Categoria(s) do post: Diário da Thais, Mudanças

Na semana passada meu filho e eu não estivemos muito bem porque pegamos uma gripe fortíssima que nos levou ao hospital (com medo de ser pneumonia de novo), mas por sorte não era e pudemos nos tratar em casa, porém super debilitados. Meu filho se recuperou melhor do que eu, que ainda trabalhei ao longo da semana e no sábado, porém em ritmo mais leve. Hoje estou melhor, mas mesmo nessas condições precisamos dar andamento em algumas coisas da mudança porque o mundo não para mesmo quando estamos assim.

Empresa que fará a mudança

Já fechamos a empresa que fará a mudança, que é a mesma empresa que fez minha mudança de São Paulo para Campinas e a última mudança do apartamento para a casa que estamos hoje. Cheguei a pesquisar outras opções, mas achei todas caras e preferi ficar com a que já conhecia. É uma empresa familiar, de um senhor bem simples, e lembro que conheci porque alguém um dia indicou para a minha mãe, que indicou para mim, e acabou dando certo. Nossa mudança será feita mais para o final do mês, para dar tempo de fazermos tudo o que precisa ser feito.

Providências na casa

A casa será entregue somente depois do dia 10, pois há ajustes. É a primeira locação dela, então o proprietário vai instalar pias, torneiras, corrimão na escada e arrumar uma parede que teve um pequeno problema de pintura, e o prazo é dia 10. Nesse meio tempo, já temos a chave e podemos entrar para tirar medidas e instalar algumas coisas, se tivermos vontade.

010816-sala-casa
Um pedaço da sala da casa nova

Destralhando

Por hora, o que eu tenho feito sinceramente é destralhado a nossa casa. Eu tenho feito um esforço para levar para a casa nova não pouca coisa, mas muito menos. Por já ter feito muitas mudanças, eu não quero mais uma vez gastar caixa com o que não vale caixa, entendem? E vejam bem: eu já tenho um número reduzido de coisas, mas ainda tenho bastante objetos e descobri, no último mês, que quero reduzir ainda mais. Então, neste momento, o que tenho feito é destralhar, abrir espaço para a vida nova. Eu mudei muita coisa depois do curso de coaching que eu fiz e não quero manter em casa energia parada de objetos que não tenham mais a ver comigo ou com o futuro que eu quero construir. Isso inclui roupas, livros, ferramentas.

Já separei um saco enorme de roupas e ainda pretendo separar mais peças. Livros, estou mantendo os que eu amo e os que ainda não li. Para vocês terem uma ideia, minha mãe está considerando abrir um sebo na cidade onde ela mora para dar vazão aos livros que eu estou me desfazendo. Eu amo a minha biblioteca, mas também amo o conhecimento adquirido pelos livros que ainda quero ler, e não tenho espaço para tantos livros assim. Sou aquela pessoa que já tinha mais de mil livros em casa. Fico feliz com uns 300, 400.

Encaixotando

As caixas já chegaram aqui em casa (a empresa de mudança cedeu 20 caixas) e eu vou começar a encaixotar aquilo que obviamente vai e não estamos usando, mas esse conceito é tão estranho, não é? Afinal, se é útil a ponto de eu querer levar comigo, não deveria estar em uso?

Vou ser extremamente criteriosa com o que entrará em cada uma dessas caixas e, todo o resto, vou vender ou doar para instituições de caridade.

Compras

Como uma mudança sempre gera muitos gastos, vou me ater ao essencial no primeiro mês, para estruturar a casa, e depois vou comprando o resto. Minha ordem de investimento de dinheiro na casa nova é:

  • Estrutura (luminárias, redes de proteção, varão de cortina, chuveiros etc.)
  • Móveis e armazenamento (armário da cozinha, guarda-roupa)
  • Decoração estrutural (tapetes, cortinas, poltronas)
  • Decoração complementar (quadros, vasos etc.)

Cronograma

Nesse momento estamos cuidando do destralhamento e do início do encaixotamento, o que vamos fazer até receber a casa, dia 10. Quando recebermos a casa, vou comprar os móveis, que podem demorar alguns dias para chegar. Eu poderia comprar antes, mas quero ter certeza que estarei com a casa entregue quando isso acontecer, então prefiro correr esse risco. Já compramos as luminárias e meu marido vai começar a instalar quando recebermos a casa, assim como outras estruturas mais simples. Costumamos chamar um profissional para instalar espelho, armário de banheiro, chuveiro etc. na mesma época. Iniciamos a transferência dos serviços de Internet e outros. Então vamos limpar a casa e então começar a providenciar a decoração estrutural com coisas novas, para então receber a mudança. Vai ser ótimo.