Categoria(s) do post: Tecnologia, Arquivos

Os favoritos (bookmarks) do computador são apenas arquivos de referência: não demandam nenhum tipo de ação, mas eu quero ou preciso guardar por serem interessantes, úteis ou porque estão servindo a algum propósito.

Quando quero organizar alguma coisa, sempre começo pensando no propósito. Para que servem os favoritos no computador? Para mim, eles servem para organizar os links que eu acesso com frequência pelo meu computador.

Gosto de tomar cuidado para gerenciar bem a dinâmica entre o que entra nos favoritos e o que pode ser armazenado em outros locais.

Por exemplo, se encontrei um artigo que quero ler, não vou salvar nos favoritos. Você até pode. Minha recomendação é criar uma pastinha “ler”. Mas, para mim, e isso é muito pessoal, eu não pretendo ler apenas quando estiver no computador, mas em qualquer outro lugar. Logo, para mim faz sentido guardar em outro programa. Existem vários que você pode usar. Eu uso o Evernote. Lá, tenho um caderno chamado “ler” onde vou agrupando esses textos supostamente interessantes e, em oportunidades diversas, vou lendo o que estiver guardado ali. Depois de ler, decido se quero armazenar o texto em outro local ou fazer alguma outra coisa com ele.

Se eu não me incomodo com a quantidade de textos nesse caderno, por que outra pessoa se importaria? 😉

O Feedly, por exemplo, é um agregador de feeds, muito útil para acompanhar atualizações em blogs. Muito útil, mas estou deixando de usar aos poucos porque 1) eles às vezes dá erro e não mostra algumas atualizações e 2) acho legal visitar os blogs mesmo para ler, pois assim dou uma força para o blogueiro e ainda leio o texto na configuração de design que ele mesmo escolheu. Logo, nesse caso, vale a pena ter uma pasta com os meus blogs favoritos, na barra de favoritos do meu navegador.

O Feedly ainda é muito útil para agregar e compartilhar, mas consigo fazer isso através dos próprios blogs também.

Sobre o armazenamento de textos no Evernote, depois que eu li. Eu armazeno apenas aquilo que quero ter guarda permanente, ou seja, não quero depender do negócio estar ou não na web futuramente, quando eu for procurar aquela referência. Por exemplo, uma receita de comida. É mais fácil salvar o texto no Evernote do que salvar nos favoritos, porque o site pode sair do ar e eu não ter mais acesso àquele conteúdo.

Para salvar textos no Evernote, eu utilizo a extensão Web Clipper, que acho fundamental.

Existem alguns aplicativos e extensões para gerenciar os favoritos, mas eu sou básica e prática e prefiro usar o gerenciador de favoritos do Google Chrome mesmo.

Na barra de favoritos eu costumo deixar os links que acesso diariamente. Aí tenho duas outras categorizações, de links para projetos (coisas que têm fim) e referência geral. Em projetos eu organizo links de coisas que estão em andamento no momento – cursos que estou fazendo, viagens, esse tipo de coisa. Simplesmente porque é mais fácil acessar dali. Em referência, são links gerais, de consulta mesmo.

Minhas categorias vão sendo criadas organicamente, à medida que preciso, e não de antemão. Como já comentei em outro post, a taxonomia pessoal depende de cada um. No meu caso, esses temas atendem bem:

Uma coisa que me ajuda muito é organizar as pastas de referência em ordem alfabética simples dentro dessa pasta. Eu já tentei usar pastas de A a Z (tipo, pasta A, pasta B, pasta C) e outras pastas com os assuntos em si dentro delas, o que até acho ok, mas para mim era apenas mais uma etapa (desnecessária) para armazenar ou encontrar o que eu precisava, então simplifiquei.

Também ajuda organizar manualmente os favoritos em ordem alfabética dentro de cada pasta, mas confesso que isso é apenas um detalhe que me ajuda, não algo essencial.

Como todo arquivo de referência, meus favoritos estão sempre mudando e se adaptando às minhas reais necessidades. Toda vez que busco algo nas pastas eu aproveito para revisar e fazer mudanças se sentir que isso pode me ajudar.

Como organizar os favoritos no computador

Para organizar o seu arquivo de favoritos, use o seguinte passo a passo:

  1. Qual o propósito da minha organização dos favoritos?
  2. Por que eu preciso ter isso organizado?
  3. O que eu preciso ter com fácil acesso através de links no meu navegador?
  4. Crie pastas para agrupar itens em comum e nomeie apropriadamente
  5. Mantenha em ordem alfabética
  6. Procure deixar a barra de favoritos limpa

Deixe um comentário aqui embaixo contando um pouquinho como está o seu arquivo de favoritos no computador. 🙂 Que categorias você usou? Qual o propósito desses links para você? Obrigada!