Categoria(s) do post: Diário da Thais, Ferramentas de organização, Vida Organizada

Agora que estamos passando nossos projetos da empresa para o Asana, onde temos um controle geral, e listamos o índice no Glass Frog, eu percebi que não fazia sentido usar mais uma ferramenta separada para organizar os meus projetos em andamento. Isso é um teste! Não sei se vai funcionar a longo prazo, se tem ou não “GAPs” fazer assim, mas compartilharei com vocês essas percepções.

Na verdade eu tenho muito cadernos que comprei ou ganhei de presente (por causa do blog) e quero aproveitá-los para testar algumas coisas, até mesmo para trazer essa experiência para vocês, para ajudar.

Eu tinha esse Moleskine que havia comprado em 2015, talvez, em uma das minhas viagens para Amsterdam, e estava “esperando a ocasião certa para usá-lo”. Sabem? Eu não estou usando exatamente como a Moleskine propõe. Vou mostrar.

O modelo do Moleskine é o “Professional Notebook” e ele é basicamente feito para anotações de reuniões, com um índice para projetos e tarefas ao final. Mas, sinceramente, preferi usar cada página das anotações para um projeto e o índice no início para listá-los com a página. Funcionou melhor. Obviamente que nem todo projeto tem anotações, então as páginas embaixo do nome do projeto ficam em branco. Talvez no futuro eu possa reaproveitá-las ou colar imagens, fazer anotações etc? Pode ser.

Depois me veio à mente que eu poderia ter usado a caneta Frixion para esses registros, mas já era tarde. rs Acabei chegando a outra solução, que comentarei mais para baixo.

Uma ideia que me pareceu interessante foi categorizar de maneira simples os projetos, dando uma cor para cada categoria. Você pode ver na imagem acima, com a página de exemplo de dois projetos, que uso o rosa para projetos de pesquisa. Fiz isso em todos os projetos. Me ajuda a navegar por eles e revisá-los com mais facilidade. (reviso semanalmente)

Lembra que comentei ali em cima que pensei em uma outra solução para a questão de não ter usado a Frixion e para quando o caderno acabar? Então, eu ganhei de presente um caderno inteligente e acho que ele vai servir bem para isso. Vai ficar guardadinho aqui até esse acabar (falta muito ainda) e, se eu continuar organizando os projetos no papel, eu compartilho aqui com vocês.

Vale dizer que eu estava organizando no Notion e, para mim, não estava mais fazendo muito sentido. O Notion tem se encaminhado para ser usado por mim mais como uma ferramenta de planejamento mesmo.

Questão de organização que ainda não resolvi:

  • Onde ficarão os projetos em espera? No caderno inteligente eu divido por divisórias, mas e no caderno atual? Tenho pensado em fazer uma anotação a lápis ou post-it mostrando que está em espera, mas e o “banco” de outros projetos que estão no Notion, por exemplo? Ou será que vale manter no caderno os projetos “em espera” do ano? A se pensar.

Sobre a logística de revisão. Uma vez por semana eu reviso cada projeto, insiro anotações, e defino o foco da semana para cada um deles, colocando no Todoist. Tem funcionado bem pra caramba. Estou fazendo as coisas com calma, mas conseguindo caminhar com tudo ao mesmo tempo.

Bem, eu espero que esse compartilhamento tenha sido útil de alguma maneira. Como falei, não quero encorajar ninguém a ficar trocando toda hora de ferramenta. Eu gosto de mudar porque esse é meu trabalho. Quero testar coisas diferentes para trazer aqui para vocês.

Um abraço. 😉

Deixe seu comentário

14 comentários

  1. Natalia Zago comentou:

    Oi Thaís, uma curiosidade: por que você deixa margens grandes à direita e à esquerda do texto? Obrigada pelo conteúdo, faz um tempo passei informações de projetos para caderno também, achei melhor tê-las separadas.

    1. Não deixo não. Tem uma coluna ali colocada do próprio caderno. 😉 É que não dá para ver porque as linhas são claras.

  2. Ana carolina cardoso comentou:

    Ameeei , esse é o formato que mais me identifico , uso o caderno inteligente também , e todo meu sistema praticamente esta nele , exceto algumas coisas que ficam no evernote ou em planilhas

    Obrigada por compartilhar

    1. Márcia comentou:

      Tão lindo ver sua organização. Confesso que me dá inveja.

      Só de olhar pra esse monte de listas, aplicativos, ferramentas, me dá nervoso, desisto. Sei que funciona, mas não tenho conseguido…faço testes, testes e não acho um caminho.

      Sou desorganizada e isso me causa mal estar… E canseira. Preciso me dedicar mais.. Mas já ouviu aquela frase do comercial da Tostines? “Vende mais por que é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?” … 😁

  3. Esk comentou:

    Ahh, eu sou dessas louca por papelaria, mas só uso um caderno de disco para o reading journal (o resto organizo no Notion e Evernote). Ou seja, muitos cadernos e pouca ideia de como usar, então esse tipo de post é bem interessante 😀

  4. Alice Medeiros De Lima comentou:

    Oi Thais! Adorei esse post… Já estava pensando nisso a um tempo, inclusive coloquei como sugestão em um questionário que vc liberou a um tempo atrás. Sou da turma 1 do MVO, e te sigo a muuuito tempo, você não faz ideia do quanto me ajudou ❤️ Estou numa fase de saturação de telas, sou professora universitária e minha área de pesquisa é computacional, e com pandemia e home office, deu uma saturada gigante… Tenho pensado cada vez mais em migrar algumas coisas pro papel. Já iniciei usando um planner (não como planner) para a revisão semanal onde coloco as tarefas/afazeres da semana dos projetos em andamento (que estão no Trello)… Mas penso em passá-los para caderno, talvez o inteligente, como sugeriu. Obrigada por compartilhar! 😘 😘

  5. Jéssica Lima comentou:

    Oba! Eu amo quando você mostra como se organizar com papel 😍
    Eu sou programadora então eu “executo” muita coisa no computador, acho que por isso prefiro trazer essa parte de planejamento e organização para o papel.

  6. Cristal Muniz comentou:

    Ai, eu adorei isso, Thais! Eu sou uma pessoa que pensa enquanto escreve e montar os projetos no Notion deixa bem lindo, mas eu sinto que “não uso” muito. No papel acho que vou conseguir pensar melhor, vou ver de tentar isso aqui também!

  7. Arielli comentou:

    Olá Thais tudo bem? Gostaria de sugerir uma postagem sobre caderno inteligente, acho a ferramenta bem dinâmica mas fico meio perdida nas possibilidades do papel, gostei muito do color code pra projetos, obrigada 😊

  8. ELizabeth comentou:

    Parece que encontrei aqui contigo….a salvação para meus problemas. Estou amandooooo!!!

  9. Laís Lemos comentou:

    Oi Thais, 🙂

    Uma vez tentei usar projetos num fichário, mas não funcionou isso de ter as folhas soltas, acaba perdendo o impacto positivo na memória que a “baguncinha” cronológica do bullet journal me dá. De vez em quando penso nisso, separar os projetos do bujo, porque isso ajudaria na migração (os projetos demoram mais para acabar do que o bujo) e também ajudaria no foco.
    Seu post me deu um empurrãozinho pra tentar num caderno, ainda mais porque ando querendo aplicar a prática dos mapas mentais.

    Muito legal esse post! Vou gostar dos próximos conteúdos a respeito.
    Parabéns e obrigada!

  10. Sérgio Rodrigues comentou:

    A utilização de várias ferramentas -Calendar, Todoist, Asana, Notion, Bullet Journal, etc – não constitui uma distração e contribui para a perda de foco: administração de listas ou apps, com prejuizo para o que é mais importante, o aumento da produtividade e a realização das tarefas e projetos prioritários?