Categoria(s) do post: Lazer

Um dos principais motivos que eu mais ouço as pessoas me falarem quando eu pergunto quais seus hobbies preferidos, é que elas não praticam mais nenhum hobby por falta de tempo.

E sim, eu sei que “falta de tempo” é a maior constante nos dias de hoje. Não é à toa que eu trabalho com isso, certo? Então eu tenho algumas táticas (e uso um método) para gerenciar a vida como um todo.

Uma dessas técnicas, e que vou compartilhar com vocês hoje, é essa técnica simples de escolher um hobby para se dedicar mais ao longo do ano. Vou explicar.

Eu sou uma pessoa com muitos hobbies. A criatividade é um valor para mim, então gosto de explorá-la de diversas maneiras. Mas a grande verdade é que a vida é cheia de áreas e necessidades, e da mesma maneira que eu quero explorar a minha criatividade, eu tenho que cuidar da minha saúde, da minha família, da minha casa, do meu trabalho, da minha espiritualidade… então precisa haver um equilíbrio entre as diversas áreas. Não dá para dedicar tempo demais para apenas uma delas.

Por isso, já há alguns anos eu tenho escolhido um de cada hobby meu preferido para me dedicar mais. Esse “dedicar mais” significa simplesmente fazer o seguinte:

1 – Escolher um hobby
2 – Responder: “O que eu gostaria de evoluir com relação a este hobby neste um ano?”

Este ano, por exemplo, eu escolhi a questão dos vinhos. E criei um projeto simplesmente chamado “esclarecer informações básicas sobre o mundo dos vinhos”. Tipos de uvas, como armazenar, como harmonizar, as vinícolas brasileiras, a história do vinho, enfim. Informações que, para mim, são básicas, e que vão me fazer curtir muito esse hobby ao longo do ano.

Poderia ser, por exemplo, “aprender a pintar com óleo em tela” (já foi em outro ano). Nesse caso, eu faria algum curso, dedicaria tempo no cotidiano para praticar, assistiria vídeos com esse foco etc.

Não me leve a mal: eu não estou sugerindo que, se você tiver muitos hobbies, você abandone alguns deles ao longo de um ano inteiro para focar em apenas um. Não se trata de “abandonar”, mas de lidar com todos e escolher um para se aprofundar.

Isso tem dado muito certo para mim e eu quis compartilhar essa dica aqui com vocês, pois sei que muitas pessoas têm dificuldades para ter mais tempo para os hobbies no dia a dia.

Eu comecei com essa ideia em 2008. Foi quando eu pedi demissão da agência de publicidade que eu trabalhava e queria “me descobrir”, entender quem eu era e quais as coisas que eu gostava. Para não “atirar para todos os lados”, escolhi desenvolver o hobby da pintura. Foi muito importante para mim na época e até me ajudou a superar uma depressão.

Os hobbies definitivamente são importantes e eu espero que este post te anime a trazer de volta à sua vida algum hobby que você tenha abandonado.

Aliás, conta pra mim: isso já aconteceu? Que hobby você deixou de lado por falta de tempo ou outros motivos? O que você poderia fazer durante os próximos doze meses para trazê-lo de volta à sua vida?