Pular para o conteúdo

Como a organização transformou minha recuperação e me permitiu viajar novamente

Olá, queridos leitores! Espero que todos estejam bem e aquecidos, especialmente nesses dias frios de inverno. Hoje, vou compartilhar uma história pessoal que me fez refletir sobre como a organização pode ser um verdadeiro trampolim para conquistar nossos objetivos, mesmo em situações desafiadoras.

Enquanto escrevo este post, estou em casa, em São Paulo, com meu filho, apreciando a temperatura de 14 graus lá fora. Como é bom estar em casa! Como muitos de vocês sabem, costumo usar os domingos para planejamentos diversos. Já finalizei o planejamento para setembro e hoje estou me dedicando a planejar a próxima semana com toda a calma que merece.

Essa semana é especial para mim, pois estou me preparando para uma viagem. Essa viagem tem um significado especial, pois ocorre quase três meses após um acidente que sofri na Alemanha, que resultou em uma perna quebrada e imobilizada. Mesmo que eu não esteja totalmente recuperada e precise usar muletas durante a viagem, a sensação de poder viajar novamente é indescritível. Nos momentos iniciais da minha recuperação, havia dúvidas se eu conseguiria viajar agora no final de agosto. No entanto, ao seguir todas as orientações médicas de forma obsessiva e tomar medidas como mudar para um apartamento sem escadas, o que parecia um desafio tornou-se uma realidade.

E por que estou compartilhando tudo isso com vocês? Porque quero mostrar a diferença que a organização faz. Mesmo diante de situações desafiadoras, quando nos organizamos adequadamente, conseguimos sempre priorizar o que é importante. Independentemente do que seja grandioso ou prioritário para você, a organização torna isso possível.

Aqui está uma pergunta para reflexão: Se você pensasse nos últimos três meses da sua vida e pudesse dar uma nota de 1 a 10 em termos de “aproveitar o tempo da maneira que gostaria”, que nota você daria? Não se trata apenas de fazer muito; trata-se de fazer o que é certo e bom para você. Por exemplo, vamos imaginar o mês de julho. Talvez você quisesse descansar durante as férias, mas, por algum motivo, isso não aconteceu. Isso não significa que foi um mês produtivo, mesmo que você tenha realizado muitas tarefas. O objetivo era descansar e você não conseguiu. Não estou dizendo isso para desanimar, mas para ressaltar que a vida que você deseja não simplesmente “acontece”. É uma jornada diária, e a organização desempenha um papel fundamental nesse processo.

Precisa de ajuda para se organizar?

Hoje é o último dia para se inscrever na Turma 23 do Método Vida Organizada – Produtividade Compassiva.
Você pode se inscrever hoje com 25% de desxonto.

Para mais informações e para garantir sua vaga, clique aqui.

Estou ansiosa para tê-lo(a) na turma e ajudá-lo(a) a criar uma história de sucesso nos próximos meses, assim como compartilhei hoje. Deixe-me auxiliar você a atingir seus objetivos!

Até logo do outro lado. Desejo a todos uma excelente semana.

Com carinho,

Thais

P.S.: Estarei de volta ao Brasil em outubro, trazendo um novo evento com um tema totalmente diferente. Se quiser saber mais, me envie uma mensagem direta no Instagram!

P.P.S.: Já se inscreveu? Deixe um comentário e me conte! Ficarei muito feliz em saber. <3

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

5 comentários em “Como a organização transformou minha recuperação e me permitiu viajar novamente”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *