Categoria(s) do post: Diário da Thais

Todo último dia do mês eu gosto de fazer um apanhado de como foi o mês que está terminando para mim, tanto pessoal quanto profissionalmente. Quem for novo aqui no blog pode gostar de saber que faço isso mensalmente. É uma boa oportunidade de rever projetos concluídos, projetos adiados, iniciativas diversas e acontecimentos. Você também pode fazer uma versão sua, se quiser, para guardar de recordação.

Especialmente nesse momento de quarentena, fazer um acompanhamento diário de todos os dias do meu mês no Bullet Journal tem sido bastante especial porque me permite pensar sobre cada dia da maneira como merece: um dia a mais de vida, um dia que merece ser bem vivido. Caso você queira saber como faço esse acompanhamento, eu explico em alguns vídeos no meu canal que são chamados de “plan with me”. Você pode verificar lá.

Abril foi passado inteirinho em quarentena. Eu saí de casa apenas duas vezes – uma para ir ao mercado e outra para levar o dog na veterinária, na primeira consulta dele. No restante do tempo, fiquei em casa. Confesso que tem dias mais fáceis que outros. De modo geral, fiquei bem, mas tive uma meia dúzia de dias mais difíceis ao longo mês – especialmente um dia em que dormir muito mal e passei o dia seguinte desanimada e com dor de cabeça. Mas, sinceramente, foi a minoria, e de modo geral fiquei bem e todos nós aqui em casa também.

Não é fácil ficar em quarentena. Por mais que a gente goste de ficar em casa, tenha espaço para trabalhar, consiga dividir as atividades, sempre é difícil porque mistura um montão de outras coisas – preocupação com o fim da pandemia, a situação da escola do filhote, nosso trabalho, enfim, como todo mundo.

De modo geral, tenho abrigado esse sentimento por entender que é normal se sentir fora do normal. E é o que eu tenho tentado passar com os conteúdos que crio também.

Em termos de trabalho, abril foi um mês de bons projetos profissionais.

De 20 a 27 eu ministrei um curso gratuito online sobre como se organizar e planejar a vida mesmo em tempos de pandemia. Eu me doei 300% pra esse curso e senti que ele foi realmente útil para as pessoas que participaram. Tivemos um pico de mais de 2 mil pessoas assistindo as aulas. Isso foi muito maravilhoso. Foi criado um grupo no Facebook para interação dos alunos, e após o dia 3/5 o curso ficará disponível apenas para os alunos do meu curso regular.

Aliás, foi aberta a terceira turma desse curso. Ele é completamente online, com uma programação para o ano inteiro, e tem bastante gente que já ingressou nessa nova turma, que começa em maio. Ainda dá tempo de se inscrever (apenas até domingo, 3/5). Eu estou fazendo um valor super promocional para facilitar o pessoal que quer se inscrever nessa quarentena.

Além desse projetão, eu iniciei também em abril uma série de 30 LIVEs, uma por dia, todo dia às 17h (horário de Brasília) no meu canal no YouTube e no meu Instagram, simultaneamente, para discutirmos temas relacionados ao bem-viver em casa durante a quarentena. A ideia é termos um ponto de encontro todos os dias, rápido, de cerca de 30 a 40 minutos, para ficarmos bem. Já foram mais de 15 LIVEs até o momento.

Aqui no blog a gente prosseguiu falando sobre ficar bem em casa, e acredito que tenhamos tido bons posts sobre o tema. Amanhã entra a Carta da Editora de maio, onde explico o tema que norteará os posts do novo mês.

Alguns posts bacanas de relembrar:

Um projeto grande que está em andamento mas ainda não finalizei é o manuscrito do meu novo livro, sobre organização dos estudos. Eu gostaria de ter terminado em abril mas o curso gratuito me tomou muito tempo e energia, e precisei adiar. Devo finalizar agora em maio. A previsão de lançamento é no segundo semestre, ainda sem data exata devido ao momento que estamos vivendo, a pandemia e tudo o mais.

Ah, eu também finalizei a revisão técnica da tradução do livro do GTD Workbook, que deve ser lançado pela Ed. Sextante ainda este ano, também sem data definida. Todo mundo está se reajustando devido à pandemia.

Aqui em casa as coisas vão bem. Estamos todos com saúde. Paul teve um contratempo com conjuntivite – estava com o olho irritado desde o início do mês, aí fizemos uma consulta online com uma oftalmologista pediátrica e ela diagnosticou. Mas poucos dias usando o medicamento ele já melhorou, ainda bem. Por isso, não precisamos ir ao hospital e nos expôr ao vírus. Agendamos pelo Dr. Consulta e recomendo.

Ainda sobre o Paul, este mês ele completou 10 anos de idade e nós cantamos parabéns via webconferência, com os amigos, a família, todo mundo que pôde. Foi bem divertido e eu pretendo compartilhar como fizemos e nos organizamos em um post em breve.

Nós também adotamos um cachorrinho, o Stanley, que mudou completamente a nossa dinâmica aqui em casa, mas já é totalmente parte da família.

Eu estou em um momento bastante introspectivo da minha vida e querendo me expôr menos, ficar mais quietinha, então respeitarei isso enquanto durar. Mas continuo postando aqui e em todas as redes diariamente, como sempre faço. 😉

Espero que você tenha tido um bom mês de abril, apesar das circunstâncias. Se quiser comentar como foi, deixe um comentário. Obrigada.