Comida, Receitas

Receita: lamen vegano

Para facilitar a minha digestão, tenho buscado jantar sopa todos os dias.

Nos dias que tenho mais fome, coloco macarrão ou arroz na sopa, para ela ficar mais encorpada.

Eu também gosto de preparar as refeições no próprio momento, então não pode ser algo que não seja prático e rápido, pois acabaria não conseguindo manter o hábito.

Por isso, já faz algum tempo que venho fazendo um lamen praticamente todos os dias. Já compartilhei algumas vezes no Instagram, e achei que valeria a pena trazer para o blog como eu faço também.

Essa receita pode ser inteira personalizada. Vou tentar dar o máximo possível de dicas nesse sentido, neste post.

Ingredientes

Esses foram os ingredientes da minha versão na foto acima:

  • água
  • shitake fatiado
  • tofu firme
  • ghee (no meu caso uso o vegetal)
  • cebolinha picada
  • pasta de missô orgânico
  • gengibre
  • cúrcuma
  • curry
  • sal
  • macarrão sem ovos

Você pode substituir o shitake e o tofu por legumes e verduras diversos ou usar até carne.

O ghee serve para refogar os cogumelos e o tofu antes, e você pode substituir por qualquer outra gordura – azeite, óleo, gordura animal.

A cebolinha é fresca e você pode substituir por outros temperos frescos, como coentro ou salsinha.

A pasta de missô orgânico eu uso para dar consistência. Uso orgânico porque tem menos sódio. Ela é totalmente opcional.

As especiarias (gengibre, cúrcuma, curry) podem ser substituídas a gosto.

Sal, uso bem pouco apenas na refoga do shitake e do tofu. Como a pasta de missô já tem sal, eu restrinjo o uso. Tenho tentado usar menos sal na comida de modo geral.

Uso macarrão sem ovos porque sou vegana, mas você pode usar qualquer macarrão ou até substituir por arroz ou pão. Muitas vezes eu uso bifum, que é o macarrão feito com arroz, em vez de trigo.

Modo de preparo

  1. Toda a refeição será feita em uma panela única. Então eu pego a minha panelinha funda e coloco um pouco do ghee vegetal, os cogumelos e o tofu. Um pouco de sal. Refogo até sentir aquele cheirinho gostoso de refogado.
  2. Coloco a água. Para saber a quantidade, eu simplesmente encho a cumbuca que vou usar para tomar a sopa. Como a água evapora, mesmo colocando mais ingredientes a medida fica certinha.
  3. Depois da água, coloco o macarrão, para dar tempo de ele cozinhar, e o restante das especiarias. Deixo ferver e abaixo o fogo. O ponto que eu gosto do macarrão é “al dente”. Você pode deixar mais tempo se preferir o macarrão mais molinho.
  4. Desligo o fogo e coloco uma colher de sopa da pasta de missô. Você precisa colocar a missô com o fogo desligado porque, se a água estiver fervendo, a pasta de soja perde os seus nutrientes. Deixo um ou dois minutinhos para ela dissolver e misturo tudo.
  5. Não cozinho a cebolinha junto. Coloco a cebolinha picada já na cumbuca que vou usar pra comer e, quando estiver pronta, jogo a sopa ali dentro com a cebolinha já no “prato”.

Eu faço praticamente todos os dias. Acho uma refeição fácil, rápida, nutritiva e que me sustenta bem, além de ser leve para o jantar. Muitas vezes eu faço até no almoço mesmo, colocando mais shitake, tofu e macarrão.

Sopa é uma refeição muito reconfortante. Jantar sopa tem deixado a minha digestão mais tranquila e harmoniosa.

3 Comments

  1. Amei a receita!! Vou fazer! O missô eu já tenho! Ela é super fácil de fazer né!! Eu também passei a comer sopa na janta (por causa da ayurveda), mas a minha não está 100% saudável como eu gostaria. Mas eu tento deixar ela o melhor que posso porque meu marido come comigo e essa ele não gostaria de comer, mas em breve passarei a fazer pra mim porque é um bem que eu quero trazer para a minha saúde! Na minha eu coloquei batata, cenoura, tomate, cebola roxa, dente de alho amassado com a faca (e os pedaços grandes ficaram bem cozidinhos! Foi o toque especial), macarrão e salsicha! Eu sei! Péssimo! Mas vou melhorando a cada vez! Fazendo as mudanças aos poucos, até pra ver se meu marido se anima em se tornar saudável junto comigo!

  2. Eu sou muito do team “sopa é janta sim” hehehe quando esse período desafiador passar, vou procurar a pasta de misso pra acrescentar nas minhas sopas, normalmente eu engrosso com uma batatinha cozida (amasso bem e encorporo ao caldo )

  3. Fiz ontem e ficou maravilhoso!! Obrigada, Thais! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados