Categoria(s) do post: Diário da Thais

Sou adepta da filosofia de vida que diz que todo dia começa um ano novo. Todos os dias, quando acordamos, começamos diferente, porque nós também somos uma pessoa com novos aprendizados do dia anterior que se juntaram à vida que foi construída até aqui. No entanto, a virada do dia 31 de dezembro para primeiro de janeiro sempre traz uma energia de renovação no mundo inteiro e, querendo ou não, isso chega na gente.

Praticamente todas as pessoas que eu conheço dizem que, no ano novo, querem aprender a ser mais organizadas. Mesmo nós – e, quando falo nós, me refiro à equipe do Vida Organizada e aos alunos da nossa universidade -, que gostamos de organização, sempre temos pontos a melhorar. Podemos ver o início de 2023, então, como um novo ciclo. Mas, para que seja novo, vale a pena perguntar: o que será novo em você?

Eu gosto da ideia de tomar banho logo antes da virada do ano justamente porque eu sinto, de alguma maneira, que todas as coisas que não quero levar comigo vão-se embora com a água. Então, o que resta? Quais são as coisas que eu quero levar comigo e como garantir que eu tenha mais delas nesse ano novo que começa? A resposta está na organização mínima dos diferentes aspectos da vida – não buscando uma organização fanática, mas uma organização mínima. E essa organização certamente será refletida a partir das decisões que você tomar daqui em diante.

Quando a gente fala em metas para o ano novo, trata-se de um recorte específico do que você acredita ser importante fazer este ano que contribuirá com a construção da vida que você está criando para você em curto, médio e longo prazo. Não porque o que importa é a vida lá na frente, mas o impacto que essas reflexões têm na sua vida hoje. O que eu faço faz sentido? O que preciso mudar?

Para conseguir se organizar, você sempre tem duas opções. Uma opção é seguir sozinha/o nesse processo. E acho que todos nós, de alguma maneira, fazemos isso, mesmo quando estamos aprendendo com outra pessoa, pois cada jornada é pessoal. Mas a segunda opção é aprender com quem já vive isso e pode te ensinar a não cometer alguns erros bem básicos em termos de organização e planejamento. Porque você se planejar e se organizar quando você assume a responsabilidade por isso e foca naquilo que você consegue fazer.

Portanto, neste primeiro dia do ano, acho que vale a reflexão: o que você quer fazer em 2023? E, se a organização puder te ajudar (como acredito que sim), como você pode melhorá-la? Estou aqui para te ajudar com esse conteúdo gratuito no blog, no Instagram, no YouTube, no podcast. Mas também temos outros programas de organização que podem te atender, caso queira ou possa dar esse próximo passo. Independente disso, eu quero agradecer por você estar aqui e continuar dando esse voto de confiança para deixar eu entrar na sua vida e colaborar nem que seja um pouquinho para ela ser mais feliz e significativa.

Abraço apertado, mesmo que virtualmente.
Thais

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. AS comentou:

    Gratidão! 🙂