Pular para o conteúdo

Maternidade e organização: o desafio de sempre

Se existe um tema que sempre aparece quando se fala em organização, é a relação que as mulheres têm com a maternidade e suas carreiras profissionais. Não é à toa – muitas mulheres trabalham durante o dia e ainda seguram toda a carga pesada do trabalho doméstico e de cuidado, deixando-nos exaustas.

Quando me tornei mãe, enfrentei o desafio universal que acompanha a maternidade: como equilibrar a vida pessoal e profissional sem perder a sanidade? A verdade é que a maternidade testou todas as estratégias de organização que eu conhecia. No entanto, foi também uma oportunidade incrível para refinar essas estratégias e aprender novas. Hoje, quero compartilhar com vocês como encontrei formas de manter a organização e o equilíbrio, esperando que possa ajudar outras mães que estão navegando por essas mesmas águas turbulentas.

Auto-Aceitação e Flexibilidade

O primeiro passo para encontrar equilíbrio foi aceitar que minha rotina precisaria ser mais flexível. Os bebês e crianças pequenas operam em seus próprios horários, que muitas vezes desafiam nossa noção de organização e eficiência. Aceitar isso não significa renunciar à organização, mas adaptar-se e encontrar soluções criativas para as novas necessidades da família. Isso me demandou perspectiva, em compreender que algumas coisas eu poderia fazer com o filhote pequeno e outras não, só quando ele crescesse. E ainda hoje esse balanço continua, pois eu preciso sempre avaliar o que posso e o que não posso fazer, dadas as nossas circunstâncias atuais, que incluem uma rede de apoio.

Gestão do Tempo com Blocos

Uma técnica que se mostrou particularmente útil foi a gestão do tempo em blocos. Em vez de uma agenda rígida, dividi meu dia em blocos de tempo dedicados ao trabalho, à família e a mim mesma. Essa abordagem permitiu-me ser produtiva no trabalho, enquanto garantia que houvesse tempo de qualidade com minha família e, igualmente importante, tempo para cuidar de mim.

Responsabilidades

Um mapa com minhas áreas da vida, em que eu coloco, dentro de Família, uma ramificação para o Paul e tudo o que eu sou responsável por ele na vida, me ajuda a revisar mensalmente e a refletir sobre como estou me envolvendo e se há atividades ou projetos que precisaria levar em consideração. Definir uma rotina diária de cuidado, planejar atividades juntos semanal e mensalmente também fazem parte de como eu me planejo para estar sempre presente.

Organização do Lar

Manter a casa organizada com crianças pode parecer uma batalha perdida, mas estabelecer sistemas simples de organização fez uma grande diferença. Cestos de brinquedos etiquetados, uma rotina diária de arrumação rápida e um lugar específico para cada coisa ajudaram a minimizar a desordem e a manter a casa em um estado mais gerenciável. Outra coisa que me ajudou foi reduzir minhas expectativas quanto ao “nível de limpeza” da casa. Eu não tinha interesse em manter uma casa impecável, e sim em estar descansada para conseguir fazer as minhas coisas e cuidar do meu filho. Eu acho que essa cobrança que a gente se coloca de querer ter uma casa sempre perfeita só piora a maneira como a gente já se sente pressionada no dia a dia. Implementar a noção do mínimo viável diário também foi crucial pra minha sanidade e funciona lindamente até hoje.

Rotina Flexível

Criar uma rotina flexível foi crucial. Isso significou estabelecer uma estrutura básica para o dia, mas estar pronta para ajustá-la conforme necessário. Ter momentos dedicados para refeições, sonecas e brincadeiras proporcionou uma sensação de previsibilidade para meu filho, enquanto me permitia planejar meu trabalho e tarefas pessoais em torno desses pilares. Também demandou uma mudança de trajetória na minha carreira, saindo de um emprego fixo para me tornar autônoma. Nem preciso dizer que essa transição levou muitos anos e foi necessário fazer um montão de ajustes, especialmente com gastos e outros elementos relacionados ao nosso estilo de vida.

Comunicação e Suporte

Comunicar minhas necessidades e as de meu filho claramente com meu parceiro, família e colegas de trabalho permitiu-me criar uma rede de suporte. Isso não só ajudou a dividir responsabilidades mas também a estabelecer expectativas realistas sobre o que eu poderia realizar em um determinado dia. Eu entendo que nem todas as mulheres têm essa rede de apoio e um pai presente como eu sempre tive com o meu filho. Faça o melhor que puder com as condições que tem. Adapte sempre.

Aprendizado Contínuo

Finalmente, a maternidade ensinou-me a importância do aprendizado contínuo. Ler livros, participar de fóruns de pais e trocar experiências com outras mães foram essenciais para encontrar novas estratégias de organização e equilíbrio.

A maternidade é uma jornada cheia de desafios e alegrias. Encontrar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional não é uma tarefa fácil, mas com aceitação, flexibilidade e um pouco de criatividade na organização, é definitivamente possível. Espero que minhas experiências possam inspirar e ajudar outras mães a encontrar seu próprio caminho nessa jornada incrível. E, se tiver alguma dúvida específica, poste aqui. Eu já publiquei tanta coisa sobre esse assunto nesses quase 20 anos de blog que às vezes fico em dúvida sobre se é relevante falar sobre esse tema, então não quero ficar me repetindo, sabe? Obrigada.

Thais Godinho

Thais Godinho

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

3 comentários em “Maternidade e organização: o desafio de sempre”

  1. Thais, todos seus posts são relevantes, pois mesmo trazendo assuntos já abordados anteriormente, você sempre nos presenteia com uma perspectiva diferenciada, baseada em sua visão de mundo que se aprimora a cada dia! Gratidão por nos permitir beber desta fonte tão especial de conhecimento! ?

  2. Thais, todos seus posts são relevantes, pois mesmo trazendo assuntos já abordados anteriormente, você sempre nos presenteia com uma perspectiva diferenciada, baseada em sua visão de mundo que se aprimora a cada dia! Gratidão por nos permitir beber desta fonte tão especial de conhecimento! ?

  3. Peço desculpas, meu comentário ficou repetido, pois acabei clicando mais de uma vez no botão “enviar” porque ele não está aparecendo no formulário… localizei o botão através da ferramenta de desenvolvedor do navegador. Seria interessante corrigir a visualização para facilitar o envio dos comentários. Obrigada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *