Depois de me permitir um tempinho de muita empolgação com o mestrado e a vontade de abraçar o mundo acadêmico, eu estou conseguindo ter uma pouco mais de clareza e colocar as minhas ideias no lugar com relação à produção de textos em paralelo à minha pesquisa. Para me ajudar, eu criei um cronograma, em formato de planilha simples, no Google Drive (pode ser replicado no Excel), onde organizei a produção dos textos e a apresentação dos mesmos em eventos e seminários de maneira geral.

(clique para ampliar)

Em primeiro lugar, decidi participar de um evento por semestre, durante o mestrado. É claro que eu gostaria de participar de mais eventos (todos, se possível). Mas não dá. Pela priorização do tempo, pelo foco na pesquisa e por uma série de outros fatores (custos com viagens e inscrições, por exemplo).

Além dos eventos em que apresentarei trabalhos, também tenho os artigos de conclusão de cada disciplina (de duas a quatro por semestre), o que também gera um volume considerável de leitura e produção de texto.

Some a tudo isso a pesquisa em si, que também demanda leitura, trabalho de campo etc.

Quando eu depositar a minha dissertação, for aprovada e me formar como mestre, serão “outro quinhentos”. Vou ter um tempo para amadurecer as ideias para o doutorado e, com isso, espero participar de mais eventos – sempre aqueles que considerar relevantes.

Existem diversos eventos de sociologia do trabalho que acontecerão mas, se forem fora de São Paulo, optei por não participar deles. E, em São Paulo, participarei como ouvinte. Meu orientador me disse que, nesse momento, vale a pena eu focar nos eventos de Comunicação, para formar meu posicionamento de mercado (em resumo), e concordo com ele, apesar de obviamente morrer de vontade de participar e apresentar. Não dá para abraçar o mundo. Além da vida acadêmica, tenho uma empresa em crescimento para tocar. Preciso ter foco e, acima de tudo, noção.

O link para o cronograma acima será colocado na minha checklist de revisão mensal, então todo mês verei os prazos e próximos eventos para me planejar. Dentro do GTD, a produção, submissão e apresentação de trabalhos é apenas um projeto cada evento.

Adoraria saber como você faz, caso você também tenha uma organização de tal produção como eu. Se for o seu caso, deixe um comentário compartilhando, se quiser. 😉

16 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o cronograma Thais! Obrigada por compartilhar 🙂 irei iniciar meu mestrado em breve e já estou pegando todas as dicas haha

  2. Muito boa a ideia de organizar um calendário acadêmico anual. Acho essa forma mais visual de apresentar as informações excelente para evitar sobrecarga de trabalho.
    Gostaria de aproveitar para tirar uma dúvida – e sugerir um post: como conseguir uma carta de recomendação no meio acadêmico?
    Estou afastada da academia há algum tempo e estou me planejando para cursar um mestrado no ano que vem. Li o edital de inscrições publicado no ano passado e vi que a instituição que escolhi exige 2 cartas de recomendação de professores pesquisadores (há um texto modelo para ser usado, que inclui uma avaliação subjetiva do pesquisador das minhas habilidades e minha atitude em relação ao estudo e à pesquisa). Não tenho contatos a quem possa pedir estas cartas no momento, então obter estas recomendações se tornou um projeto atual meu, em preparação para a inscrição no curso. No entanto, embora tenha clareza do meu objetivo, estou tendo dificuldades em formular minhas próximas ações.
    Você precisou de cartas de recomendação para o seu mestrado? Tem alguma dica de como um projeto deste pode ser abordado?
    Obrigada!

  3. Olá, Thais

    Faço mestrado na USP (Psicologia) e estou acompanhando essa sua nova fase acadêmica (te acompanho tem uns anos já). Me chamou a atenção o post pois a produção de artigos é uma das tarefas mais exigentes e trabalhosas da vida acadêmica. Eu entendo que planejamento é preciso, uso o GTD também, mas eu realmente me surpreendi com o seu planejamento do ano, porque eu, que sou dedicação exclusiva ao mestrado (bolsista), não consigo produzir um artigo completo em 1 mês, exceto quando foco exclusivamente nessa tarefa. Ano passado, quando ainda estava pagando créditos em disciplinas, e portanto tendo que conciliar diversos tipos de atividades, consegui escrever 2 artigos completos ao longo de 2 semestres (e que ainda precisam de revisões antes de serem submetidos à publicação). Esse ano, que estou preparando meu manuscrito de qualificação para o próximo mês, eu não consigo fazer nada além de lidar com os meus dados de pesquisa e escrever meu manuscrito de segunda a sábado.

    Não sei se são diferenças da área ou institucionais, mas eu gostaria muito de saber, se seu planejamento funcionar, como vc tem feito pra caber todos os passos que exigem a escrita de um artigo nesses períodos de tempo que vc planejou, no meio de todas as suas outras atividades. Pode ir contando pra gente? rs

    Beijos e sucesso com o mestrado.

    • Oi Maíra, tudo bem?

      Obrigada pelo comentário. Então, meu planejamento é para um artigo por semestre (para eventos), e o primeiro que estou escrevendo este ano é com mais duas pessoas.

      Concordo com você sobre o volume e trabalho de cada um.

  4. Oie! Vim pelo vídeo da Espaçonave. Também empreendo e comecei meu mestrado agora. Então é claro que me conectei demais com sua jornada e amei a maneira como você vê a organização.
    Me considero uma pessoa muito organizada, mas meu calcanhar de aquiles é a ansiedade e a vontade de abraçar o mundo e ser excelente em tudo isso. Claro que não rola.
    Então acho que a chave é o olhar pra si, cuidar de si e confiar na organização como forma de trazer mais paz e presença pra vida, né?
    Muito obrigada por compartilhar a rotina que você organizou para a demanda do mestrado. Estou seguindo muito perto disso: um evento por semestre, dois a três artigos também por semestre + a pesquisa em si.
    Não vai ser fácil, mas tem que ser gostoso, pelo menos na maior parte do tempo.
    Vou te acompanhar tanto por aqui como pelas redes e, assim, estar dentro dessa rede de colaboração e partilha linda que você criou.
    Muito muito muito obrigada.

  5. Thais, muito obrigada por compartilhar esse cronograma, estava pensando em como faria o meu. Temos prazos e congressos semelhantes, na área da comunicação, quem sabe não nos esbarramos em um Intercom?

    Vou replicar e adaptar essa tabela às minhas necessidades, estou aproveitando o feriadão aqui no RJ pra organizar a vida acadêmica.

    Beijos!

  6. Oi Thaís. Uma coisa que também pode ser feita é aproveitar os trabalhos finais das disciplinas para apresentar em congressos. Quando for possível, você pode fazer o trabalho final com foco em um tema de algum evento que você vá participar. Às vezes dá pra casar as duas coisas! Um beijo

  7. Oi Thais:
    Que legal te ver falando disso. Eu tenho um cronograma igualzinho para organizar minha participação em eventos. Estou no último ano de um doutorado em Educação na Espanha e aqui sou mãe solteira. Então não participo de tantos eventos fora quanto gostaria. Mesmo assim, um por semestre me parece uma boa média.
    Também aqui a pressão por publicar em journals de grande impacto é maior que para apresentar em conferencias. Na verdade, dependendo da área, as publicações em conferência não tem muito valor. Isso não significa que nao valha a pena divulgar seu trabalho em congresso. Só significa que voce tem que planejar muito estrategicamente como usa seus dados. Enfim, o assunto dá pano pra manga…rs.
    Um abraço,
    Luana

  8. Olá ! Acabei de ver seu vídeo da agenda semanal e gostaria de saber como vc insere a produção desses trabalhos. Seria no tempo livre ou vc separa um tempo flexível pra estudar? Vc estima quantas horas vai levar p produzir cada trabalho? Enfim, se vc puder detalhar mais sobre isso, vai ser ótimo ! Grande beijo!

  9. Muito legal Thais Godinho,vida corrida terminamos esquecendo de colocar as coisas no seu ligar certo.Pretendo um mestrado, suas dicas são excelentes, irei segui-las!Obgda!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here