Categoria(s) do post: Diário da Thais

Então, gente. Lá em janeiro, eu fiz um post sobre o meu projeto de leitura de 12 livros de finanças em 2021 porque finanças seriam a minha área de foco.

Até julho, li tudo direitinho.

  1. Janeiro: Finanças para autônomos, do Eduardo Amuri
  2. Fevereiro: O mensageiro milionário
  3. Março: Do mil ao milhão, do Thiago (Primo Rico)
  4. Abril: Investimentos inteligentes, do Gustavo Cerbasi
  5. Maio: O milionário consciente
  6. Junho: O homem mais rico da Babilônia
  7. Julho: Dinheiro, do Tony Robbins

Mas aí, desde o livro do Tony Robbins, que é bem voltado para os Estados Unidos, eu percebi que escolhi poucos livros técnicos e mais livros de “mindset” que, sinceramente, para mim, não era o foco no momento. Com isso, fiquei um pouco desmotivada com as leituras.

Era para eu já ter lido:

E, daqui em diante, faltam:

Tirando o T. Harv Eker, que quero reler por curiosidade (eu era “outra pessoa” quando li, anos atrás), não tenho vontade nem motivação para ler esses livros. Eu montei um planejamento aqui para ler aos poucos e de maneira leve até o final do ano, mas queria dizer a vocês que, se por acaso não cumprir, foi porque peguei ranço MESMO.

Sabe, esses livros partem de premissas muito perigosas de meritocracia, com recomendações rasas, na maioria das vezes, apesar de eu sempre achar que a gente consegue apreender coisas boas de qualquer livro que a gente leia. Posso não concordar com tudo, mas tirar bons aprendizados. Por isso insisto na leitura. Vamos ver.

Eu só quis passar por aqui para compartilhar esse “status” do projeto porque achei que seria importante compartilhar que eu me sinto assim também com alguns projetos. haha

Caso você tenha algo a complementar sobre essas leituras que ainda não fiz, eu agradeço! >3