essa notícia.

    Empolgada porque saúde é uma das áreas de foco para a qual eu tenho me dedicado muito nessa fase da minha vida, que está sendo super importante e significativa para mim. Então, tenho certeza absoluta que será ótimo poder ler aqui sobre dicas de organização e cuidados com a saúde. Eu confio e gosto muito do teu trabalho, então sei que será super proveitoso!

    Fico preocupada porque, quando esse assunto é abordado, sempre tenho muito receio de comentários gordofóbicos e da possibilidade de uma desvinculação entre saúde “física” e saúde “mental” – na verdade a gente sabe que a saúde é uma só, né? Mas quando lemos sobre cuidados com a saúde é muito comum vermos uma preocupação só com o “aparente” do corpo, sabe?

    Eu acredito muito que saúde também é meditação, por exemplo (e muito por ouvir teus ensinamentos <3), e imagino que essa também possa ser tua perspectiva, por isso fico empolgada também haha Ficaria muito feliz se fosse =)

    De qualquer forma, deixo aqui uma sugestão de livro (muito denso, importante avisar), o "Fome", da Roxane Gay, que fala muito das ligações entre a maneira que lidamos e cuidamos (ou não) do nosso corpo e as nossas experiências enquanto sujeitos e enquanto partes de uma sociedade maior.

    É isso!
    Obrigada pelo teu trabalho sempre!

    Abraço

    • Obrigada, Simone. De fato sua preocupação é real. Eu mesma deixei de escrever muito sobre saúde aqui por conta disso (tive o mesmo problema recentemente com espiritualidade). Vamos encarar! rs

  4. Olá Thaís,
    adorei a temática deste mês para o blog! Sou farmacêutica e estou super curiosa pra ver o seu ponto de vista sobre essa área. <3
    Sobre a definição de saúde que colocou, concordo com você que saúde não é só ausência de doença, mas sim, ter bem-estar, equilíbrio espiritual, etc. Inclusive, a OMS usa a seguinte definição (não sei se chegou a encontra-la): "um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades". Há inclusive discussões sobre o conceito, envolvendo aspectos espirituais, socioeconômicos, etc.
    Abraços.

  5. Thaís, que assunto maravilhoso principalmente para época da “síndrome das telas” e eu me encontro neste momento, aos 23 anos e terminando a faculdade com dificuldades e sincronizar essas atividades, principalmente cozinhar, por isto minha maior dúvida é como você organiza as idas ao mercado? o orçamento da alimentação? as diferentes compras…alimentos mais perecíveis que outros, enfim e claro como você organiza diariamente a a logística de cozinhar, quanto tempo realmente dedica a essa atividade!
    Desde já, gratidão!!!!

  6. Olá Thais! Excelente tema para discussão, parabéns! Sugiro também uma abordagem sobre saúde e inteligência emocional, e dar sugestões de livros que tratem desse assunto, para nos ajudar a lidar com os confrontos do dia a dia.

    Beijos, e muito obrigada pelos conteúdos, sempre edificantes!

  7. Ótimo tema, Thais! Sou estudante de medicina do último período e vejo que um problema recorrente é a falta de organização das pessoas em seguir o que foi conversado na consulta. As vezes a pessoa sai com um pedido de exame e esquece de fazer, ai volta à consulta para pegar o pedido de novo! Isso é extremamente frequente 🙁
    Uma dica simples e preciosa para todos que vão a uma consulta: levem um papel com a lista de tudo que queiram falar! Pode ser que sejam problemas complexos e que não vão ser abordados em somente uma consulta, mas a sensação de “nossa, esqueci de falar aquilo!” é horrivel!

  8. Estava workahollic há uns anos e somente em terapia percebi que eu não sabia descansar. Talvez fosse interessante falar sobre isso. Eu me “obrigava” a ver TV, por exemplo, pq achava que aquilo era descansar, no entanto o tempo que ficava em frente à TV o corpo estava estático ali, mas a cabeça borbulhava de ideias e lembretes do que estava pendente. Somente na terapia, através do auto conhecimento, pude ir me observando melhor e me organizando (inclusive este blog e o canal do youtube me ajudam bastante!!) para conseguir, de verdade, descansar.

  9. Bom dia.Tudo bem? Minha sugestão é a saúde mental. Em uma sociedade extremamente stressante como a nossa vemos que a organização ajuda no bem estar mental.Considero o assunto ainda muito negligenciado no cotidiano.
    Gratidão muita luz!

  10. Olá Thais! excelente ideia! Faz tempo que venho pensando nesse tema. Sou farmacêutica, professora universitária, e trabalho com meus alunos a questão da organização da farmácia caseira, como e onde guardar medicamentos, descarte correto de medicamentos vencidos, etc. Ao longo dos anos os alunos desenvolveram sugestões também de organização da “farmacinha caseira”, tabelas para controle de horários, etc… O grande enfoque é no uso racional de medicamentos, um conceito da OMS, que, de forma simplificada, seria usar apenas os medicamentos certos para cada pessoa, e apenas o que é realmente necessário; o que, por sinal, combina muito com minimalismo. Tenho projetos de extensão na área. Posso dar suporte científico-acadêmico e contribuir na elaboração de conteúdos nesse tema. Se te interessar conversar mais a respeito, entra em contato comigo por email. Um abraço!

  11. Olá Thaís
    Sua seguidora Iracema aqui.
    Dentro do tema Saúde me organizei mais ou menos assim:
    Saúde física – alimentação, exercícios, medicação, sono
    Saúde emocional, psicológica e psíquica – relacionamentos, hobbies, criatividade, trabalho voluntário, meditação
    Saúde financeira – despesas, investimento, poupança
    ….
    Alguma sugestão?
    Apreciaria muitíssimo sua análise.
    Obrigada

  12. Oi Thais, minha sugestão é falar sobre a saúde da mulher, já que aqui a maioria é mulher. Já ouviu falar sobre o sagrado feminino, ginecologia natural e ginecologia emocional, é um novo empoderamento da mulher, mas não contra os homens, mas de resgate do feminino, da conexão com a natureza e como os ciclos da lua influencia na saúde física, mental e espiritual da mulher.
    Se der pesquise, pois essa desconexão trouxe muitos problemas de saúde para as mulheres.

  13. Oi, Thais. As sugestões acima são ótimas. Gostaria que você falasse como organiza os check ups médicos e odontológicos. Se você acha melhor marcar tudo de uma vez no iniciio do ano ou distribuido ao longo do ano. Eu venho tentando fazer uma consulta de cada vez, porém acho que não está rendendo. Do mês passado para cá marquei várias consultas e há semanas que tenho 2 a 3 consultas. A vantagem que estou achando é que dá pra conciliar os exames, fazendo muitos de uma vez.

    Outro assunto que você poderia abordar é sobre a meditação, se você tem um horário estipulado para meditar

    E também sobre a saúde do Paul se você tem um planejamento específico para ele. Atividade física, alimentaçao, horários de sono e também consultas de rotina, etc.

    • Eu costumo distribuir ao longo do ano. Este ano deixei pra agendar na época da Copa e foi bom porque não tive atrasos.

      Sobre meditação, tenho diversos posts sobre a minha rotina. Vale a pena dar uma navegada. Obrigada por comentar!

  14. Taís, tenho dificuldades para organizar em minha agenda consulta ao médico ou dentista. Sempre procrastino, adio ou mesmo remarco. É comum que não complete o meu checkup anual ou coisas do tipo. Que tal você falar sobre como organizar consultas médicas na agenda. ps: as temáticas do blog estão ótimas! Obrigado!

  15. Olá Thais! Adoro o seu trabalho e acho muito legal a sua iniciativa de falar sobre saúde. Há alguns anos atrás tive muitos problemas de saúde, reflexo de uma rotina estressante de trabalho e da minha falta de priorização em cuidar de mim mesma. Desde então, venho trabalhando para alcançar o meu bem-estar físico e mental, alcançar um estado de “saúde”; o que me fez refletir a respeito do significado da palavra “saúde”. E o conceito de saúde que gosto bastante é o proposto por Dejours: “A saúde para cada homem, mulher ou criança é ter meios de traçar um caminho pessoal e original, em direção ao bem-estar físico, psíquico e social”. Gosto dessa definição porque ela inclui a liberdade e a individualidade que cada um deve ter para alcançar o bem-estar físico e mental, e também social. Abraço!

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui