Como se organizar para cumprir o planejado na segunda metade do ano?

1
7160

No último final de semana, tivemos a segunda turma do nosso workshop presencial de planejamento de vida, e uma das coisas que abordamos durante o curso são os diversos planejamentos de frequência, incluindo o planejamento anual. É inevitável, por estarmos em julho, não pensar no segundo semestre. Sempre tem aquela sensação de: “putz, meio do ano, eu queria ter feito tanta coisa e não fiz metade”. A organização ajuda a gente a não se sentir assim.

Primeiro, porque temos nossos planejamentos revisados e atualizados, e esse inventário dá uma sensação de clareza com relação às prioridades. Segundo, que ninguém é perfeito e planejamentos servem justamente para reajustar a rota quando necessário, e não para engessar a vida e nos deixar frustrados porque não conseguimos concluir algo em um período X de tempo.

Se você estiver pensando sobre como aproveitar melhor o seu segundo semestre do ano, seguem algumas dicas pontuais de atividades que eu tenho certeza que te ajudarão a ter mais foco e repensar suas prioridades.

Construa um mapa mental com as áreas da sua vida

Faça um mapa mental de todas as áreas de responsabilidade atuais em sua vida e reflita sobre a importância que você está dando a cada uma delas. Isso dá muito certo para mim, porque só de montar esse mapa mental eu já percebo que tem algumas áreas sendo mais privilegiadas que outras. Escreva suas reflexões para decidir o que fazer com elas mais tarde.

Garanta o equilíbrio dos períodos do dia na sua agenda

Como está sua agenda hoje? Ela reflete bem o que você precisa fazer ao longo da semana? É importante ter seus compromissos em ordem para saber quanto tempo você tem disponível para investir em outras frentes. Mas, além de um bom planejamento (aprenda como fazer aqui), você precisa observar o equilíbrio entre as diversas atividades. Tenho um post em que comento mais sobre isso. Vale a leitura.

Tenha um inventário de todos os seus projetos em andamento (e incubados)

Projetos são todos os resultados desejados que você quer concluir em até um ano (definição do GTD™). Uma lista de projetos traz todos os seus projetos em andamento. O ano não significa apenas o ano civil atual, mas o período de 12 meses entre o seu hoje e o ano que vem. Uma lista de pojetos incubados traz tudo aquilo que simplesmente não está em andamento no momento. Ter uma lista com todos os seus projetos em andamento garante muita clareza, controle e foco.

Revise os seus objetivos de curto prazo

Objetivos de curto prazo são aqueles que você pretende alcançar de hoje a dois anos. Não costumo trabalhar com “resoluções de ano novo” porque o período de dois anos parece mais realista quando falamos de objetivos de curto prazo. O que a gente quer alcançar nesse período deve desmembrar projetos que podemos começar a trabalhar agora ou daqui a algum tempo (em breve). Analise seus objetivos de curto prazo, então, e verifique se seus projetos atuais refletem o que você pretende.

Faça uma lista do que quer finalizar até dezembro

Qual o seu foco? O que você pretende concluir ainda este ano? O que é realmente prioridade? Essa pequena reflexão é muito importante e pode te ajudar a deixar as prioridades ainda mais claras.

Pare de se cobrar tanto e curta mais suas conquistas

Com certeza muitas coisas já aconteceram neste primeiro semestre e, talvez, na correria, você pode não tê-las celebrado apropriadamente. Permita-se errar. Permita-se ir devagar, de vez em quando. E, acima de tudo, permita-se agradecer e celebrar as suas conquistas.

Essa parte é muito importante, porque é o reconhecimento de tudo o que você vem trabalhando até então. Se for necessário fazer mudanças antes do final do ano, ainda dá tempo. Aproveite!

1 comentário

  1. “Parar de se cobrar tanto”, esta aí um item que eu ate hoje não aprendi, apesar de tudo esta um pouco caótico ultimamente, ainda sim existe conquistar por todos os lados e muitas vezes queremos tanto a perfeição que não enxergamos o que já fizemos por nos todo esse tempo, apenas aquilo que deixamos de lado!

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui