Categoria(s) do post: Diário da Thais

A cada três meses, ou sempre que vira a estação, eu gosto de publicar no blog um resumo dos projetos que eu concluí e dos objetivos que alcancei no trimestre.

O terceiro trimestre do ano diz respeito aos meses de julho, agosto e setembro, praticamente.

Muitos dos objetivos de curto prazo que eu tinha foram reformulados. Para ser bem sincera, estou exatamente no meio dessa reformulação. À medida que outros objetivos foram sendo alcançados, eu fui vivenciando as experiências e aprendendo sobre o que eu queria e não queria para a minha vida. Sei que chegará um momento em que terei mais clareza (ao fim desse processo) e poderei escrever sobre ele, mas ainda não é o momento. Eu falei mais sobre isso no post anterior, com os objetivos e projetos do segundo trimestre.

De modo geral, esse terceiro trimestre foi maravilhoso para me dar essa clareza. Trouxe meses de profunda reflex̣o. Eu retomei algumas atividades muito importantes para mim Рo mestrado e o budismo Рe isso teve um impacto imenso na maneira como eu curto o meu mundo.

Não concluí nenhum objetivo neste último trimestre, então, mas quero dar uma resumida nos projetos:

  • Ministrei diversos cursos, tanto em empresas quanto abertos. Foram quatro turmas só de GTD em São Paulo. Confira a agenda de cursos. Farei mais alguns antes do término do ano. Ano que vem estou planejando novidades. 😉

 

  • Finalizei diversos contratos importantes, desde a agência que vai cuidar das ações comerciais no blog até a pessoa que está responsável pelo atendimento administrativo. Nós tivemos mudanças na equipe, então tudo isso aconteceu nesse último trimestre. Foi a primeira vez que tive que lidar com demissões, documentação, INSS e outras burocracias. Já acabou.
  • A mudança do escritório também tomou grande parte dos meus esforços nesse trimestre. Entregamos uma das salas, ficamos apenas com uma, que será o escritório. Fiquei muito tranquila com a decisão, e agora estou arrumando tudo.

  • Implementamos um sistema de automatização das notas fiscais na empresa. Isso vai gerar uma economia de muito muito tempo de trabalho.
  • Sobre o mestrado, concluí dois artigos – um para a última disciplina do curso e outro para os anais de um evento que participei no primeiro semestre.
  • Alcancei 50 mil seguidores no YouTube. A meta é chegar em 100. Já se inscreveu lá?
  • Consegui descobrir oficialmente o que eu tinha, que é alergia severa à lactose. Por conta disso, resolvi oficializar para a vida minha transição para o veganismo. Tem que ser feita com cuidado por conta da cirurgia bariátrica.
  • Organizamos uma viagem em família para Campos do Jordão. Foi ótimo.
  • Concluímos a certificação dos novos instrutores no GTD. Esse projeto tinha começado no ano passado.

Algumas metas que tenho ainda para este ano envolvem um valor X do faturamento da empresa (que quase batemos já este mês!), ter alguns investimentos rodando, concluir o mestrado e alcançar 100 mil seguidores no YouTube.  Estou trabalhando diariamente em todas elas.

O último trimestre do ano sempre tem aquele clima de finalização de pendências, e eu já estou com a cabeça em várias coisas que vamos fazer em 2020.

Bom último trimestre a todos.

Deixe seu comentário

6 comentários

  1. Annanda Sousa comentou:

    Adoro esses posts de projetos/objetivos concluídos em certo espaço de tempo. Sempre me inspira a fazer o mesmo e o resultado é sempre muito bom.

    Meu sonho é fazer um curso presencial seu. ❤️❤️ Beijos.

  2. Camila Barreto comentou:

    Que legal, Thais. Se puder, fale um pouco sobre a transição para o veganismo, principalmente em relação a bariátrica…

  3. Daniele comentou:

    Como vc descobriu esta alergia, Thais? Algum exame específico? O que vc sentia antes?

    1. Putz, foi um longo e chato processo. Comecei a passar muito mal em fevereiro, achando que fosse uma intoxicação alimentar. Fui viajar para Portugal passando super mal no avião, foi difícil! Voltei antes porque estava realmente ruim.

      Quando a gente viu que não melhorava, suspeitou-se que poderia ser algo que não uma intoxicação. Fui me medicando para estancar a coisa toda mas fazendo exames mais comuns para descartar as principais causas, de vermes a câncer intestinal (todos negativos).

      Nesse caso, o diagnóstico vai para causas mais sutis, como alergias. Quando eu tirei o leite, já melhorei. Mas aí fui fazendo exames. O de alergia à lactose é chatíssimo.

      Falta um ainda que é um exame de DNA que vai me dizer se tenho alergia a outras coisas além do leite, porque pode ser!

  4. Marina comentou:

    Eu sempre me dei mal com o leite, sempre me queixei mesmo em pequenina à minha mãe e ela não compreendia. Hoje tenho um filhote com 2 aninhos e passou quase um ano com crises de diarreia e os médicos diziam sempre que era virose da escolinha. O que é certo é que retirei o leite com lactose e ele nunca mais teve crises e eu cortei mesmo de vez. Foi a melhor coisa que fizemos.