Categoria(s) do post: Ferramentas de organização

Ocasionalmente eu gosto de fazer um post como esse para ficar como referência, pois muitos leitores e seguidores me perguntam que ferramentas estou usando.

Eu utilizo um método de produtividade chamado GTD, criado por um norte-americano chamado David Allen. O livro base desse método chama-se “A arte de fazer acontecer” e você o encontra nas principais livrarias. Comento que uso esse método porque ele que norteia todos os usos que faço de quaisquer ferramentas.

Agenda

Utilizo a agenda do Google há muitos anos. Acredito que seja a ferramenta mais constante no meu sistema.

Sobre o esquema de cores, que geralmente me perguntam: diferencio apenas coisas do Vida Organizada (verde) das coisas que são específicas do GTD (laranja). Faço isso porque tenho duas frentes fortes de trabalho – do contrário, não o faria porque acho que código de cores tem a tendência a mais atrapalhar do que a ajudar, se usado desnecessariamente. Use com moderação!

Listas

Todas as minhas listas de organização (ações, projetos, incubados) estão no Evernote. Ensaiei uma volta para o Todoist algum tempo atrás, mas foi uma recaída temporária. Já voltei para o Evernote e é a ferramenta que hoje me atende melhor para isso.

Mapas Mentais

Utilizo mapas mentais para os horizontes mais elevados do GTD (objetivos, visão e propósito), além de usar para brainstorm de projetos e registros de referências (especialmente aulas ou assuntos que envolvam uma complexidade maior de temas).

A ferramenta que utilizo já há muitos anos também e adoro é o Mind Meister.

Atualmente eles têm investido bastante em uma ferramenta chamada Meister Task, que estou testando para em breve postar aqui no blog a respeito (ela é semelhante ao Trello mas integrada com os mapas mentais, o que é muito útil).

Arquivos digitais

Tenho centralizado todos os meus arquivos digitais no Google Drive. Acho que lá fica mais fácil de gerenciar, compartilhar, fazer download e upload etc.

Tenho deixado de usar o Dropbox. Aos poucos estou fazendo essa migração.

Ainda organizo alguns arquivos de referência no Evernote, mas de natureza diferente. Recibos, notas digitalizadas etc ficam melhor no Evernote. Mas arquivos mesmo (doc, xls, ppt) tenho preferido o Google Drive.

Arquivos em papel

Estou em processo de mudança do escritório e, por isso, em processo de mudança do meu sistema de arquivamento em papel. Por enquanto, tenho usado um arquivo de pastas suspensas para os arquivos da empresa. Para arquivos pessoais, em casa tenho uma pasta com 12 divisórias para cada pessoa da família. Atende bem, mas é bastante provável que eu mude nos próximos meses.

Anotações

Levo sempre comigo um Moleskine tamanho pocket para capturas gerais ao longo do dia. Para anotações maiores (reuniões, brainstorms, desenhos), tenho usado um caderno executivo da Tilibra, de capa dura, que comprei na Kalunga. Serve como captura de qualquer maneira.

Trello

Eu costumo usar o Trello para quadros de projetos (suporte ao projeto), pautas de reuniões recorrentes, organizar os temas já tratados nos meus diversos canais de conteúdo, meus contextos da semana e outros itens assim. Não é uma organização que ainda está em “estado de cruzeiro”. Já fiz um post mostrando um pouco, mas ainda pretendo mostrar mais à medida que for organizando de forma diferente e, do meu ponto de vista, mais acertada.

Gadgets

Macbook Air 13″
iPhone SE 64Gb
iPad Mini 16Gb


Essas são então as ferramentas que utilizo no momento e que integram o meu sistema de organização como um todo. Caso tenha alguma dúvida, favor deixar um comentário. Obrigada!