Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Desde que entrei no meu emprego atual, tenho viajado muito. Isso porque a empresa tem mais duas unidades, e o tempo todo precisamos ir para lá e para cá por causa de reuniões, cursos ou eventos. Por esse motivo, eu acabei ficando apaixonada pela coisa de escolher malas, e aqui vai a minha opinião sobre as malas que todo mundo que viaja bastante tem que ter.

Uma boa mala de bordo

A mala de bordo é essencial! Basicamente, você pode levar uma mala junto com você no avião, sem despachá-la no momento do check-in. Essa mala acaba sendo a mais utilizada por quem faz viagens de um dia para o outro a negócios, porque você leva somente o necessário e o que for importante. Eu coloco notebook, necéssaire, documentos, pashmina, tudo ali dentro. Antes eu levava uma mochila, mas ela ficava muito pesada e cheia. Agora, levo sempre a mala de bordo e as minhas costas agradecem.

O bom da mala de bordo é que ela não precisa ser necessariamente de alta qualidade, pois você não vai despachá-la (então ela não sofrerá danos de batidas etc). Mas eu recomendo que ela tenha um sistema bom de rodinhas, pois você precisa dessa mobilidade sem problemas e entraves.

Quando eu uso: em viagens de um dia para o outro ou de no máximo dois dias.

A mala de bordo deve medir no máximo 55cm x 40cm x 20cm, sendo 115cm a medida total.

Uma mala de tamanho médio

A mala de tamanho médio serve para viagens de dois a cinco dias. Com isso, estou contando que você levará roupas para o dia e roupas para usar de noite – ou seja, bastante coisa. Também vai levar necéssaire e outros materiais que pode precisar (livros, talvez). Se você for minimalista, pode ficar só com a mala de bordo. Eu tento ser mas, quando se trata de viagens, prefiro pecar pelo excesso porque já fiquei na mão várias vezes.

Se você vai levar a mala média, precisa de uma bolsa ou pasta de mão para levar notebook e documentos.

Quando eu uso: em viagens de até cinco dias.

Uma mala grande para viagens longas

Eu nunca tinha precisado de uma mala grande até viajar ano passado para um evento da empresa e precisar levar duas malas que eu tinha (uma pequena e uma grande) pelo simples fato de ter que levar roupas para dia e noite, além de livros (estava finalizando meu TCC da pós-graduação). Foi ridículo ter que andar com duas malinhas pelo aeroporto, e naquele dia eu decidi que compraria uma mala grande.

Isso aconteceu somente este ano, quando soube que faria uma viagem internacional de mais de uma semana. O bom de levar uma mala grande é que ela pode ir mais ou menos vazia e voltar cheia de comprinhas.

Com certeza a mala grande não será tão usada quanto a mala de bordo, mas é bom ter porque você não sabe quando pode precisar. E, se decidir fazer uma viagem mais longa, tudo o que você não vai precisar é gastar dinheiro com uma mala boa. Porque sim, essa tem que ter boa qualidade, já que vai aguentar conexões e despachos mundo afora.

Quando eu uso: em viagens de uma semana ou mais.

O único cuidado que temos que ter é com relação ao peso! Geralmente, vôos internos (ou seja, dentro do país) permitem até 23kg por mala e vôos internacionais, 32kg por mala. Se a sua mala tiver capacidade para 32kg e o vôo for interno, e você ultrapassar 23kg, você terá que pagar pelo excesso de bagagem, então tem que ficar atento(a)!

Para mim, o principal problema é guardar essa quantidade de malas! A grande fica no escritório, ao lado da minha escrivaninha (não cabe no armário). As outras duas ficam no armário do quarto.

E para você, quais são as malas essenciais?