Categoria(s) do post: Empreendedorismo

Desde que postei sobre a sede do Vida Organizada, tenho recebido muitas mensagens de leitores perguntando sobre esse passo, e também mensagens de pessoas interessadas em uma possível parceria para negócios diversos. Respondi todas por e-mail, mas gostaria de agradecer aqui publicamente todos os envios de propostas. Ainda não consegui analisar todas com calma, então peço um pouquinho de paciência para conseguir fazer tudo dentro do tempo certo por aqui. 😉

Hoje gostaria de comentar sobre a escolha de tirar o escritório de casa e ir para uma sala comercial.

Na verdade, essa é uma vontade que já vem de algum tempo. Não se trata de mudar o modelo de home-office (que continuará existindo), mas de ter um espaço onde outras pessoas que trabalhem comigo possam trabalhar, além de receber pessoas de fora. Esses são os dois propósitos principais. Meu home-office continuará existindo normalmente, onde poderei trabalhar de vez em quando ou sempre que tiver vontade de ficar por aqui em vez de ir para a sala.

É natural, quando uma empresa cresce, esse tipo de decisão ir acontecendo. Eu acredito que seja um grande passo para mim e para o Vida Organizada, e estou motivada com ele.

Muitas mudanças vêm ocorrendo do ano passado para cá. Estou mais focada no meu trabalho, no sentido de desenvolver o que eu devo fazer e o que devo delegar. E uma série de mudanças precisa acontecer para que as coisas evoluam como um todo, e eu sinto que essa é uma delas.

Outro passo importante é a contratação de um assistente administrativo. Para levar a vida que levo e conseguir trabalhar em tudo o que quero e preciso trabalhar, preciso ter uma pessoa assim comigo cuidando dos pormenores. Eu me sinto extremamente frustrada quando preciso deixar de fazer algo importante (como traduzir um texto que só eu posso traduzir ou gravar aulas para os meus cursos) porque preciso imprimir contrato, gerar nota fiscal, organizar logísticas diversas e outras atividades que outra pessoa poderia estar fazendo. São tantas dessas pequenas coisas que tomam o dia inteiro, se eu permitir.

Este é um período de transição em que essas providências estão sendo tomadas para eu melhorar a qualidade de atendimento da empresa como um todo. Tem muita coisa acontecendo e sinto que, se eu não tomar essas providências, não vou crescer, ou não conseguirei fazer tudo o que acredito ser importante fazer no momento.

Tem muito sobre esse assunto para comentar aqui no blog, então aos pouquinhos vou escrevendo. Obrigada!