Ferramentas de organização, Bullet Journal, Semestral

Novo caderno para Bullet Journal e o “PLAN WITH ME” de Julho 2020

O caderno que eu comecei a usar no início do ano para fazer meu Bullet Journal acabou agora no final de junho. Deu certinho, restando apenas umas duas páginas! Logo, agora em julho eu configurei um novo caderno, o que de certa maneira dá um certo ar de renovação. Novo semestre, novo caderno, vibes novas (espero).

O caderno que vou usar nessa nova versão começando agora em julho também é da mesma marca e modelo (Leuchtturm 1917), ambos comprados na viagem que fiz há um ano para a Holanda. Infelizmente eles não são vendidos no Brasil e eu comprei apenas 2. Se soubesse da pandemia e que não voltaria a viajar este ano, teria comprado mais. (rs) Mas tudo bem, o modelo ou a marca do caderno não importa. Porém, são bons cadernos. A vantagem de ter comprado dois é que eles praticamente serão os dois cadernos usados em 2020. Não sei se este caderno atual consegue ir até dezembro, mas espero que sim.

Eu já gravei e publiquei o vídeo de PLAN WITH ME de julho no meu canal no YouTube, caso você queira ver. Nele, eu mostro em detalhes como é o novo caderno e como o configurei.

Eu também tenho um painel no Pinterest onde atualizo frequentemente com fotos das páginas dos Bullet Journals usados neste ano.

Cada vez mais eu tenho visto o Bullet Journal como um livro que estou escrevendo registrando como é a minha vida. Logo, não vejo sentido em usá-lo mais para capturas diversas do dia a dia ou mesmo planejamentos, e sim apenas para esse log, esse registro. Acordo, faço alguns registros nas coleções do mês (mostro mais adiante) e abro o log do dia, onde vou registrando desde a hora que acordei tudo o que for fazendo e que valha a pena registrar. Não preciso registrar que “escovei os dentes”, mas se eu preparar uma refeição maravilhosa no almoço, eu faço questão de registrar, porque isso torna meu dia mais feliz! A ideia é poder ver como estou investindo o meu tempo, celebrar pequenas coisas importantes a cada dia que eu vivo, especialmente nesse momento que estamos vivendo com a pandemia e a tendência a perder a esperança momento a momento.

Eu estou em uma fase incrivelmente nostálgica com Amsterdam porque faz cerca de um ano que viajei para lá e foi uma viagem muito significativa para mim, em diferentes aspectos. Então eu quis imprimir essa nostalgia no início do BJ, para registrar minha vibe desse momento. Pesquisei na Internet algumas referências e fiz um desenho das casinhas no início, junto com uma frase do David e uma bicicleta. Cada um desses elementos significa algo mais profundo para mim.

Na sequência, coloquei uma frase de analogia budista, que diz que todo sofrimento se origina no apego. Acredito piamente nisso, e achei que a frase ali viria a calhar, para olhar sempre.

Depois do índice, dediquei apenas duas páginas para o log do futuro, que uso pouco, então considero suficientes. Tenho um painel no Trello para os meus itens incubados, onde organizo essas informações. Aqui acaba sendo mais um registro rápido no dia a dia mesmo, que depois acabo organizando lá.

Não trouxe o planejamento dos trimestres para cá para justamente substituir pelo log do futuro, o que acredito que faça mais sentido, já que as únicas coisas que eu tinha lá eram viagens e eventos que não acontecerão mais, devido à pandemia.

Na sequência, montei uma página dupla com o panorama para 2020, um registro do planejamento que fiz no final de 2019, com informações que eu acho que ainda vale a pena acessar nos próximos meses, como referência.

Pra mim também é importante manter metas e objetivos alcançados este ano, para eu me lembrar.

Na sequência já abri as coleções do mês, dividindo a página com a tradicional washi tape que costumo usar e, na sequência, todas as coleções que considero apropriadas para o mês em questão. Vale lembrar que o mais legal do BJ é você poder personalizar de acordo com as suas necessidades e não ter sempre um padrão. Mantenho o que faz sentido, mudo se sentir que preciso, volto com coleções se achar necessário.

As coleções que usei para este mês de julho foram: log do mês (onde vou registrando os acontecimentos, como se fosse um índice do mês), finanças (registro as contas pagas, transferências, notas fiscais, é bem útil pra mim), hábitos, práticas e mood tracker, check-in (só com a roda da vida) e registro de gratidão.

Depois já começo o log diário de maneira simples:

Uma coisa que eu fiz e achei bem legal foi folhear todo o meu caderno anterior desde janeiro para ver como tinha sido o meu ano até aqui e fazer uma mini-retrospectiva. Foi ótimo porque, com tudo o que está acontecendo, é fácil cair na armadilha de pensar que o ano se perdeu, que não fizemos nada etc. Eu sempre soube disso, sinceramente, mas ver ali na minha frente foi muito significativo. Mesmo com tudo o que está acontecendo, estou conseguindo fazer coisas legais para mim, descansar, ter momentos de lazer, descansar, em paralelo com ações de trabalho. Isso é maravilhoso.

Eu também fiz uma espécie de “resumo do semestre” no final de junho e o exercício de inventário mental que o Ryder indica no livro dele (o livro base do método Bullet Journal). Ambos elementos importantes que me ajudaram em uma reflexão sobre o que estava acabando e o que estava iniciando.

Eu mostro tudo isso *em detalhes* lá no vídeo de Plan With Me e explico minhas decisões e por quês. 😉 Se tiver alguma dúvida, pode deixar um comentário. Obrigada.

2 Comments

  1. Carolina says:

    Thais, há alguns dias te mandei uma pergunta no youtube sobre seu fone de ouvidos usado para se concentrar nos estudos e trabalho, o que vc disse no vídeo “Dicas para trabalhar com foco e concentração” bloquear sons externos. Vc poderia me indicar as especificações dele? Desde já agradeço.

    1. Oi Carolina, tudo bem?

      Eu citei 3 fones, são eles:

      – microfone da Apple, para iPhone

      – Sony xBass

      – Bose Quiet Confort

      Bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados