Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Dois adendos:

1 – No Brasil, o Dia dos Pais é no próximo domingo.
2 – Eu espero que você já tenha comprado o presente para o seu pai. =) Maaas, caso você ainda não tenha comprado, eu espero que este post ajude você a fazer uma boa escolha.

Este post é um guia geral sobre como escolher presentes para qualquer pessoa. Você pode inclusive aproveitar para presentes de aniversário e de Natal, por exemplo.

Você não tem como errar escolhendo um dos seguintes presentes:

1. Algo para comer

Dar algo gostoso para comer é aposta certa. Você pode conhecer o gosto da pessoa e dar algo que ela gostará mesmo. Tente não cair no genérico mas, se não tiver outro jeito, algumas opções agradam qualquer um. Chocolaterias como a Kopenhagen sempre têm em suas lojas opções de presentes. A recém-inaugurada Ladureè, no Shopping JK, pode ser outra opção.

Bebidas também entram nesta categoria, apesar de eu achar que vinhos são super batidos. A não ser que o presenteado notoriamente seja um apreciador de vinhos e você conheça algo que ele realmente gostaria de ganhar.

Você também pode levar a pessoa para jantar ou preparar algo especial em casa, mas isso fica menos pessoal que um presente, que continuará fazendo falta.

2. Algo para fazer

Todo mundo tem um hobbie. Se você souber algo que o presenteado ou presenteada goste de fazer, dê algo relacionado. Por exemplo, se o seu pai gosta de pescar, você pode comprar um super kit para pesca ou mesmo uma caixa de iscas modernas. A melhor forma de saber o que pode ser um bom presente é procurar lojas virtuais especializadas no assunto em questão e ver a lista dos mais vendidos.

Se por um acaso enorme a pessoa já tiver o que você der de presente, o pior que pode acontecer é ela trocar por algo da mesma loja que ela queria realmente. Ou seja, ninguém sai perdendo. E com certeza você surpreenderá a pessoa com o presente, pois significa que você pesquisou e se importa com os gostos dela.

Outra opção são ingressos para parques, shows ou passagens aéreas para uma viagem especial, mas isso depende muito mais do seu orçamento. Por favor, evite coisas genéricas como “ingressos para uma peça X”, sendo que a pessoa nunca vai ao teatro porque não se interesa. Se for dar algum presente assim, dê algo que tenha a ver.

3. Algo que a pessoa realmente queira

Se essa pessoa for próxima a você, talvez você já tenha em mente algumas coisas que ela queira. Se for o caso e se você puder ($$$), dê essa coisa. Não existe nada melhor do que ganhar algo que você estava namorando há tempos mas nunca conseguiu comprar por qualquer motivo.

Bons exemplos são livros, filmes e CDs. Às vezes um simples comentário da pessoa enquanto vocês conversavam em um almoço pode indicar esse presente. Algo como: “Ah, eu adoro esse filme! Não sei por que ainda não tenho o DVD!” ou “Sabe aquelas caixinhas para guardar bijouterias, com tampa de vidro? Acho lindas.”

Evite os presentes “úteis”, tipo uma torneira de última geração ou meias. Presente é uma coisa para a pessoa, não para a casa ou algo que ela mesma deva comprar sozinha (roupas íntimas, perfumes, sabonetes artesanais etc).

Se você escolher uma das três opções acima, a chance de o presente virar tralha é de 1%. Uma coisa é certa: quanto mais pessoal for o presente, maior a chance de acertar. E, para algumas pessoas, você tem a obrigação de dar algo pessoal, como seu marido, esposa, namorado(a).

Nunca vou me esquecer de uma cena no filme Sex and the city 2, quando a Carrie dá um relógio Rolex vintage de 1968 para o seu marido no aniversário de dois anos de casamento, e ele dá uma TV de última geração para que eles possam assistir filmes em preto e branco no quarto. A intenção é ótima mas, por favor: não dê isso de presente. Não se trata de dinheiro, mas de valor para a pessoa.