Categoria(s) do post: Estudos, Universidade Pessoal

O conceito de universidade pessoal nasceu para mim como uma maneira de nomear os estudos autodidatas que tenho independentemente da fase da vida e de quaisquer cursos formais que eu esteja fazendo. Eu tenho um primeiro post em que explico direitinho como funciona – e você pode lê-lo aqui.

Este post de hoje é uma atualização sobre os assuntos que tenho estudado atualmente.

Como você pode imaginar, o mestrado tem direcionado muito os meus estudos no último ano. Porém, mesmo com o mestrado, existem disciplinas que estudo em paralelo, que até dão suporte aos estudos do mestrado. No momento, são elas:

  • Inglês falado (foco em ministrar cursos)
  • Tecnologia e trabalho*
  • Sociologia do trabalho*
  • Capitalismo*
  • Relação entre gêneros e trabalho*
  • Andragogia
  • GTD
  • Midiatização*
  • Melhores práticas de ensino à distância
  • Comunicação não violenta
  • Disciplina positiva para crianças
  • Vinhos
  • TOC, ansiedade, depressão e outros transtornos psicológicos*
  • Saúde no trabalho*
  • Liderança
  • Desenvolvimento de carreira

Neste semestre, estou cursando duas disciplinas no mestrado que já trazem uma alta carga de leituras. Além disso, tenho a minha dissertação. Os temas acima relacionados ao mestrado e à minha dissertação são os que marquei com um asterisco *. Apesar de serem leituras de apoio ao mestrado, elas também servem para a minha vida pessoal e o meu trabalho, porque tudo está mais ou menos linkado.

O “como” eu estudo varia de diciplina para disciplina. Confesso que tenho priorizado as leituras do mestrado, pois é uma fase em que realmente preciso focar em defender a minha dissertação e, acima de tudo, concluí-la! Mas consigo encaixar outros temas de estudo, até mesmo porque a vida não para (meu filho cresce, o trabalho acontece etc).

Algumas disciplinas são mais práticas (liderança, andragogia) e, além de livros, participo de eventos, debates, e procuro aplicar no meu dia a dia de trabalho diretamente. A maneira de organizar esse estudo varia bastante. De modo geral, tenho “desligado” mais cedo das telinhas e costumo ler e estudar à noite, mas também faço leituras pela manhã, quando sinto vontade e tenho uma janela de tempo, e sempre carrego um livro comigo, para ler ao longo do dia.

De modo geral os temas vão evoluindo ou mudando um pouco, mas se mantêm relacionados com o passar dos anos. Inglês, GTD, são temas sempre presentes. Quanto mais vou evoluindo na minha carreira como pesquisadora, é natural ter temas de humanas relacionados. Leituras que possam parecer hobbies (como “vinhos”) apesar de serem lazer também são fontes de aprendizado.

Estudar dessa maneira alivia um pouco a minha ansiedade em termos de querer fazer diversos cursos, que hoje não tenho mais disponibilidade para fazer (por causa do filhote). Também me sinto satisfeita por organizar meu tempo de modo que consiga estudar assuntos que sejam de extrema relevância para mim, como esses.

Para mim, o estudo é para toda a vida, e não relacionado apenas ao fato de eu estar fazendo um curso ou não. Eu sou uma pessoa de múltiplos interesses e cuidar dessa necessidade de alma com carinho me deixa mais feliz e plena com relação à vida.

Espero que essa atualização tenha sido útil e, quaisquer dúvidas, favor deixar um comentário. Obrigada!