Categoria(s) do post: Casa, Áreas da Vida
Imagem: http://www.greatschoolsforme.org/
Imagem: http://www.greatschoolsforme.org/

Como a maioria das crianças, nosso filho também voltou às aulas na última semana. O retorno foi bem tranquilo e eu só gostaria de escrever este post para comentar como fizemos.

Com relação à lista de material escolar, preferimos comprar nós mesmos, pela economia. Para quem prefere praticidade, pagar a taxa e deixar a escola comprar certamente vale a pena. Nós tivemos uma economia de quase 150 reais comprando nós mesmos, mas tivemos que disponibilizar um dia inteiro para fazer isso. Tem que avaliar cada caso.

Com relação à mochila, não gasto horrores. Estabelecemos um limite de valor e compramos algo que atendesse às necessidades dentro dele. Geralmente, compramos todo ano uma mochila nova, pois elas gastam bastante e rasgam. Comprar uma mais cara não representa uma qualidade melhor obrigatoriamente, então optamos por continuar dessa forma. Compramos uma com o seu personagem favorito, sem grandes firulas, e atende bem.

Com relação à etiqueta de materiais, prefiro não gastar dinheiro com etiquetas personalizadas. Acho lindinho, mas prefiro simplificar. Tenho uma rotuladora e é com ela que faço esse trabalho. Também utilizo canetas de tinta metálica e de escrever em tecido para marcar itens específicos, como roupa de pintura e copinhos.

Com relação ao uniforme, ano passado já compramos um número maior, a fim de que ele aproveitasse mais. Não precisamos comprar mais nenhum nesse primeiro semestre. A quantidade está ok:

3 regatas
4 camisetas de manga curta
2 camisetas de manga comprida
2 shorts
2 calças
1 conjunto de moletom
1 agasalho com touca

Essa quantidade atende bem a demanda de uma semana inteira. Os shorts e as calças podem ser lavados de um dia para o outro porque são feitos de tecido que seca rápido.

Nossa rotina em casa está bem tranquila, porque já era estruturada. Ele já se adaptou ao novo horário. O problema realmente tem sido o calor na hora de dormir. 🙁

Faço um acompanhamento diário da agendinha dele e das necessidades, procurando antecipar as demandas da escola (tipo “enviar sucata até dia X para atividade Y”).

No Google Calendar, tenho uma agenda para mim, outra para o meu marido e outra para o meu filho. Na agenda dele, anoto as reuniões escolares, as consultas médicas e as atividades extracurriculares da escola, como as festinhas. Veja como fazer.

Gosto de conversar com ele todas as noites sobre as atividades que ele desenvolveu na escolinha. Também sempre peço a lista dos alunos para a coordenadora, para perguntar sobre a amizade dele com as crianças. Ele fica muito surpreso quando eu pergunto “e Fulano, foi na escola hoje?”.

A escola também costuma enviar um boletim com o foco do semestre e os temas que estão sendo desenvolvidos, e tento trazer alguns para dentro de casa, estimulando desenhos, artes, entre outras atividades.

Não precisamos organizar lanche porque já está incluso na mensalidade e a alimentação é conduzida por uma nutricionista. recebemos um informe com o cardápio da semana e tudo o mais.

Costumo digitalizar o que já chega de papel e passar para o Evernote, arquivando o que for necessário e jogando fora o que não precisa. Desenhos e trabalhinhos, costumo guardar durante um ano, depois digitalizar e descartar. Também gosto de expôr pela casa, pendurar na geladeira, enfim, reconhecer o trabalho do artista.

No geral, tudo tem sido bem tranquilo. Uma coisa que faço questão de sempre reforçar com ele é uma atitude positiva ao ir para a escola, enfatizar como é legal aprender e brincar com os amiguinhos. Tem dado certo!

E na casa de vocês, como foi a volta às aulas?