Pular para o conteúdo

Retomando atividades no Grupo de Pesquisa

Se tem uma coisa que pesquisador gosta de fazer, é participar de grupos de pesquisa. Neste ano, eu precisei deixar um dos grupos que mais gosto um pouco de lado quando fiz minha viagem para a Alemanha, pois eu não teria como participar das reuniões e das atividades que aconteciam no período noturno (de madrugada lá para mim). Eu sentia muita falta e, agora, estou voltando, a convite do professor organizador, o que também foi só uma manifestação da vontade que eu já tinha de voltar.

O grupo é sobre Teoria Crítica e Estudos da Contemporaneidade. Basicamente, Capitalismo do ponto de vista da Teoria Crítica. É um grupo muito rico, onde eu aprendo muito, e sinto que ainda estou começando apenas a contribuir com os meus estudos de Sociologia do Trabalho / Sofrimentos do Trabalho. Eu estou criando um arco enorme na minha carreira para conseguir chegar a um lugar onde me sinta confiante para fazer mais contribuições a esse campo, mas acredito que esteja chegando lá. Ter criado o canal sobre Produtividade Crítica tem me ajudado a organizar as ideias e a me colocar como professora e criadora de conteúdo sobre o tema, pois são tão acostumada a falar sobre outra coisa para outro público com o Vida Organizada!

Por que eu achei relevante escrever sobre isso aqui no blog?

Vejo alguns propósitos. Por exemplo, o primeiro deles é mostrar como não é possível fazer tudo ao mesmo tempo, e que mesmo coisas que a gente gosta de fazer de repente precisamos deixar um pouco em stand-by para focar em outras coisas. Segundo, que se você conviver com pessoas que tenham os mesmos valores que você, isso nunca será um problema, pois as pessoas serão compreensivas com o momento que você está vivendo, então isso acaba servindo meio que como uma seleção, sabe? Terceiro, que é sobre resgatar aquilo que é importante, que você gosta. Quarto, sobre a construção de longo prazo. Eu quis entrar nesse grupo quando estava no primeiro ano do mestrado porque sabia que poderia contribuir a longo prazo, quando entrasse efetivamente na Sociologia e, mais ainda, quando estivesse indo mais para o lado dos Sofrimentos do Trabalho como estou fazendo agora, especialmente se eu realmente conseguir estudar o que quero estudar quando fizer meu pós doc. E, por fim, posso comentar um pouco sobre como eu organizo a minha participação no grupo, as leituras e trabalhos, por exemplo.

Para começar, o grupo é uma área de foco, se a gente for usar a nomenclatura do Tiago para a organização, ou seria uma sub-área de foco, se a gente for usar a semântica do David. Compreendendo isso, tanto nos e-mails quanto nos arquivos quanto nos projetos é essa a nomenclatura que vou usar para “classificar”.

No momento eu não tenho nenhum projeto relacionado ao grupo em si, mas provavelmente terei algo após o próximo encontro que vou participar, onde serão discutidas as atividades do próximo semestre.

Eu também tenho um chat aberto dentro do ChatGPT que uso apenas para conteúdos sobre o grupo, criando contexto e pedindo para a IA me ajudar com algumas questões, especialmente sumário de textos ou resumo de pontos-chave de algo que eu esteja estudando. Eu também peço recomendações para melhorar minha participação nos encontros, e o GPT é bem útil nesses casos.

Faço toda minha gestão de conhecimento pelo Obsidian e quero explorar cada vez mais essa ferramenta em 2024 porque eu sinto que ainda não uso todo o potencial dela, apesar de usar bastante.

Uso o método Zettelkasten para produção de notas e a regra é clara: 1 ideia, 1 nota. Seguindo esse princípio, dá tudo certo. O resto é organização do Obsidian mesmo, o que tem que ser feito diariamente senão vira uma doideira.

Provavelmente os meus projetos para esse grupo no ano que vem serão relacionados a apresentações, talvez role um seminário, talvez rolem lives que eu possa conduzir junto com o pessoal, e muitas leituras. Tudo isso me deixa muito feliz e satisfeita por saber que, de alguma maneira, contribuo com a produção do grupo também.

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

1 comentário em “Retomando atividades no Grupo de Pesquisa”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *