Plenitude & Felicidade, Trabalho

Lidando com o trabalho de maneira mais positiva nessa quarentena

Eu reuní algumas dicas que têm funcionado para mim e que tenho compartilhado com minhas amigas e amigos durante a quarentena para que desenvolvam uma relação mais saudável com os seus trabalhos. Espero que sejam úteis para você também.

  • É muito difícil ter um gestor completamente sem noção. Nos sentimos injustiçados, pode existir assédio moral, é bem complicado. Pode ser que ele esteja tomando a pior atitude possível com relação à equipe durante a pandemia. Pode ser que você esteja sofrendo uma injustiça. Pode ser que você não consiga fazer algo efetivamente para que ele pare de ser assim ou não seja o melhor momento para você pedir demissão, mas você pode tomar uma decisão interna sobre isso, que pode ser: não vou esperar a empresa ou meu chefe se posicionar, vou EU me posicionar, mesmo que internamente. Você pode decidir que não vai mais deixar seu chefe te afetar dessa maneira e que vai focar em outras coisas. Ou talvez você até consiga tomar alguma atitude. Não é um placebo, nem vai resolver a situação de maneira ideal, mas pode te ajudar a lidar melhor com aquilo que você efetivamente pode fazer.
  • Tente não alimentar pensamentos negativos. Significa que pensamentos negativos podem surgir o tempo todo, e é ok e legítimo percebê-los e sentí-los. Mas existe uma grande diferença entre você receber, sentir, e depois ficar alimentando tais estados. Permita-se sentir, bote pra fora, sinta a raiva ou a tristeza, mas deixe ir embora. Mais uma vez: não porque é a maneira ideal de lidar, mas porque é uma maneira menos pior de estar no momento em que vivemos.
  • Tente não fazer auto julgamentos. Você comeu um bolo de chocolate quando deveria estar de dieta. Você não respondeu um e-mail que deveria ter respondido logo. Veja: ninguém está vivendo “o seu normal”. Está todo mundo reaprendendo a viver nessa nova situação. Tudo já fica bastante difícil sem essas cobranças internas, então procure não fazer julgamentos a respeito de você mesmo/a. É momento de olhar com amor para cada pessoa, inclusive você, e focar apenas em encorajamentos das coisas boas, não em se autocriticar por ter feito algo ruim. Pegue leve consigo mesmo/a, tá bem?
  • Se as notícias sobre a pandemia estiverem te deixando para baixo, estabeleça um horário do dia para se informar e, depois, evite procurá-las ou ler jornais. Isso envolve até mesmo ficar navegando em redes sociais. Para mim, por exemplo, o período noturno é mais propenso a me fazer sentir estados negativos porque já venho de um dia inteiro fazendo um monte de coisas. Meu cérebro está mais propenso ao cansaço físico e mental. Qualquer coisa vai tomar uma dimensão muito maior. Logo, eu escolhi ler as notícias pela manhã, e para mim basta.
  • Foque nos aspectos positivos da sua vida em que você encontra alegria mesmo nos piores dias. Tomar um banho bem gostoso e se desligando do mundo ouvindo sua música preferida. Ver um filme certeiro, que você sabe que te deixa bem. Desenhar. Ler um livro. Ler quadrinhos. Meditar. Jogar vídeo-game. Permita-se ficar sem fazer nada ou tirar um tempo para desligar o cérebro e fazer apenas coisas prazeirosas para você. É questão de sobrevivência, não se culpe!
  • Essa pode ser mais radical, mas veja se pode funcionar para você: cortar relacionamentos que não te deixem legal. Muitas vezes, a responsabilidade é até sua. Sabe? Mas não é o momento de resolver tretas. É o momento de se preservar. Foque nos relacionamentos fáceis, nas pessoas que te deixam bem, e deixe de lado qualquer relacionamento que seja um gatilho para você agora. Não é o momento de resolver. É momento de ficar bem e investir tempo e energia em pessoas que estejam numa vibe legal e que te deixem bem, e que você sinta que também contribui para que elas fiquem bem igualmente.
  • Comemore sempre que concluir algum trabalho ou projeto importante ou que estava levando mais tempo do que você gostaria. Celebre essas pequenas conquistas.

Algumas dicas pontuais que acredito que podem fazer diferença na maneira como você se sente nesses dias. Espero de verdade que sejam úteis. <3

Se por acaso você estiver fazendo algo que tenha feito diferença na maneira como você se sente no dia a dia de trabalho e quiser compartilhar, deixe um comentário. Obrigada!

11 Comments

  1. Mayara Oliveira says:

    Para me sentir melhor, escolhi dois livros de frases/passagens, o Pão diário e o um Minuto de sabedoria, acordo e sento na mesa para começar a trabalhar e leio um página de cada, já começo o dia melhor, me sentindo mais positiva, calma, tem dias qe as mensagens parecem que foram feitas para o meu momento atual.

  2. Sandra Valéria Piccolo says:

    Thais, bom dia!
    Em primeiro lugar, parabéns pelo seu trabalho. Você é fantástica!
    Neste período, tenho trabalhado muito (mais que o normal, até), com entregas consistentes e diminuição dos acúmulos que estavam pesando nas minhas listas de tarefas. Coisas importantes que tenho feito: meditação, yoga pela manhã. Ao longo do dia, mini-sessões de relaxamento. Convivi com uma depressão persistente desde a adolescência e essa luta de anos para ficar bem parece que hoje fazem sentido: neste momento crucial, minha mente está bem, estou deixando picuinhas de lado e deixado a criatividade fluir, o que melhora o trabalho, os relacionamentos, enfim, tudo.
    Beijos, cuidem-se!

  3. Priscila says:

    Obrigada pelo texto Thais! Foi certeiro para mim, principalmente nesta semana. Gratidão!

  4. Luanna Sousa Rocha says:

    Foi muito bom ler isso agora. Especialmente a parte sobre relacionamentos, não tinha pensado nisso, mas concordo que é essencial. Obrigada 🙂

  5. Luanna Sousa Rocha says:

    Foi muito bom ler isso hoje. Especialmente a parte sobre relacionamentos, não tinha pensado dessa forma, mas faz todo sentido! Obrigada 🙂

  6. Natasha says:

    Fazer seu curso gratuito foi muito bom para mim nessa quarentena! Focar a atenção em outras coisas, refletir sobre mim mesma, meus propósitos e objetivos de vida para além da quarentena, foi um divisor de águas! Uma dica que você deu sobre estudar coisas aleatórias também tem funcionado, imagino que não para todo mundo, tentei colocar leituras densas em dia e não deu certo, me senti pior, mas focar a atenção em estudos independentes e leves está ajudando. Depois do curso de organização comecei a aprender crochet e estou estudando por conteúdos gratuitos sobre aromaterapia também! MUITO OBRIGADA MESMO!! (l)

    1. Eu que agradeço, Natasha. 😉

  7. Rosileine Guedes says:

    Obrigada, Thaís
    Sabe que faz um tempo que vc escreveu sobre o volume de wat zap e que limitava horários para responder, algo mais ou menos assim.
    Na época isso não se aplicavá para mim, mesmo estando em grupos do trabalho era Ok. Mas, com o trabalho em HomE office, as pessoas simplesmente surtaram. Todos os dias temos reuniões no teams por uma hora e meia. Porém, as msg começam pela manhã, depois do encontro na plataforma não param. Eu comecei até a passar mal, sentir momentos de muita ansiedade porque não quero parecer relaxada com o trabalho, mas esse ritmo está insano e me fazendo mal.
    Estou tentando administrar essa ansiedade dentro de mim, mas está difícil. Chegaram a fazer mais dois grupos para assuntos separados, mas as coisas se atropelam. Saí de dois grupos e creio que não serei bem vista por isso.
    Quero agradecer por todo o conteúdo que compartilha e mais do que nunca está sendo muito importante para ajudar a lidar com tudo isso.
    Gratidao, Rosileine

  8. Marianne says:

    Ótimo post. Encontrei só alguns errinhos: “reuni” e “senti-los” não têm acento; “autojulgamentos” é escrito junto.

    1. Como eu produzo de 7 a 15 conteúdos diariamente e não tenho revisor, normal passar. Obrigada por avisar.

  9. Kelly Vinco says:

    Perfeito, Thais!
    Tenho trabalho além do normal nesse período, por isso ainda mais importante fazer o possível para não deixar isso dominar negativamente meu dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados