Categoria(s) do post: Diário da Thais, GTD™, Rotinas
Notion.so

Gosto de fazer essa revisão mensalmente. Tinha feito no início de dezembro, então fazer agora no início do ano foi muito legal, pois o grande lance de revisar as responsabilidades profissionais é garantir que você esteja cuidando das suas responsabilidades direitinho, mas também questionar se realmente deve fazer tudo o que está ali. Talvez alguns papéis não façam mais sentido, ou algumas atividades possam ser delegadas. Somente essa revisão permite perceber isso.

Dois exercícios eu fiz desta vez e me ajudaram a ter mais clareza com relação às atividades que são (ou deveriam ser) prioritárias para mim:

  1. O que eu posso delegar
    (e não que necessariamente eu tenho como delegar agora);
  2. O que tem a ver com os meus valores.

Não necessariamente a gente tem como delegar atividades, mas só o fato de saber que PODERIA, se tivesse a quem delegar, faz muita diferença em termos de clareza sobre o que é prioridade, pois existem atividades que apenas você pode fazer. Essas devem ser prioridade, ou seja, devem vir primeiro no seu grau de escala de gerenciamento de afazeres no dia a dia. Simples assim. Porque, ao final do dia, você provavelmente não vai ter conseguido fazer TUDO o que você queria, mas pelo menos vai garantir que o que é prioridade você fez.

Com relação aos valores, é muito importante para cada vez mais você construir uma rotina que seja mais feliz para você em diversos aspectos. Essa é uma leitura um pouco mais de médio prazo, mas deve iniciar em algum ponto. Vendo quais são as atividades relacionadas aos seus valores, e aquelas que não são, você aos poucos vai tirando de um lado e colocando do outro.

Um exemplo simples no meu caso: escrever posts para o blog. Criatividade é um valor muito importante para mim. Então, se escrever para o blog está alinhado com esse valor, é uma atividade que tenho mais chances de manter justamente por esse alinhamento. No entanto, não significa que eu não possa delegar algumas atividades relacionadas, como edição de imagens, revisão final do texto e outros elementos relacionados. Com certeza você também deve ter papéis e responsabilidades que, quando revisados, te trarão esse tipo de insight.

Categoria(s) do post: Finanças, Livros

Já comentei algumas vezes por aqui que a área de foco para o meu ano de 2021 é finanças. Mostrei em um vídeo no YouTube os livros de finanças que eu tenho, os que já li e os que pretendo ler. Você pode conferir o vídeo aqui.

Mas eu decidi ir um pouco mais além e escolhi 1 livro para ler por mês (12 no total) caso vocês queiram fazer esse desafio comigo. Esses foram os livros escolhidos:

  1. Janeiro: Finanças para autônomos, do Eduardo Amuri
  2. Fevereiro: O mensageiro milionário
  3. Março: Do mil ao milhão, do Thiago (Primo Rico)
  4. Abril: Investimentos inteligentes, do Gustavo Cerbasi
  5. Maio: O milionário consciente
  6. Junho: O homem mais rico da Babilônia
  7. Julho: Dinheiro, do Tony Robbins
  8. Agosto: Pai rico, pai pobre
  9. Setembro: Quem pensa, enriquece – o legado, Napoleon Hill
  10. Outubro: Os segredos da mente milionária
  11. Novembro: Os segredos dos homens mais ricos do mundo
  12. Dezembro: Criação de riqueza, do Paulo Vieira

Se você acessar e comprar algum livro pelos links acima, você também ajuda o Vida Organizada a ganhar uma pequena comissão em cima da venda, o que contribui com a nossa produção de conteúdo gratuito por aqui. Agradeço antecipadamente. <3

Na última semana de cada mês, vou publicar uma resenha do livro no meu canal, caso você queira se programar para ler comigo.

Meu perfil no Skoob se quiser acompanhar as minhas leituras como um todo.

Você já leu algum desses livros? O que achou?

Se não, pretende ler algum deles? Comenta aqui pra eu saber, se você quiser! Obrigada!

Categoria(s) do post: Ferramentas de organização, Vida Organizada, Diário

Sim, ainda é possível usar agenda de papel. Isso não é demérito algum e muitas pessoas preferem usar ferramentas analógicas justamente para terem um momento de desconexão no dia a dia, especialmente no que diz respeito ao manejo da rotina.

Por isso, trouxe neste post como eu organizaria a minha vida se eu usasse uma agenda de papel hoje em dia:

Se for feriado, como no caso acima, você pode fazer um círculo vermelho em volta do número do dia para sinalizar.

Naquela parte de cima, onde temos informações sobre o dia da semana, você pode inserir informações que considere úteis, como a fase da lua, mood (como se sentiu), previsão do tempo e o que mais achar interessante.

A página do dia em si pode ser dividida em duas colunas. Dividi a lápis. Do lado esquerdo, onde estão os horários, você pode inserir os compromissos que precisam ser realizados em horários específicos. Como esse modelo de agenda que usei para o post vai só até às 20h, caso você tenha compromissos depois desse horário, pode valer a pena escolher uma agenda que tenha mais horários ou então simplesmente personalizar com seus melhores horários ali do lado.

Se você gosta de usar a agenda do Google, por exemplo, a agenda de papel ainda assim pode ser útil para você para fazer um registro / log de tarefas concluídas, por exemplo, diário ou registros gerais (de finanças, por exemplo, ou hábitos).

Na coluna da direita, você basicamente vai inserir ações. Ações pontuais, que precisam ser feitas uma única vez naquele dia, e ações recorrentes, que precisem ser realizadas outras vezes, em diferentes frequências. Você também pode usar um post-it para ações recorrentes se preferir, pois assim basta mudar de página quando concluir no dia em questão.

Eu usei ícones diferentes apenas para dizer que as informações de categorias diferentes, mas você pode usar os mesmos, se quiser, ou até criar os seus.

Na parte de baixo, você pode escrever observações sobre o seu dia em questão, se as tiver e, no rodapé da página, pequenos lembretes.

Vale dizer que, se quiser planejar compromissos ou ações, minha recomendação é que você faça a lápis, até mesmo para diferenciar do que está efetivamente agendado e também tornar mais fácil apagar, se tiver que.

Espero que o post tenha sido útil. Comenta aqui embaixo se você usa agenda de papel e qual sua experiência com o modelo? Obrigada!