Categoria(s) do post: Diário da Thais, Roupas, Armário Cápsula

Hoje quero compartilhar com vocês como montei um armário cápsula para uma viagem que fiz a trabalho para o Rio de Janeiro há alguns dias.

A ideia do armário cápsula não é ter poucas peças, mas chegar ao mínimo de peças que coordenem entre si.

Como eu fiz

1 – Vi como estaria a temperatura no Rio. Por incrível que pareça, era frio e chuva! Mas, sinceramente, mesmo no calor eu levo roupas de frio, pois em eventos assim o ar condicionado sempre fica no máximo e acabo passando frio se não levar.

2 – Escolhi uma base de cores. Eu queria ir colorida desta vez, então escolhi verde folha, vinho, mostarda e, de cores neutras, off-white e marrom café.

Esse foi o look que usei para ir viajar:

Essa blusa de lã virou curinga total pra mim! Ela é nova, comprei na Shein e, sim, fiquei sabendo dos problemas da loja chinesa com questões de trabalho escravo e tudo o mais, e obviamente que isso influencia nas nossas compras.

Uma coisa importante para mim, quando viajo a trabalho, é ficar confortável. Já estou longe de casa, da minha família, e para mim não compensa ficar em um lugar que seja esquisito. Eu fiquei hospedada no hotel do evento, o que é outro princípio que busco seguir, porque consigo ir ao quarto na hora do almoço, descansar mais etc. O hotel acima é o Grand Hyatt, na Barra.

Olha essa postura, menina!

É bom demais ter uma calça confortável para: viajar, ficar no quarto trabalhando etc. Usei quando cheguei no hotel, no primeiro dia da viagem, no dia seguinte, para ir à farmácia e almoçar fora, perto do hotel, e na viagem de volta, de avião.

Tive que fazer uma chamada para conversar com o Sebastian porque ele ficou muito chateado que eu fui viajar e não estava comendo direito rsrs tadinho

Infelizmente foi a despedida dessa calça de PU acima. Como ela ficou guardada durante mais de dois anos, por conta da quarentena e do isolamento social, ela começou a se despedaçar rsrs que é uma coisa comum com peças desse material. Mas ainda deu para usar durante a viagem. Esse foi o look do primeiro dia de evento.

Eu fui para o Rio para participar de dois eventos de um dos meus mentores mais queridos, o Victor Damasio. Um dia foi o Master Day e o outro foi o Daymasio. São eventos sobre negócios no digital. Foi bem intenso e com muitos aprendizados e networking.

Look do segundo dia de evento:

Levei e não usei: outras blusinhas reserva, mas faz parte.

O armário cápsula foi para uma semana e deu certo na viagem. Amei usei só roupas coloridas, especialmente com essa combinação.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Diário da Thais, Espiritualidade, Equilíbrio emocional

Eu amo tarot. O tarot não é uma “arte de adivinhação”. É um exercício de autoconhecimento. As cartas representam símbolos, arquétipos, e quanto mais você estuda sobre elas, mais apta/o fica para interpretar e refletir sobre a vida quando joga as cartas. Não tem nada a ver com religião, cultos ou coisas do tipo. É simplesmente uma ferramenta em forma de baralho. Inclusive, há estudos de psicologia e psicanálise relacionados às cartas – recomendo o livro Jung e o tarô, por exemplo.

Ultimamente, tenho respondido algumas perguntas no Instagram simplesmente com a carta da Rainha de Espadas, entãqo este post é uma explicação sobre por que eu uso essa carta em alguns casos.

Para mim, a Rainha de Espadas representa o “corte pragmático”. Tem que cortar, tem que eliminar o desnecessário, destralhar, ser objetiva e pragmática nas escolhas, sem mimimi.

E aqui vão alguns exemplos:

Eu adoro o tarot e seu estudo e prática me ajudam a refletir sobre a rotina e a aprender mais sobre mim mesma.

Se você quiser saber mais sobre como faço uso do tarot no dia a dia, deixa um comentário? Obrigada.

Categoria(s) do post: Diário da Thais, Estudos

Estou completando 1 ano de graduação em formato EAD. Sim, eu resolvi fazer uma nova graduação mesmo com o Doutorado em andamento. Você pode achar que é complexo, mas na real o curso é bastante leve e tem complementado bastante os meus estudos do Doutorado. Não tem sido “algo a mais”, mas parte dessa formação como professora e pesquisadora.

Eu quis fazer essa graduação para ter um diploma de licenciatura, que não tenho. Considerei fazer Pedagogia ou História, mas acabei optando por Ciências Sociais, que é a minha área de estudo no Doutorado. Não desconsidero a possibilidade de fazer tanto História quanto Pedagogia em algum momento (rs).

A universidade que escolhi para fazer a graduação foi a Cruzeiro do Sul. Estou gostando.

Iniciei no semestre passado (agosto 2021) e estou encerrando agora (junho 2022) o segundo semestre, ou o primeiro ano. Tem sido muito tranquila a rotina. Cada mês entra uma ou duas disciplinas, com:

  • plano de ensino com a bibliografia e os tópicos que serão abordados
  • material didático em formato de vídeo-aulas e apostilas
  • atividades que valem nota
  • aulas ao vivo, bate-papos, tirando dúvidas

As atividades entram na segunda quinzena do mês e precisam ser entregues até o dia 30 ou 31, então como eu faço:

  1. Tenho um projeto para o semestre da faculdade, com sub-projetos para cada disciplina. Organizo no Notion.
  2. No meu planejamento mensal, coloco a disciplina do mês como prioridade e, semana a semana, planejo os estudos.
  3. Nas duas primeiras semanas do mês eu me dedico ao estudo da bibliografia e do material didático.
  4. Quando chega a segunda quinzena e as atividades que valem nota entram no ar, eu assisto as vídeo-aulas como revisão e faço as atividades.
  5. Caso eu erre alguma questão, reviso o material relacionado.
  6. É comum continuar estudando o tema daquela disciplina depois do término dela, se me interessei pelo assunto. 😁 Mas sempre com leveza e parcimônia, priorizando as novas disciplinas e atividades do Doutorado na minha rotina de estudos.
  7. Uma vez por semestre, há a prova regimental, que é uma prova integrada com questões de todas as matérias.

Eu ainda não precisei ir até a faculdade presencialmente. Acredito que não será necessário em nenhum momento, pelo andar do curso.

O curso tem 4 anos.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.