15 boas práticas para ter mais tempo no dia a dia

20
15182

Um compilado de boas práticas de organização e produtividade para você aplicar e ter mais tempo no seu dia hoje mesmo.

  1. Programe o seu horário de acordar de acordo com as horas de sono que você precisa dormir, e não com base no horário, apenas. Se você precisa dormir sete horas todas as noites para ficar bem e descansado(a), e precisa sair de casa às 8h para ir trabalhar, calcule que horas precisa estar na cama para acordar descansado(a) e ainda ter tempo de fazer tudo o que precisa pela manhã.
  2. Adiante o que puder da sua manhã na noite anterior. Tome banho, separe a roupa, arrume a bolsa/pasta/mochila, deixe o café-da-manhã no esquema.
  3. Aproveite o período em que estiver em trânsito para ouvir um podcast, áudio de vídeo ou audiobook que contribua para algo que esteja fazendo no momento na sua vida – pode ser um projeto, um tema que estiver estudando etc.
  4. Organize seu guarda-roupa de modo que você tenha como fazer escolhas mais simples no seu dia a dia, sem perder tempo escolhendo roupas.
  5. Desligue as notificações de novas mensagens no seu celular e no seu computador. Aprenda a olhar as mensagens nos intervalos, em vez de se distrair e perder o foco a cada cinco segundos.
  6. Evite reuniões e, se for para realizá-las, encurte-as o máximo que puder.
  7. Se não puder evitar uma reunião, que tal agendar um almoço ou jantar ao mesmo tempo? Assim, você aproveita o tempo de uma refeição para conversar com as pessoas.
  8. Use o unroll.me para se descadastrar de listas em e-mails.
  9. Sempre que terminar de fazer algo ou executar uma tarefa, pergunte-se: “qual a coisa mais importante que eu posso fazer agora?” E faça essa única coisa. Foque nela e, quando terminar, faça novamente a pergunta. Você trará agilidade à sua lista de coisas a fazer e descobrirá que, muitas vezes, a coisa mais importante nem estava na lista! (parar para descansar um pouquinho é tão importante quanto fazer qualquer outra coisa)
  10. Aproveite tarefas repetitivas e que não precisam da sua atenção total para fazer enquanto faz outra coisa. Tipo, assistir um vídeo no YouTube enquanto lava a louça, ou arrumar a gaveta de meias enquanto assiste uma série no Netflix.
  11. Torne tarefas chatas mais agradáveis fazendo algo “ritual” enquanto as realiza. Acender um incenso agradável enquanto estuda um texto, ouvir música enquanto constrói uma planilha ou fazer uma revisão de certos materiais em um lugar diferente, como uma cafeteria.
  12. Tenha caixas de entrada que permitam que você capture coisas que não precisa fazer imediatamente. Exemplo: guardar textos que parecem interessantes de ler mas você não precisa manter a aba aberta o dia inteiro no seu navegador para não esquecer dele!
  13. Tenha sempre um e-reader com você ou o app do e-reader em seu celular para aproveitar janelas de tempo no dia a dia para ler alguma coisa. Você verá que conseguirá ler muito mais desse jeito.
  14. Respire. Quando estiver se sentindo muito ocupado(a) e “no rush”, simplesmente feche os olhos durante 2 minutos e respire fundo. Isso vai acalmar o seu corpo e a sua mente e te dará energia para continuar.
  15. Lembre-se que, muitas vezes, ficar sem fazer nada um pouco é a coisa mais produtiva que você pode fazer. Não lote seus espaços de tempo livres na agenda com outras coisas. Deixe esse respiro. Você vai agradecer por eles.

20 comentários

  1. Bom dia, Thais. Tudo bem?
    Gostei bastante do post. Parabéns!
    Só gostaria de fazer ressalva quanto ao unroll.me. Veja, abaixo, as permissões que o serviço solicita ao serviço de e-mail cadastrado (no exemplo, do gmail, copiado na íntegra do aviso do Google)! Isso é extremamente invasivo e inseguro. A ideia é boa, mas não recomendo que ninguém conceda esse tipo de permissão a nenhum serviço.
    Um abraço, tudo de bom!

    “Este app quer permissão para realizar as mesmas ações que você no Gmail, inclusive:
    _ ler seus e-mails;
    _ escrever novos e-mails;
    _ adicionar à sua caixa de entrada novos e-mails destinados a outro endereço;
    _ enviar e-mails por você;
    _ excluir seus e-mails;
    _ criar, alterar ou excluir seus marcadores de e-mail;
    _ receber notificações quando determinados tipos de e-mail aparecerem na sua caixa de entrada do Gmail, como a confirmação de uma viagem.
    _ Seu e-mail pode ter informações confidenciais, como os nomes dos seus contatos, suas conversas particulares, além de informações financeiras ou médicas.”

    • Oi, Adriano! Eu tbm fiquei um pouco preocupada com esse detalhe, então o que fiz foi utilizar o unroll.me e logo depois remover a permissão. O próprio site envia uma mensagem pro seu email, aí é só clicar em “Minha Conta”, vc vai direto para “Apps com acesso à sua conta” e remove o site 😉

    • Em 2017, site Gizmodo Brasil fez algumas matérias sobre a falta de ética do Unroll.me. Vale a pena dar uma olhada. Basicamente eles lêem todos os seus emails, principalmente os recibos de compra e vendem para terceiros. No artigo, eles citaram o exemplo do Uber que pagou pro Unroll.me buscar recibos do Lyft nos emails de todo mundo pra saber quanto o concorrente fatura. Isso é extremamente antiético e se essa empresa faz isso, ela pode fazer muito mais. Quanto a autorizar e depois remover a permissão, não façam isso! Basta vc autorizar uma vez que eles escaneiam tudo numa sentada.

      Gente, muito cuidado com os seus dados online. Obviamente, a gente vive num mundo em que está cada vez mais complicado ter um mínimo de privacidade na rede, mas a gente não precisa facilitar a vida de quem pode prejudicar a gente. Vide os escândalos do facebook no ano passado. Isso é muito sério e a gente só está começando a ver como o acesso ilimitado aos nossos dados podem nos prejudicar. Tem muita coisa podre que a gente ainda não faz ideia que tá acontecendo.

  2. 16- Assim que terminar de usar uma rede social, saia da conta. Toda vez que entrar no site/app e for se cadastrar, se pergunte se não tem algo mais importante pra fazer do que ficar rolando a tela.

    • Ótima dica!
      Normalmente eu não deslogo, mas fecho. Com youtube, facebook (tenho passado dias sem usar e economizado tempo)…

    • Eu apaguei app o apo do Facebook e o atalho no speed dial do navegador… Faz uns 2 meses que não entro no face e foi a melhor coisa que eu fiz!!!

  3. Ótimo post Thais!
    Gosto muito das redes sociais e sinto que não as utilizo de forma saudável. Ao final do dia tenho a sensação de ter perdido horas “rolando a tela” nos tempo livres.
    Como vc administra esse “hábito”?

    • Eu tbm, e é horrível. Eu penso que poderia estar lendo, assistindo algo legal/útil, praticando um Hobby.
      Mas não, estou com minha vida passando pelo feed sem fazer nada.

      • Mayara, me sinto exatamente assim. Final do dia sinto que não fiz metade das coisas que deveria pq perdi mto tempo em rede social.

        Thais, parabéns pelo blog. Tem me ajudado mto, mas tem horas que a procrastinação é mais forte que eu. Me dá uma dica para ser mais forte que ela

    • Se você não consegue usar de forma saudável, experimente ficar um tempo sem usar de forma alguma. O problema de vício em redes sociais é real e deve ser tratado como tal. A única forma que encontrei para resolver de vez esse problema foi excluindo minhas contas nas redes sociais mais perniciosas, a saber, Facebook e Instagram. Minha qualidade de vida melhorou muito depois que tomei essa decisão.

      • Isabel, Há cerca de 2 meses fiquei 1 semana sem o app do face no celular e foi ótimo, fiz várias coisas pendentes, descansei melhor, tive mais tempo livre. Preciso fazer isso definitivamente.

    • Gisele, algumas redes sociais foram construídas de forma que você se vicie a elas. Isso não é exagero. Existem sites de tecnologia (como o tecnoblog, gizmodo) que já fizeram matérias sobre isso. Inclusive com citações de um executivo do Facebook, dizendo como eles fazem pra que o usuário fique o máximo possível conectado (Qto mais tempo o usuario fica no facebook, mais suscetível ele fica para clicar nos anúncios de publicidade, qe é a fonte de receita dessas redes). Facebook e instagram não são saudáveis. Pelo menos não o são nesse atual modelo de funcionamento.
      Em 2017, eu deletei minha conta no facebook e em 2018, a do instagram. Depois de um período chatinho de adaptação, eu só posso dizer que minha vida melhorou incrivelmente. Obviamente existem coisas boas nessas redes como ter contato com amigos que vc não ve a tempos, mas eu percebi que as desvantagens são muito maiores. Eu tenho conseguido fazer muito mais coisa no meu dia, essa necessidade de aprovação e o “vício de like” diminuiu absurdamente (Ainda existe um pouco, pq eu sou humano né? rsrs) e, o principal, eu me reaproximei de gente que realmente importa pra mim. Encontro muito mais amigos queridos do que antes, converso mais (seja pelo whatsapp ou ligação). Enfim, a gente começa a valorizar o que realmente importa e nos faz feliz. Eu sugiro que você pense com carinho na possibilidade de deletar isso num futuro próximo. Pode parecer difícil, mas sua vida vai mudar muito.

  4. Grata Thais 🙂
    A minha primeira experiência com e-book, foi o seu livro, Vida Organizada e gostava da sua opinião. Como não dá para descarregar, como faz com os e-books? À noite evito ligar o pc para ler e nem sempre tenho net para ler no telemóvel. Alguma sugestão?

    Beijinhos

  5. Oi Thaís! Tudo bem? Como posso fazer o item 12? Não consigo configurar minha caixa de entrada somente para isso… Seria ativar a aba de ”Atualizações”.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui