Categoria(s) do post: Novidades

Eu não gosto muito de criar posts apenas para anunciar novidades ou alterações, mas desta vez abri uma exceção porque já tinha divulgado sobre essa mudança nas redes sociais do Vida Organizada, mas tenho recebido algumas mensagens perguntando mesmo assim, então por isso resolvi escrever.

Temos uma newsletter do blog que você pode receber se cadastrando aqui.

Há cerca de um ano, ela evoluiu para um formato de newsletter semanal, que eu enviava toda segunda-feira contendo o resumo dos posts da semana, algum tipo de reflexão e divulgação de vídeos do Vida Organizada, agenda de cursos e outras novidades.

O que acontece é que, de alguns meses para cá, a taxa de abertura dos e-mails caiu bastante. Estudando os relatórios e a pesquisa que realizei no final do ano com vocês, percebi que talvez ela precisasse de uma mudança de formato. E eu estou testando esses formatos.

Algumas coisas que venho fazendo e que tenho gostado, e que provavelmente manterei durante algum tempo:

  1. Quando você se cadastra na newsletter, você recebe de graça uma chacklists super completa para arrumação e limpeza da casa, que criei como forma de recompensar mesmo quem tivesse a boa vontade de se inscrever. Nesse mesmo e-mail de “boas-vindas”, eu envio também um guia completo sobre como você pode fazer o melhor uso possível dos conteúdos gratuitos do blog para aprender a se organizar.
  2. Uma vez por semana, envio um resumo dos conteúdos publicados (tanto no blog quanto no YouTube), pois pode ser que você tenha perdido algum.
  3. Sempre que eu tiver algo relevante a dizer, eu envio um e-mail com esse texto e dicas adicionais, além de um compilado sobre o assunto no blog. Por exemplo, estou preparando uma newsletter especial sobre rotinas, já que é nosso tema do mês de abrirl, e outra super legal com a compilação dos conteúdos sobre bullet journal, que também tem sido um assunto de foco atualmente aqui no blog.
  4. Quando eu NÃO tiver algo relevante a dizer ou a acrescentar na vida dos leitores, não vou enviar um e-mail apenas para encher linguiça. Não quero encher a caixa de entrada de ninguém.

É importante entender que na Internet tudo é feito de testes e de a gente, como criador de conteúdo, oferecer aquilo que os leitores pedem, querem ou precisam. Se algo não está sendo relevante ou poderia ser melhor, precisamos reformular. Aliás, tudo na vida é assim, né?

E é isso, pessoal. 🙂 Estamos testando alguns formatos. Fique à vontade para dar sugestões, se quiser. Muito obrigada!