Organização com cara de revista: o mito

33
5608

acho suas dicas otimas mas esbarro num problema que eu confesso ter,tipo organzacao combina com bom gosto,harmonia entre outros.Apesar de eu arrumar as coisas,elas nao parecem estar arrumadas…nao sei combinar as coisas、moveis,etc..
as vezes vejo nas revistas um monte de tralha mas tao organizado que da gosto d ver.E eu que tenho menos tralha fica aquele ar de bagunca.Qual a dica que poderia me dar para ficar com um ar de organizacao,obrigada
– Maria

Querida Maria,

Outro dia (já faz algum tempo, na verdade) eu recebi um comentário aqui no blog de uma pessoa dizendo que não gostava das dicas que eu dava, pois preferia as da revista Casa Cláudia, “muito mais completas”. Eu dei uma risada tão alta que até o meu marido veio perguntar o que tinha acontecido. E os motivos na verdade são vários. Vou tentar explicar.

Uma revista é composta por uma equipe gigantesca de dezenas de pessoas, fora os profissionais que são consultados, como arquitetos, designers, decoradores, fotógrafos, donos de lojas de decoração, entre outros. A revista Casa Cláudia – que por sinal amo de paixão – não é exceção. Ela, assim como as revistas Minha Casa, Casa & Jardim, Decorar Mais Por Menos, Vida Simples, Casa Vogue, enfim, nossas preferidas, são produzidas por profissionais que são especialistas no que fazem e se dedicam exclusivamente àquilo, sendo suas profissões principais.

Além do que, uma foto de um ambiente decorado e organizado em uma revista foi montado exclusivamente para ser fotografado e sair na edição em questão. Com exceção das reportagens sobre a casa de outras pessoas, ninguém mora ali. E pode ter certeza que, mesmo nessas reportagens, rolou uma bela de uma arrumação antes das fotos, porque a estética vende. Ninguém quer ver uma casa bagunçada.

A diferença de uma revista para um blog (se é que é possível escolher somente uma diferença) é que um blog, para começar, é pessoal – ou seja, escrito por uma única pessoa. Mesmo temático, o blog é “a cara” do autor e representa a sua opinião, assim como (deveria) a sua realidade. É por isso que as pessoas no geral gostam dos blogs – a vida do blogueiro é mais próxima das suas do que a de uma revista ou celebridade.

Se eu fosse jornalista de uma revista bacana como as que eu citei ali em cima, é claro que eu daria dicas que focassem no ideal de organização, porque essa é a imagem que as revistas querem passar. E nós compramos essas revistas justamente porque queremos ver o que é uma casa linda, com a decoração deslumbrante, para nos inspirarmos e tentar tornar a nossa casa bonita também. Se as fotos fossem feias, nos inspiraríamos em quê?

Por isso é importante entender que, assim como em uma novela, o que vemos nas revistas, em sua maioria, são obras de ficção. As fotos são produtos de profissionais que deram seus toques de decoração, organização, fotografia, iluminação para que a imagem seja apresentada da melhor forma possível. A vida real, no entanto, é diferente.

Esta cozinha aqui, por exemplo, é de uma leitora que teve sua decoração publicada em uma revista. Linda a cozinha e cheia de ideias boas. Agora, você acha que ela fica 100% arrumada o tempo todo ou foi montada desse jeito somente para tirar a foto da revista? Eu quase consegui ver as sacolas do Carrefour em cima da mesa posta, que também terá alguns papéizinhos em cima. O pano de prato, na porta da geladeira, provavelmente será de outra cor e estará molhado, quando não em cima do fogão. A banana ali já até escureceu na fruteira…

Estou brincando, mas conseguiu captar o espírito da coisa?

Eu não sou decoradora. Também não sou fotógrafa. Porém, adoro cuidar do meu apartamento, decorá-lo e tirar fotos. Além de tudo, eu tenho este blog, então gosto de mostrar o que eu faço aqui. Isso não faz do blog uma autoridade semelhante a revistas de decoração, e eu sequer almejo isso. Ninguém deveria almejar. As revistas nos passam essa imagem de casa perfeitamente arrumada e ela tem o mesmo efeito que as fotos de modelos magérrimas na cabeça das mulheres.

Lembre-se sempre que organização também é diferente de arrumação. Quer arrumar a bagunça na sala? Pegue uma caixa enorme e jogue tudo dentro. Maravilha? Que nada! A sala pode estar arrumada, mas não está organizada. Afinal, você sequer se lembra do que jogou dentro da caixa…

Organizar a casa significa torná-la funcional para você e a sua família. É saber onde está a sua chave. Os controles da TV. Pagar as contas em dia. Ter o pente ali no banheiro e um relógio em todo lugar que você precisa ver as horas. Se tudo isso puder ser feito com beleza, tanto melhor! Afinal, todos nós queremos coisas bonitas para se ver em casa e na vida. Mas não pense que uma arrumação perfeita signifique organização, porque não é verdade.

Por fim, para terminar esse post gigantesco, eu gostaria de propôr um exercício a você. Observe a sua casa com os óculos da tralha. Mantenha no seu lar somente o que você ama, que tem algum valor, ou que seja realmente útil. Veja de que forma essas coisas poderiam ser guardadas para que você encontre tudo o que precisar, quando precisar. Não seria bom abrir a gaveta de talheres e ver somente o que você usa no dia-a-dia ali, arrumado e pronto para ser utilizado, sem ter que tirar da frente aquele monte de cacarecos que você não sabe por que ainda existem?

Se a sua pilha de revistas não tem motivo algum para estar ali, elas não deveriam estar. Elas estão arrumadas, mas o seu espaço está desorganizado, porque você está acumulando uma tralha que poderia dar lugar a coisas mais importantes – ou deixar um vazio que permita ao cômodo respirar um pouco.

Reflita sobre o uso dos seus objetos, da sua casa e, principalmente, sobre o ideal de perfeição que devemos ter como inspiração, até, mas nunca como um objetivo que nos rebaixa a uma condição muito abaixo do que realmente somos. Nossas vidas são reais, e o que acontece dentro de nossas casas diz respeito somente a nós. Isso sim é ser dono de casa.

Boa sorte.

33 comentários

  1. Oi, Thaís! Primeiramente, amo seu blog, e já tem muito tempo que acompanho tuas dicas, a ponto de nem lembrar quando comecei a ler!!! Todo dia espero pelas novidades e tento acrescentar aquilo que me sirva ao meu dia a dia!!! E te agradeço por compartilhar algo tão bacana, que despende tempo e tão bem escrito, pra gente!!!

    Acho que é a primeira vez que comento aqui (sou mais dada a ler, e na correria as leituras são todas feitas pelo celular ) mas a duvida da Maria é também a minha duvida, apesar de já estar mais desencantada hoje em dia… Eu convivia com uma certa neurose por nunca conseguir deixar minha casa com cara de revista por mais de dois segundos, assim como alcançar a beleza das modelos “photoshopadas”. Sempre achei que eu era uma incompetente no meu lar, mas aos poucos me dei conta de que é justamente dessas pequenas coisas – que na verdade são muitas e dão um certo trabalho – desses pequenos detalhes e arrumações do dia a dia que a gente consegue o nosso melhor e isso é suficiente pra vida real que levamos!!!
    Agora já consigo organizar com funcionalidade e me sentir satisfeita como resultado, boa parte graças as tuas dicas! Muito obrigada por compartilhar teu tempo e tua experiência diária conosco!!!

    Beijos!

  2. Casas de revista não são casas de verdade, rsrsrs….(quero dizer que no dia-a-dia não dá para ficar tudo lindo)
    Adoro suas dicas, com elas minha casa ta bem mais organizada e minha mente também!
    Bjs

  3. A-d-o-r-e-i este post Thais!!!! Perfeita a ideia de que ” Organizar a casa significa torná-la funcional para você e a sua família. É saber onde está a sua chave. Os controles da TV. Pagar as contas em dia. Ter o pente ali no banheiro e um relógio em todo lugar que você precisa ver as horas. Se tudo isso puder ser feito com beleza, tanto melhor!”. Eu era a perfeccionista que vivia frustrada pq queria a perfeição das revistas na minha vida..quantas vezes a casa ficou linda como de uma boneca, mas eu, dentro dela, desesperada pq NADA funcionava direito, juro, nada. A vida tem que ser prática, o tempo tem que ser bem aproveitado e sua saúde física, mental e emocional sempre preservada. Como vc bem diz “organização é cuidarmos do tempo que temos” e conseguir viver bem, aproveitando da melhor forma o tempo, ganhando com isso mais proximidade com a família,estabilidade financeira, alegria e paz é o que importa.

  4. Adoro esse blog! E acho que realmente comparar com uma revista é demais. São estilos bem diferentes. Um blog nunca será igual a uma revista. Enfim, continue fazendo as coisas à sua maneira e vc vai longe, não ligue para críticas não-construtivas 🙂

  5. As revistas de casa q eu mais compro aqui sao as que so tem espacos dos leitores, de gente “normal”, q nao tem um orcamento gigantesco. Claro q aqui tem as tipo Casa Claudia etc, mas nao gosto (e sao mais caras, claro!) mas confesso q tem 1 blog q eu tenho quase certeza q esta sempre arrumado como nas fotos: o I Heart Organizing. Eu amo e o estilo de decoracao dela eh o mais proximo do meu. Bjos

  6. Lembrei de um livro que sempre folheei na livraria e nunca comprei, justamente porque as fotos eram perfeitas demais, o “Acabe com a bagunça”, da Cynthia Townley Ewer, porém vi aqui que você o recomenda, vou dá uma chance para ele.

  7. Meu Caneco! Caraca! Vai tomar banho! Vai chupar meia (ai, essa não posso mais usar porque meu bebê anda fazendo isso)!

    Nossa Thais, quando eu acho que você já escreveu tudo o que era possível nesse blog, quando acho que já não existe mais pano prá essa manga você me surpreende fazendo um post maravilhoso de bom… e olha que isso tem acontecido muito ultimamente…=)

    Quando li Organize os seus horários e tarefas, já fiquei de cara! Daí ainda li as 30 dicas de organização essenciais para a sua vida, O mapa de idéias (que vou usar na decoração da minha casa)… enfim, na verdade, acho que tudo o que você escreve é ótimo, – não fica metida não, – mas você tá cada dia melhor. E acho que vale a pena te dizer isso!

    E, aiiiii, quando alguém aí, resolve te escrever baboseiras como essa que li ali (sem redundância) – que prefere as dicas da revista – ahhhhh, sei que você não pode mandar catar coquinho porque voce é a dona do blog, mas como não sou nada eu posso: VAI CATAR COQUINHO!

    Já que mandei a pessoa catar coquinho você não precisa postar esse comentário, mas se ainda assim quiser postar, fique à vontade e, ô pessoa que fez aquele comentário: Me perdoe! De verdade! Mas…. ai, meu sangue subiu!

    Bom, beijo Thais, admiro muito o seu trabalho, e, olha, tem me ajudado muito!

  8. Ai, e não paro de pensar na pessoa que te fez essa pergunta sobre, tenta arrumar e fica tudo feio. Essa é para ela:

    Veja se não tem muita informação diferente no ambiente. Muita cor e formato diferente… ai, como explico isso?

    Minha casa por exemplo, acho tudo horrível, e olhando fotos em blogs e pesquisando muito vejo que não gosto MESMO dos meus móveis, que não combinam comigo, odeio a cor da minha parede… e odeio tranqueira. Casei com um americano e desde que cheguei aqui nos EUA tenho uma garagem de 2 carros cheia, abarrotada (mesmo) de tranqueiras). Estou fazendo a limpa e me preparando para fazer um bazar de garagem. Queria esvaziar tudo!

    Bom, voltando ao assunto, decidi que vou “reformar” meus móveis (no estilo faça você mesmo). Comprei uma lixadeira e vou pintar alguns móveis, envernizar outros… cobrir assentos de cadeiras com tecidos, fazer capa pro meu sofá…e aiii, pintar a parede porque do jeito que tá ninguém aqui em casa merece! Ah, e colocar cortinas (porque aqui é tudo veneziana, sabe?).

    Talvez você possa fazer o mesmo (tenho um bebê e meu marido quer mais… talvez eu leve uns anos para fazer tudo, mas, quero minha casa bonita, e vou fazer eu mesma, já que não tenho dinheiro para comprar tudo novo).

    Talvez falte somente um pouco de coerência entre as coisas que você tem (cores mesmo entre móveis e móveis, móveis e paredes, …).

    Sei lá. Pense nisso! Vai que é isso, né?

    Beijo

    PS: Desculpe Thais usar seu espaço para isso, mas, ai, não paro de pensar nela. Porque eu tava assim também!

    • Andrea, obrigada!! Adorei seu comentário. E, sobre a decoração, super difícil mesmo! Aqui no nosso apto a gente tentou seguir uma paleta – tudo PB com toque de roxo (cor principal) + vermelho e variações do roxo (berinjela, rosa escuro etc). Mas sabe, eu amo turquesa, por exemplo. E meu filho tem um monte de coisinhas azuis e verde-limão. Então nós estamos tentando usar mais coisas coloridas mesmo.

      Uma coisa que eu acho é que a gente não tem que ter medo de decoração. Se a gente tiver coisas que gosta em casa, quem pode julgar? Afinal, é que nem moda – cada um tem seu estilo e suas peças preferidas. Aqui essa semana a gente decidiu pintar a parede da sala de preto, e já desistiu de novo (libriana, opa). Achamos que, por querer usar coisas coloridas, ter uma base branca pode ajudar a deixar menos pesado. Um cinzinha claro, de repente, pode ser. E, se não gostar, economiza mais um pouquinho e pinta de novo! =)

  9. Concordo com td o q vc disse!
    As revistas devem servir de inspiração e os blogs (como o seu) mostram a vida na prática, no dia-a-dia.
    Não dá para querer fazer sozinha o que uma equipe inteira produziu para deixar montado por algumas horas!
    Os leitores precisam ser mais reais…
    bjs,

  10. Ola Tais, voce é super demais, amo seu blog, seguidor nato.Menina tem muito medico e tem muitos que pensam ser medico.Sua dicas sao infaliveis, seu material deveriam ser primeira pagina, eu trabalho num call center e, é dificil, voce me leva para um mundo diferente mais real, tranquilo e gostoso coisas que nao tenho tempo para pesquisar encontro aqui pertinho, detalhadinho.Obrigado.

  11. Claro que devemos querer reproduzir o que vemos nas revistas… afinal, quem não gosta de levar a beleza para dentro de casa? Mas como tudo na vida, temos que ter olhos críticos…. quantas e quantas vezes vi casas lindas todas decoradas em branco e logo em seguida pensei… vai amarelar, certeza… ouq ue trabalho manter dessa cor… poltronas em áreas de passagem… só funciona nas revistas… na vida real, é como vc disse, sua casa tem que “funcionar”, ainda que não seja esteticamente ideal….

  12. Oi Thais, adoro o seu blog! não tem um dia que eu não venha pra saber das suas dicas, e já coloquei muitas delas em pratica, mas confesso que fácil não é…, quanto ao que a Maria falou, não vi ali nenhuma crítica ao seu blog e sim um comentário de uma pessoa que como todos nós adora casas lindas e arrumadas. Como já falei adoro o seu blog e aguardo sempre as suas super dicas que me ajudam muito! bjus

    • Oi Silvana! O comentário da Maria foi somente uma dúvida mesmo e a categoria “Dúvidas respondidas” é justamente para isso. A crítica que eu me referi no post foi feita por outra pessoa, há muito mais tempo. Eu usei o gancho para responder a pergunta da Maria. =)

  13. Me lembro quando você passou a moderar a comunidade Mania de Organização no orkut, e foi aí que comecei a procurar tudo o que você postava na internet sobre decoração. Tenho saudade do orkut só por causa dessa comunidade… adorava ver as dicas de organização de outras pessoas 🙂
    E, desde então, tenho visto o quanto pensamos igual e quanta gente também pensa ou quer ter uma vida mais organizada.
    E hoje, mais uma vez, o post se encaixou perfeitamente no que eu andava pensando. Ontem e hoje tirei pra arrumar o armário do meu quarto (moro com meus pais e uma irmã – todos desorganizados) e vi que mesmo arrumando tudo bonitinho e limpinho eu sentia uma dor no coração. Achei que tudo ficou feio e que antes estava bem melhor. De fato, não posso negar que ficou mais fácil ter acesso às coisas que mais uso, mas não abri a porta do armário e achei uma coisa bonita de se olhar.
    Amanhã mesmo vou revisar tudo, preciso me desfazer de algumas coisas. Não uso, mas dá dó de dar fim.
    As primeiras coisas que vão embora com certeza serão as revistas Casa Cláudia e Casa Vogue hahahahahah
    Seu post foi realmente maravilhoso e me ajudou muito, como sempre.
    Um beijo e bom domingo 🙂

  14. Me lembro quando você passou a moderar a comunidade Mania de Organização no orkut, e foi aí que comecei a procurar tudo o que você postava na internet sobre organização. Tenho saudade do orkut só por causa dessa comunidade… adorava ver as dicas de organização de outras pessoas
    E, desde então, tenho visto o quanto pensamos igual e quanta gente também pensa ou quer ter uma vida mais organizada.
    E hoje, mais uma vez, o post se encaixou perfeitamente no que eu andava pensando. Ontem e hoje tirei pra arrumar o armário do meu quarto (moro com meus pais e uma irmã – todos desorganizados) e vi que mesmo arrumando tudo bonitinho e limpinho eu sentia uma dor no coração. Achei que tudo ficou feio e que antes estava bem melhor. De fato, não posso negar que ficou mais fácil ter acesso às coisas que mais uso, mas não abri a porta do armário e achei uma coisa bonita de se olhar.
    Amanhã mesmo vou revisar tudo, preciso me desfazer de algumas coisas. Não uso, mas dá dó de dar fim.
    As primeiras coisas que vão embora com certeza serão as revistas Casa Cláudia e Casa Vogue hahahahahah
    Seu post foi realmente maravilhoso e me ajudou muito, como sempre.
    Um beijo e bom domingo

    *corrigi uma coisa que tinha escrito errado, desculpa.

  15. Olá, Thais, boa noite!

    Parabéns pelo término do TCC, mesmo que sua orientadora recomende alguns ajustes, é um baita alívio, não é?
    Eu diria que a sensação da Maria é a mesma de muuiiita gente, o poder da propaganda é e-nor-me, principalmente sobre as pessoas que não percebem a distância entre ficção e realidade e se deixam enredar pelo simulacro deste mundo de aparências artificialmente construídas, em todos os departamentos, de decoração até política.
    Olha, tenho uma querida amiga blogueira, a Lilly (Isso é coisa de Lilly), que há um tempinho fez um post hilário, mostrando a lavanderia como se fosse para revista e depois em estado normal, muito bom.
    Boas férias e saúde total!!
    Beijocas,

  16. Disse tudo, Thais!
    nos blogs nos sentimos muito mais próximos de quem escreve. visito muitos, sobre vários assuntos e adoro. ainda leio revistas, mas é uma relação diferente.

  17. Olha só, Thais.
    Eu entendo a reclamação da moça sobre parecer que não sabe organizar.
    Eu tenho lido seu blog e comentado até que com frequência, mas eu não consigo manter uma “casa de barbie”.
    Eu organizo máximo que dá, um pouco por dia. Mas eu não sou de ferro, então as vezes alguma coisa escapa. Nem tudo fica “bonitinho”sempre, mas hoje eu sei onde as coisas estão, elas ficam sempre na mão, etc.
    Pra mim, tá de bom tamanho.
    Tenho aperfeiçoado, melhorado, e tem coisas que vejo em revista que eu sei que são surreais. hahahaha

  18. Oi Maria,
    A parte mais difícil é ter rotinas de organização e mantê-las. Se está organizado, não pode estar MUITO feito. E sempre se pode dar uma arrumadinha extra nos minutos anteriores à chegada da visita, ou quando bate a sensação de “minha casa está feia”. Quanto a deixar bonita, pode-se sempre rever a disposição dos móveis, deixar as cores mais harmoniosas ou acrescentar um vaso de flor. E isso (decoração) se aprende com o tempo, ou contrata-se um profissional para dar uma “sacudida” geral e orientar melhor. O importante é não desanimar.
    Abraços,
    Daniela

  19. olá! é com grande satisfação que falo que seu blog está sendo muito bom na minha vida, como estou melhorando, cada dia faço um pouquinho, moro sozinho a 4 anos e juntei tralhas de mais, estou em processo de descarte, sem contar meu guarda roupa que está virando outro, obrgado obrigado e obrigado! Dalton

  20. O mito da estante limpa e organizada: o que mais vejo em revistas de decoração são salas de estar com estantes e armários deslumbrantes, sempre repletos de esculturas/livros/vasos/etc.. Pois bem, apesar de encher os olhos, essas peças são nada práticas na hora da faxina. No meu caso, por exemplo: o clima da minha cidade é extremamente seco, venta muito e há sempre poeira dentro de casa. “Descer” tudo da estante, limpar e depois reorganizar tudo de volta ao seu lugar é bem trabalhoso. Como você disse, a estética vende. A funcionalidade, porém, nem tanto.
    Conheci seu blog ontem, estou lendo-o com bastante carinho e anotando muitas coisas para trazer para a minha rotina.
    Meus parabéns e obrigada pelo seu trabalho!

  21. Adoro as suas dicas e como já falei algumas vezes, suas dicas estão fazendo um bem enorme para mim. Fiquei tão animada com o post da semana passada sobre seu escritório que ontem (domingo) dei uma arrumada e organizada no meu. abçs,

  22. Oi Thais, leio todos os dias as dicas do blog e tenho colocado em pratica, voce acredita que ja perdi uma bolsa de estudo porque nao encontrei um documento? obrigada por deixar nossa vida mais facil…

    bjs querida.

  23. Boa noite Thais,

    Desde que eu descobri o teu blogue que não passa um dia que não venha dar uma espreitadela.

    Acho-o fantástico, pois da-nos vontade de arrumar tudo, ter tudo organizado… a vida fica bem mais fácil.

    Obrigado.

  24. Oi Thais, nossa fico sem fôlego a cada passada estou há 2 dias tentando pegar o máximo de dicas q vc tem dado desde 2006, estou devorando o seu blog, como quem devora um livro, e é incrivel, como me identifico com tudo que vc diz!! Quero te agradecer infinitamente por este trabalho que vc faz!! Acredite vc tem mas fãs do que pessoas para não gostarem do que você faz, poucos de propoem a fazer isso e vc faz com excelencia!! PARABENS e OBRIGADA DE S2

  25. Essa comparação feita pela sua leitora seria a mesma coisa que me comparar com uma top model… a ditadura da perfeição num mundo imperfeito…dá vontade de rir bem alto mesmo… cresci ouvindo meu pai dizer assim pra minha mãe: a casa é para nos servir e não nós a servirmos… acho que 40 anos depois continua valendo! parabens pelo blog.

Deixar uma resposta

Por favor, insira seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui