Anual

Coisas que eu não fiz em 2020, mas ainda quero fazer

O objetivo de publicar um post como este é mostrar que, de modo geral, sou uma pessoa com grande poder de auto-realização, mas a vida pode trazer surpresas inesperadas e renegociar faz parte do jogo. Não se trata de fazer tudo, mas de viver uma vida tranquila e com significado.

Como você pode imaginar, a maioria dos projetos abaixo ficou em suspenso devido à pandemia. São coisas que não consegui fazer ou precisei adiar, mas ainda quero fazer, e encorajo você a fazer esse exercício também.

  • Reforma da garagem. Houve uma reforma na garagem da nossa casa há cerca de 35 ou 40 anos e ela está “afundando”, pois o piso está assentando ou algo assim. Precisamos suspender por conta da pandemia mas ainda precisamos fazer, então provavelmente será um foco aqui na casa em 2021, quando pudermos.
  • Publicação do podcast. Deveria ter publicado no primeiro semestre mas, com a pandemia, precisei priorizar outras atividades.
  • Escrita do meu novo livro sobre estudos. O plano era publicar na Bienal, em agosto deste ano, então com a pandemia tudo foi remanejado. Provavelmente ficará para o ano que vem.
  • Algumas questões financeiras e bancárias que dependiam de visitas presenciais. Nada de urgente, então ficaram em stand-by, mas ainda preciso fazer.
  • Algumas questões de relacionamentos que também demandam conversas olho a olho. Nada de urgente, então ficaram em stand-by, mas ainda preciso fazer.
  • Cursos e certificações que ficaram com questões pendentes e que ainda quero resolver e concluir.

O legal desse exercício é que ele já vai desenhando um pouco algumas prioridades para serem levadas em conta para o planejamento do ano que vem.

Se quiser, compartilhe comigo algum projeto que você não conseguiu ou não quis fazer este ano, mas talvez queira retomar em 2021. Obrigada!

10 Comments

  1. suelane santana assunção says:

    Tirar CNH

  2. Sabrina Santiago says:

    Este ano tinha uma viagem de presente para os meus pais planejada, mas obviamente não rolou. Com certeza ainda darei o presente, mas num outro momento.

  3. Julia Garani says:

    No meu caso, o que pegou foi nas viagens. Quero muito ir à Ouro Preto…

  4. Daniele Augusta da Silva says:

    Havia planejado duas viagens que há anos venho adiando, para Bom Jesus da Lapa e para Caldas novas.

  5. Eu organizo clubes do livro presenciais no RJ, e em 2020 eu tinha vários planos para eles! O forte do meu trabalho é poder criar laços com as pessoas convidando para passeios e eventos em geral, e o Rio é cheio dessas oportunidades. Resultado da pandemia: tudo por água abaixo! Ainda bem que consegui transferir todo mundo para clubes virtuais. Está sendo uma experiência muito legal e mesmo depois da pandemia quero continuar com os clubes online, mas quero mais ainda voltar com os presenciais e meus planos assim que possível!

  6. Ana Karoline says:

    Minha tese, meu curso de Organização que comecei contigo e parei tem meses…
    Atividade física, organizar meu sono e minha rotina (rotina é questão de saúde) e tratar meu TDAH, que minha psiquiatra insiste em não ver…

  7. Raphaela oliveira says:

    Em razão da pandemia adiei alguns projetos e adiantei outros. A ideia era ano que vem fazer uma pós presencial (adiantei e iniciei uma a distância esse ano); e queria muito ter feito aulas de patins , estava na fase das pesquisas de professores quando a pandemia “estourou” então é um projeto que levo pro ano que vem

  8. Monica Fernandes says:

    Tava com uma obra engatilhada para começar em março desse ano… aí veio a pandemia e o resultado foi: a sala virou depósito de material, a casa ficou meio anarquizada mas eu relaxei! Ao em outubro o condomínio liberou as obras e estão quase finalizando! Acho q entro 2021 já de cada nova!

  9. Kelly Costa says:

    Eu interrompi as aulas de inglês e francês e comprei um curso de coaching de carreira em março que ainda não consegui fazer. O home office me deu “de presente” uma dor insuportável na coluna e no quadril por ficar 12 horas sentada. Por isso, iniciei atividade física diariamente – 30 min por dia somente – para diminuir a dor e pretendo aumentar este tempo pois já comecei a sentir os benefícios.

    Thais, Obrigada pelo conteúdo sempre tão assertivo e coerente 😘

  10. Muito bom ler um post honesto como esse, que ao invés de “esconder” o que não deu tempo de fazer, assume e se compromete de novo com a conclusão. Parabéns! Acabei de descobrir o seu blog e estou adorando. Me motivou ainda mais a não desistir das coisas que tive que pausar <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados