Pular para o conteúdo

O único hábito

Estabelecer hábitos é difícil. Estabelecer hábitos é frequentemente uma tarefa desafiadora devido à natureza intrínseca do nosso comportamento humano. Nossos cérebros são programados para economizar energia e, portanto, tendemos a resistir a mudanças, preferindo a comodidade do familiar. Além disso, a criação de hábitos requer consistência e repetição ao longo do tempo, o que pode ser difícil de manter em um mundo repleto de distrações e demandas constantes. O fato de que os resultados dos hábitos muitas vezes não são imediatamente visíveis pode levar à desmotivação. No entanto, compreender esses desafios e adotar estratégias eficazes pode tornar o processo de estabelecer hábitos mais gerenciável e gratificante a longo prazo.

Minha abordagem no momento é simplificada. Eu escolho um hábito-chave, que vai impactar todos os outros, e foco apenas nele. Um hábito-chave, frequentemente chamado de “hábito mestre” ou “keystone habit”, é um hábito que tem o poder de desencadear uma série de mudanças positivas em sua vida. Esses hábitos-chave funcionam como catalisadores, influenciando outros comportamentos e escolhas de forma positiva. Quando você desenvolve e mantém um hábito-chave, ele cria um efeito dominó que melhora diversas áreas da sua vida. Por exemplo, o hábito de fazer exercícios regularmente pode ser um hábito-chave, pois tende a levar a uma alimentação mais saudável, a uma maior disposição mental e a um melhor sono, afetando positivamente a sua saúde geral e bem-estar. O que eu tenho recomendado cada vez mais e explorado na minha vida é essa estratégia de escolher um hábito para focar e o resto simplesmente acontece.

Por isso, no meu caderno do ano, eu criei uma tabela simples, em uma página, em que vou trackear esse hábito. A ideia é manter um registro visual da minha prática diária pra ser uma fonte de compromisso e motivação adicional. Além disso, essa tabela pode ser uma ferramenta útil para identificar padrões e tendências no meu comportamento ao longo do tempo. Por exemplo, posso perceber que sou mais consistente nos dias úteis do que nos finais de semana, me levando a repensar algumas atividades.

Nem todo hábito precisa ser trackeado. A escolha de rastrear um hábito ou não depende muito da importância que você atribui a ele e de seus objetivos pessoais. Alguns hábitos-chave ou aqueles que você está tentando estabelecer pela primeira vez podem se beneficiar do rastreamento, pois isso fornece uma forma tangível de acompanhar seu progresso e criar responsabilidade. No entanto, há muitos outros hábitos que podem ser tão automatizados em sua vida diária que não exigem monitoramento constante.

A chave está em encontrar um equilíbrio que funcione para você. Rastrear aqueles hábitos que são importantes para seus objetivos e que você deseja monitorar de perto. Para outros hábitos que já são parte natural de sua rotina, você pode simplesmente aproveitar os benefícios que eles oferecem sem a necessidade de acompanhamento constante. A flexibilidade e a adaptabilidade são fundamentais quando se trata de desenvolver e manter hábitos saudáveis em sua vida.

Obs: Eu sei que vão aparecer comentários perguntando qual é o meu hábito. Essa informação não acrescenta em nada na sua trajetória pessoal. É uma informação minha. O importante do post foi mostrar como fazer, para que você possa aplicar para os seus hábitos que quer incorporar ou tirar. Foco na coisa certa. Let it rip.

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

1 comentário em “O único hábito”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *