Pular para o conteúdo

Carta da Editora: Janeiro 2024

Oi gent. Feliz ano novo. <3

Para mim, plenitude diz respeito à gente estar vivendo a vida que a gente gostaria de viver.

Esse sentimento é subjetivo mas pode ser trabalhado aos poucos, diariamente e para a vida inteira.

Plenitude é um estado de completa satisfação, realização e bem-estar. É frequentemente associado a um sentimento de totalidade e contentamento, onde todas as facetas da vida de uma pessoa – física, mental, emocional e espiritual – estão em harmonia. Na plenitude, uma pessoa pode sentir que alcançou seus objetivos mais significativos, vive de acordo com seus valores mais profundos e desfruta de um profundo senso de paz e satisfação com a vida. Plenitude não é apenas a ausência de falta ou necessidade, mas uma sensação positiva de que a vida é completa e gratificante em todos os aspectos importantes.

Buscar a plenitude é essencial para uma vida mais rica e significativa. A plenitude não se trata apenas de alcançar metas ou cumprir uma lista de tarefas; é sobre encontrar um equilíbrio harmonioso em todas as áreas da vida. Quando nos esforçamos pela plenitude, estamos nos comprometendo com um processo de crescimento pessoal e autoconhecimento. Isso envolve cultivar a saúde física, nutrir a mente, cuidar das emoções e explorar a espiritualidade. Ao fazer isso, abrimos caminho para uma existência mais plena e gratificante, onde cada momento é valorizado e cada experiência contribui para o nosso bem-estar geral. A busca pela plenitude nos permite viver com propósito, paixão e alegria, tornando a vida não apenas algo que passamos, mas uma jornada que verdadeiramente vivenciamos e apreciamos em sua totalidade.

Estabelecer objetivos de longo prazo é crucial na jornada em direção à plenitude, pois eles funcionam como faróis que guiam nosso caminho através da vida. Esses objetivos nos proporcionam uma direção clara e um senso de propósito, mantendo-nos focados e motivados, mesmo diante de desafios e adversidades. Ao definir objetivos de longo prazo, estamos nos comprometendo com o nosso crescimento e desenvolvimento pessoal, o que é essencial para alcançar um estado de plenitude.

Esses objetivos também nos ajudam a manter uma perspectiva mais ampla da vida, permitindo-nos ver além das preocupações e obstáculos imediatos. Eles nos encorajam a pensar grande, a sonhar e a aspirar a algo mais significativo. Isso pode incluir metas relacionadas à carreira, realizações pessoais, relacionamentos, saúde mental e física, ou contribuições para a sociedade.

Além disso, os objetivos de longo prazo nos incentivam a aprender e a nos adaptar. À medida que trabalhamos para alcançá-los, adquirimos novas habilidades, ganhamos novas perspectivas e crescemos como indivíduos. Esse processo de aprendizado contínuo e autoaperfeiçoamento é um componente chave da plenitude, pois nos permite viver de maneira mais consciente e intencional.

Por fim, ao estabelecer e perseguir esses objetivos, experimentamos um senso de realização e satisfação que é profundamente gratificante. A jornada em direção a esses objetivos nos proporciona experiências ricas e variadas, que enriquecem nossa vida e nos aproximam da plenitude. Portanto, definir e trabalhar em direção a objetivos de longo prazo não é apenas sobre alcançar certos marcos, mas sobre embarcar em uma jornada de autodescoberta e realização pessoal.

Plenitude será a área de foco do mês de janeiro em todo o ecossistema do Vida Organizada – aqui no blog, no canal, no Instagram, mas também nos nossos programas pagos. Se você tiver alguma dúvida a respeito ou quiser ver algum conteúdo relacionado ao longo do mês, por favor, deixe um comentário. Obrigada!

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

5 comentários em “Carta da Editora: Janeiro 2024”

  1. Os posts estão muito legais!!

    Hoje recebi uma grande leva pelo rss. Será que tem alguma configuração para ajustar aí para que a gente receba com mais frequência?

    bjo

  2. Adorei o texto, Thais! Sempre achei essa área difícil de avaliar, pois não entendia muito bem o conceito e o texto ajudou muito nessa compreensão.
    Plenitude não tem relação a tudo estar perfeito, até porque sempre teremos problemas. Plenitude, pelo que pude compreender, está relacionado a como você se sente em relação a sua vida e como você lida com o que acontece. É isso?

    Um abraço! E um 2024 repleto de realizações e plenitude!

  3. Bom dia. Que você,a sua família e equipe tenham um ótimo 2024.
    Um assunto que eu nunca mais ouvi você falar sobre o budismo, como tá sendo conciliar com o doutorado? Tem alguma meta pra 2024 na área espiritualidade?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *