Rapidinhas da minha alimentação atualmente

11
4253

Estou cheia de rapidinhas esta semana. Talvez eu devesse aproveitar para escrever haikai.

Alimentos que têm sido o meu foco atualmente:

  • Proteínas magras (peixes e frango, basicamente, mas mais peixe).
  • Saladas em todas as refeições (geralmente almoço e janta são salada + proteína).
  • Massas, apenas para curtir o dolce far niente (bruschetta em uma noite X da semana, pizza com uma amiga).
  • Substituir industrializados. Industrializados, só em último último caso.
  • Chás quentinhos ao longo do dia.
  • Café, apenas de manhã.
  • Não ir para a parte de prateleiras do mercado (fico só na parte da feira).
  • Lanches, só frutas. Não tem nada mais fácil que carregar que peras, bananas e maçãs. Melhor que qualquer coisa industrializada.
  • Fazer comida em casa. Me envolver com a comida faz eu prestar mais atenção em tudo o que eu como.

Faz mais de um ano que eu fiz a cirurgia bariátrica e só agora eu aprendi a comer “bem” (ou do jeito que eu considero bom). Reeducação mental é demorada, e eu não consegui fazer sentindo fome o tempo todo. Ter o estômago menor me ajudou a comer corretamente, e considero uma decisão acertada.

11 comentários

  1. Bom dia! Incluí o iourte de kefir na minha alimentação há uma semana e estou adorando! Tô aqui todo dia! bjo

  2. Olá Thaís, muito boa essa sua rapidinha, rsrsrs… Clara, objetiva e me ajudou a ter em mente algumas ideias simples e práticas. Obrigada. Márcia

  3. Olá Thais. Já viste o documentário What the Health? Recomendo a toda a gente que se interesse por alimentação e estilo de vida saudável. Há muitas coisas no filme que te deixam a pensar… Estou a começar, a tentar e a falhar de vez em quando uma alimentação vegan, e ver esse tipo de.documentários tem sido uma motivação incrível. Um beijinho.

  4. Confesso que ri muito com a brincadeira do haikai! haha
    Adoro sopas e com esse friozinho já voltei a fazer em quantidade maior para congelar.

  5. Oi Thais! Acompanho você há alguns anos e adoro o conteúdo que você produz. Com relação a comida, indico que pesquise um pouco sobre a alimentação plant based, é uma dieta saudável e sustentável, que também não utiliza produtos processados, a diferença é que não inclui produtos de origem animal. Sou vegana há pouco mais de um ano e posso lhe dizer que é libertador, não há preocupação com calorias, nem medo dos carboidratos… Basta buscar o que é simples, o que vem da terra, que a gente passa a não precisar mais de medicamentos, além de ter a consciência tranquila por não ferir os demais seres que compartilham do nosso planeta. Um forte abraço 💚 P.S. O documentário que a colega citou, What The Health, é ótimo, quebra muitos mitos que a mídia nos impõe.

  6. Menina do céu, já conhecia o blog mas só agora parei pra ler com mais calma, e adorei, tenho muita identificação com a forma como se organiza, tem coisas que faço na intuição e depois listo pra repensar mais detalhadamente, mas é muito bacana ver alguém que já fez todas as listas que eu queria parar pra fazer algum dia, rs. Ansiosa pra ler seu livro pq tb acho que organização são mais que caixinhas.

  7. Olá Thais, olha há muito tempo me debato com essa questão do peso. Fiquei acima do peso quando resolvi descontar na comida as pressões do trabalho e aí me lasquei (antes de trabalhar era bem magra). Já li tudoooo sobre alimentação e dietas, sou praticamente uma nutricionista kkkkkk, mas percebo que meu grande problema com peso não é a questão do comer emocional, meu problema é bem prático: é detestar esse negócio de proteina e salada. Parece simples, mas demorei a chegar nessa conclusão. Gosto de comida saborosa e não sou fã de cozinhar. Cheguei recentemente de uma viagem onde pude comer só comida saudável preparada por chefs (ganhei a viagem) e emagreci. Estou pensando em fazer um blog sobre isso, tentando alinhar comida saudável, gostosa e perda de peso. Ah sei, existem inúmeros, mas cada um segue uma linha, queria ter a minha, sei lá. Até queria sua opinião e de quem mais quiser opinar.Abs

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui