Categoria(s) do post: Áreas da Vida

Existem algumas maneiras que tenho descoberto de ajudar mais o comércio local e quis compartilhar com vocês aqui no blog.

Alguns comércios estão fechados mas podem trabalhar entregando produtos sem permitir a entrada de pessoas (apenas na porta) e outros estão apenas fazendo entregas. É fundamental conhecer como está na sua cidade para saber o que é permitido fazer.

Todos precisamos consumir algumas coisas e a minha proposta é que você compre dos comerciantes locais e pequenos para ajudá-los em vez de compras dos grandes (que não vão quebrar nessa crise) pela Internet.

A primeira coisa que quero recomendar é que você explore o Google Maps do seu bairro para verificar quais os estabelecimentos que existem.

Depois, você pode listar os estabelecimentos que normalmente fazia compras antes. Não só mercados e farmácias, mas roupas, mercearias, papelarias e outros.

Busque por esses estabelecimentos na sua região, no Google Maps. Pegue os números de telefone de cada um deles.

Programe-se para ligar ao longo da semana para entender como estão funcionando (se estiverem), os horários e como funcionam as entregas, se eles têm produtos com fotos, preços disponíveis para consulta etc. É incrível como a maioria não tem, então você pode até sugerir que eles usem um veículo fácil para postar, como o Instagram.

Algumas dicas adicionais:

  • Consuma o que você precisa. Sua saúde financeira é importante também. Todos queremos e devemos ajudar dentro das nossas possibilidades, mas não quero incentivar elevação de consumo apenas para substituir o tédio de estar dentro de casa (acho que deu pra entender, hehe). Todos nós precisamos consumir coisas mesmo em quarentena. Essa é a ideia.
  • Seja flexível e paciente com os comerciantes. Muitos nunca trabalharam com outra modalidade além de portas abertas e esperar os clientes entrarem. Estão todos se adaptando. Talvez demorem para entregar, não tenham muitas maneiras de cobrar, enfim, seja paciente e compassivo, e dê dicas também, se achar apropriado.
  • Faça uma compra que valha o frete. Não faça o comerciante se deslocar para te levar um único produto pequeno, mesmo pagando o frete por isso, porque deslocamentos devem ser evitados sempre que possível por conta do contágio. E também aproveite para fazer valer o frete que você vai pagar.
  • Evite barganhar e pedir promoções, porque muitos comerciantes já estão quase fechando as portas devido à quarentena. Seja legal. Se o cara tiver promoções, tudo bem, ele provavelmente pode fazer e, comprando, você o ajuda. Mas evite pedir se ele não estiver dando desconto.
  • Seja legal. Peça as coisas com educação. Mande um What’sApp dando bom dia, antes de perguntar se o comerciante “tem tal coisa”. Está difícil pra todo mundo, mas com educação e carinho, tudo fica mais fácil.

Espero ter ajudado. Se tiver dicas adicionais e quiser, compartilhe aqui nos comentários. Obrigada!

Categoria(s) do post: Livros, Novidades, Ayurveda

Queridos, esta semana estou 100% dedicada ao curso que está acontecendo online de 20 a 27 de abril lá no meu YouTube. Espero que estejam gostando.

Outro dia publiquei um vídeo comentando sobre todos os meus livros de Ayurveda, os que li, ainda não li, o que recomendo e dicas para começar a estudar a respeito. Percebi que não tinha entrado em formato de post aqui.

Não gosto de fazer um post para anunciar um vídeo mas, neste caso, é um conteúdo que vocês me pediam há bastante tempo, então aqui está:

Espero que gostem. <3

Obrigada!