Dicas de produtividade, Plenitude & Felicidade, Equilíbrio emocional, Planejamento

Como não perder o foco e cumprir o que foi planejado

Este foi um pedido de tema a ser abordado este mês no blog, quando estamos falando sobre planejamentos.

E aqui vale reforçar o que eu venho falando nos últimos posts: planejar não significa fazer exatamente o que planejou, mas sim traçar um caminho que muito provavelmente demandará ajustes. Inclusive pode ser que, no meio desse caminho, você perceba que nem quer mais aquilo que queria inicialmente. Pois a vida acontece, a gente aprende e pode mudar de ideia sempre (que bom).

Partindo desse pressuposto, como faço para ter foco? Algumas estratégias:

  • Desligo as notificações.
  • Reviso meu sistema toda semana para confiar que, no dia a dia, eu posso olhar apenas a minha agenda e a minha lista de afazeres para saber o que preciso fazer.
  • Planejo a minha semana.
  • Tenho uma lista com todos os meus projetos em andamento, que reviso uma vez por semana, para garantir os próximos passos definidos. Esses projetos estão, em sua maioria, relacionados a objetivos maiores.
  • Os objetivos maiores eu reviso na mudança das estações. É só uma maneira de me lembrar de revisá-los a cada três meses, em média. Toda vez que reviso algum objetivo, me pergunto se tenho projetos relacionados e, se não, os defino.
  • Exercito continuamente a reflexão sobre o que eu poderia delegar, se tivesse equipe para isso, de modo que eu tenha certeza sobre as atividades que apenas eu posso fazer e, portanto, são prioritárias.

Eu também gosto de dizer que foco não é algo que acontece, mas sim uma escolha. momento a momento, podemos escolher no que vamos focar. Neste momento, eu escolhi focar na escrita deste texto, mesmo com tantas outras coisas para fazer. E o que me permite sentar e escrevê-lo com calma e tranquilidade é saber que todo o restante está sob controle, só esperando eu terminar aqui para reavaliar e ver qual a próxima coisa importante a fazer.

4 Comments

  1. Thais, texto inspirador!
    Constantemente minha cabeça não está onde o meu corpo está. Aos poucos estou tentando me trazer para o momento presente, seja numa caminhada ou em uma sessão de estudos. Nem sempre é fácil, mas tento todos os dias.
    Obrigada por compartilhar sempre!

  2. É verdade. O foco é muito importante e acho que as pessoas ansiosas tem mais dificuldade com isso. Eu escrevo esse comentário mas já estou pensando ali na minha lista de coisas pra fazer. Muitas vezes chego a interromper o que estou fazendo pra fazer outra coisa que me veio a cabeça. Tipo tô escrevendo aqui mas lembro que a louça tá na pia. Paro e vou lavar a louça…
    Tão errado!

    1. Oi, Flavia! Eu também tava assim e passei a usar uma técnica que aprendi usando o método pomodoro (mas que várias pessoas falam sobre isso de jeitos diferentes), que é tendo um bloquinho do lado enquanto faço alguma atividade. No caso do pomodoro, enquanto tô no ciclo e lembro de alguma coisa pra fazer, anoto no bloquinho e volto pra tarefa que estava fazendo. Aí, na pausa ou quando acabar o ciclo (a depender da complexidade da tarefa), vou lá e faço. Quando vc anota a tarefa, sua mente entende que ela tá segura em algum lugar e vc não vai esquecer de fazer, então para de ficar se preocupando com aquilo o tempo todo. Pra mim, funcionou muito!

  3. Sabrina Santiago says:

    Desativar o WhatsApp foi, para mim, um grande ponto nessa questão. Uso o Telegram apenas com o namorado e a melhor amiga, e até a minha mãe já aprendeu a me enviar e-mails (fofos) durante a semana.

    A principal diferença, no entanto, senti com o pessoal do trabalho: parece que, por e-mail, as pessoas são menos enrolonas, dizendo de uma só vez do que precisam – o que facilita muito até na hora de ajudar.

    Adorei a sua reflexão em relação a delegar. Confesso que você foi a primeira pessoa, há meses/anos atrás, a me incentivar a pensar sob essa perspectiva. Gratidão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar...

Posts mais acessados